news:

Esporte

Renan é suspenso e não comandará seleção de vôlei contra os EUA no Mundial

Publicado por TV Minas em 28/09/2018

foto_principal.jpg

Técnico atirou uma bola na quadra durante o quinto set da vitória sobre a Rússia na última quarta-feira.

 

O técnico Renan Dal Zotto não poderá comandar a seleção brasileira masculina de vôlei no confronto diante dos Estados Unidos. Ele foi suspenso por uma partida pela Federação Internacional de Voleibol (FIVB) e será desfalque no duelo desta sexta-feira, em Turim, na Itália, no fechamento da terceira fase do Mundial.

 

A FIVB considerou Renan culpado de "conduta imprópria" no quinto set da vitória por 3 sets a 2 sobre a Rússia, na última quarta-feira. Na ocasião, o Brasil vencia a parcial por 14 a 11 quando o treinador, de acordo com a entidade, se utilizou de artifícios impróprios para tentar beneficiar sua equipe.

 

Durante a transmissão, foi possível ver que na parte final do ponto, que o russo Maxim Mikhaylov finalizou com uma cortada e salvou um match point, uma segunda bola entrou em quadra, o que poderia ter paralisado o ponto. Em outras câmeras, posteriormente analisadas, porém, ficou claro que o responsável por soltá-la foi Renan.

 

No ponto seguinte, o Brasil finalizou a partida e garantiu o triunfo, mas a FIVB não deixou o caso passar batido e decidiu pela suspensão a Renan. A entidade ainda alertou o treinador de que ele poderá ser punido de forma mais severa se cometer outra infração deste tipo.

 

Menos pior para o Brasil que o confronto desta sexta-feira perdeu em peso pois ambas as equipes já estão classificadas às semifinais. As vagas foram garantidas graças à vitória dos Estados Unidos sobre a Rússia, por 3 sets a 0, nesta quinta. Por isso, na sexta, brasileiros e norte-americanos jogam apenas pela liderança da chave.

Técnico atirou uma bola na quadra durante o quinto set da vitória sobre a Rússia na última quarta-feira.


 


O técnico Renan Dal Zotto não poderá comandar a seleção brasileira masculina de vôlei no confronto diante dos Estados Unidos. Ele foi suspenso por uma partida pela Federação Internacional de Voleibol (FIVB) e será desfalque no duelo desta sexta-feira, em Turim, na Itália, no fechamento da terceira fase do Mundial.


 


A FIVB considerou Renan culpado de "conduta imprópria" no quinto set da vitória por 3 sets a 2 sobre a Rússia, na última quarta-feira. Na ocasião, o Brasil vencia a parcial por 14 a 11 quando o treinador, de acordo com a entidade, se utilizou de artifícios impróprios para tentar beneficiar sua equipe.


PATROCINADORES

 


Durante a transmissão, foi possível ver que na parte final do ponto, que o russo Maxim Mikhaylov finalizou com uma cortada e salvou um match point, uma segunda bola entrou em quadra, o que poderia ter paralisado o ponto. Em outras câmeras, posteriormente analisadas, porém, ficou claro que o responsável por soltá-la foi Renan.


 


No ponto seguinte, o Brasil finalizou a partida e garantiu o triunfo, mas a FIVB não deixou o caso passar batido e decidiu pela suspensão a Renan. A entidade ainda alertou o treinador de que ele poderá ser punido de forma mais severa se cometer outra infração deste tipo.


 


Menos pior para o Brasil que o confronto desta sexta-feira perdeu em peso pois ambas as equipes já estão classificadas às semifinais. As vagas foram garantidas graças à vitória dos Estados Unidos sobre a Rússia, por 3 sets a 0, nesta quinta. Por isso, na sexta, brasileiros e norte-americanos jogam apenas pela liderança da chave.


Técnico atirou uma bola na quadra durante o quinto set da vitória sobre a Rússia na última quarta-feira.



O técnico Renan Dal Zotto não poderá comandar a seleção brasileira masculina de vôlei no confronto diante dos Estados Unidos. Ele foi suspenso por uma partida pela Federação Internacional de Voleibol (FIVB) e será desfalque no duelo desta sexta-feira, em Turim, na Itália, no fechamento da terceira fase do Mundial.



A FIVB considerou Renan culpado de "conduta imprópria" no quinto set da vitória por 3 sets a 2 sobre a Rússia, na última quarta-feira. Na ocasião, o Brasil vencia a parcial por 14 a 11 quando o treinador, de acordo com a entidade, se utilizou de artifícios impróprios para tentar beneficiar sua equipe.



PATROCINADORES

Durante a transmissão, foi possível ver que na parte final do ponto, que o russo Maxim Mikhaylov finalizou com uma cortada e salvou um match point, uma segunda bola entrou em quadra, o que poderia ter paralisado o ponto. Em outras câmeras, posteriormente analisadas, porém, ficou claro que o responsável por soltá-la foi Renan.



No ponto seguinte, o Brasil finalizou a partida e garantiu o triunfo, mas a FIVB não deixou o caso passar batido e decidiu pela suspensão a Renan. A entidade ainda alertou o treinador de que ele poderá ser punido de forma mais severa se cometer outra infração deste tipo.



Menos pior para o Brasil que o confronto desta sexta-feira perdeu em peso pois ambas as equipes já estão classificadas às semifinais. As vagas foram garantidas graças à vitória dos Estados Unidos sobre a Rússia, por 3 sets a 0, nesta quinta. Por isso, na sexta, brasileiros e norte-americanos jogam apenas pela liderança da chave.



Veja Também