news:

Notícias

Raio atinge avião com destino a BH e piloto faz pouso não programado

Publicado por TV Minas em 16/10/2018

foto_principal.jpg

Aeronave saiu de Vitória da Conquista, com destino à Belo Horizonte. Incidente ocorreu cerca de 40 minutos depois.

 

Um avião da Azul que saiu da cidade de Vitória da Conquista, no sudoste da Bahia, com destino à Belo Horizonte, na manhã desta terça-feira (16), foi atingido por um raio e o piloto decidiu mudar o local do pouso.

 

O avião (voo AD5733) decolou com cerca de 70 passageiros, por volta das 7h40, e o incidente ocorreu cerca de 40 minutos depois. A aterrissagem em Belo Horizonte estava prevista para às 9h25, mas, conforme a Azul, por problemas técnicos, o piloto alternou o pouso para o aeroporto de Montes Claros, também em Minas Gerais.

 

A jornalista Ellen Lapa, que estava com o marido no avião no momento do incidente, disse ao G1 que algumas pessoas ficaram muito assustadas. Ela seguia na aeronave para BH, de onde pretende partir, ainda nesta terça-feira, para Buenos Aires.

 

"A gente viu na hora que o raio atingiu. Eu estava na janela e vimos fogo e faíscas. Foi uns 30 a 40 minutos depois da decolagem. O avião entrou numa nuvem, estava chovendo um pouco, e a situação aconteceu. Foi um barulho bem alto. Depois, o piloto avisou que tinha sido um raio. Algumas pessoas ficaram bem assustadas e uma até passou mal", disse.

 

Em nota, a empresa áerea disse que não houve declaração de emergência e que o pouso em Montes Claros ocorreu normalmente. A companhia ainda informou que reacomodou os clientes por via terrestre até a capital mineira e que está prestando toda a assistência aos passageiros.

 

A Azul destacou que medidas adotadas são "necessárias para garantir a segurança de suas operações".

Aeronave saiu de Vitória da Conquista, com destino à Belo Horizonte. Incidente ocorreu cerca de 40 minutos depois.


 


Um avião da Azul que saiu da cidade de Vitória da Conquista, no sudoste da Bahia, com destino à Belo Horizonte, na manhã desta terça-feira (16), foi atingido por um raio e o piloto decidiu mudar o local do pouso.


 


O avião (voo AD5733) decolou com cerca de 70 passageiros, por volta das 7h40, e o incidente ocorreu cerca de 40 minutos depois. A aterrissagem em Belo Horizonte estava prevista para às 9h25, mas, conforme a Azul, por problemas técnicos, o piloto alternou o pouso para o aeroporto de Montes Claros, também em Minas Gerais.


 


PATROCINADORES

A jornalista Ellen Lapa, que estava com o marido no avião no momento do incidente, disse ao G1 que algumas pessoas ficaram muito assustadas. Ela seguia na aeronave para BH, de onde pretende partir, ainda nesta terça-feira, para Buenos Aires.


 


"A gente viu na hora que o raio atingiu. Eu estava na janela e vimos fogo e faíscas. Foi uns 30 a 40 minutos depois da decolagem. O avião entrou numa nuvem, estava chovendo um pouco, e a situação aconteceu. Foi um barulho bem alto. Depois, o piloto avisou que tinha sido um raio. Algumas pessoas ficaram bem assustadas e uma até passou mal", disse.


 


Em nota, a empresa áerea disse que não houve declaração de emergência e que o pouso em Montes Claros ocorreu normalmente. A companhia ainda informou que reacomodou os clientes por via terrestre até a capital mineira e que está prestando toda a assistência aos passageiros.


 


A Azul destacou que medidas adotadas são "necessárias para garantir a segurança de suas operações".


Aeronave saiu de Vitória da Conquista, com destino à Belo Horizonte. Incidente ocorreu cerca de 40 minutos depois.



Um avião da Azul que saiu da cidade de Vitória da Conquista, no sudoste da Bahia, com destino à Belo Horizonte, na manhã desta terça-feira (16), foi atingido por um raio e o piloto decidiu mudar o local do pouso.



O avião (voo AD5733) decolou com cerca de 70 passageiros, por volta das 7h40, e o incidente ocorreu cerca de 40 minutos depois. A aterrissagem em Belo Horizonte estava prevista para às 9h25, mas, conforme a Azul, por problemas técnicos, o piloto alternou o pouso para o aeroporto de Montes Claros, também em Minas Gerais.



PATROCINADORES

A jornalista Ellen Lapa, que estava com o marido no avião no momento do incidente, disse ao G1 que algumas pessoas ficaram muito assustadas. Ela seguia na aeronave para BH, de onde pretende partir, ainda nesta terça-feira, para Buenos Aires.



"A gente viu na hora que o raio atingiu. Eu estava na janela e vimos fogo e faíscas. Foi uns 30 a 40 minutos depois da decolagem. O avião entrou numa nuvem, estava chovendo um pouco, e a situação aconteceu. Foi um barulho bem alto. Depois, o piloto avisou que tinha sido um raio. Algumas pessoas ficaram bem assustadas e uma até passou mal", disse.



Em nota, a empresa áerea disse que não houve declaração de emergência e que o pouso em Montes Claros ocorreu normalmente. A companhia ainda informou que reacomodou os clientes por via terrestre até a capital mineira e que está prestando toda a assistência aos passageiros.



A Azul destacou que medidas adotadas são "necessárias para garantir a segurança de suas operações".



Veja Também