news:

Notícias

Governo de MG adia reunião com servidores para tratar do 13º salário

Publicado por TV Minas em 22/10/2018

foto_principal.jpg

No início de outubro, o Executivo havia marcado encontro com o comitê do funcionalismo para esta segunda-feira.

 

Após o resultado do dia 7 de outubro, que deixou o governador Fernando Pimentel (PT) de fora do segundo turno das eleições, o governo de Minas desmarcou uma reunião que teria nesta segunda-feira (22) com o comitê de representantes do funcionalismo para tratar do 13º salário dos servidores. O Executivo não informou uma nova data para discutir o assunto. 

 

Segundo anunciado no dia 2 de outubro pelo secretário de governo em exercício Francisco Eduardo Moreira, quando foi anunciada a escala de outubro, o comitê havia marcado reunião para esta segunda-feira, 22, para iniciar as conversas sobre o 13º. Na ocasião, Moreira disse que não existe hipótese de os servidores não terem as folhas de pagamento de novembro e dezembro quitadas e garantiu que o 13 será pago.

 

O 13º do ano passado foi pago em duas parcelas para os servidores da segurança pública e os da Fundação Hospitalar de Minas Gerais (Fhemig) e em quatro para os profissionais da educação e demais áreas.

 

Procurada pela reportagem, a Secretaria de Estado da FAzenda informou que “a reunião foi adiada, com nova data a ser definida”.

 

 

Escala mantida

 

Para este mês de outubro, o governo informou que está mantida a data do pagamento da segunda e última parcela dos salários, na próxima sexta-feira (26). Naquele dia, o estado depositará o restante dos contracheques dos funcionários para quem ganha mais de R$ 3 mil. 

 

Neste mês, o governo de Minas unificou as escalas, passando a pagar todas as categorias em duas vezes. Até então, somente os profissionais da segurança pública e de parte da saúde vinham recebendo desta forma e os demais tinham três datas de pagamento. 

No início de outubro, o Executivo havia marcado encontro com o comitê do funcionalismo para esta segunda-feira.


 


Após o resultado do dia 7 de outubro, que deixou o governador Fernando Pimentel (PT) de fora do segundo turno das eleições, o governo de Minas desmarcou uma reunião que teria nesta segunda-feira (22) com o comitê de representantes do funcionalismo para tratar do 13º salário dos servidores. O Executivo não informou uma nova data para discutir o assunto. 


 


Segundo anunciado no dia 2 de outubro pelo secretário de governo em exercício Francisco Eduardo Moreira, quando foi anunciada a escala de outubro, o comitê havia marcado reunião para esta segunda-feira, 22, para iniciar as conversas sobre o 13º. Na ocasião, Moreira disse que não existe hipótese de os servidores não terem as folhas de pagamento de novembro e dezembro quitadas e garantiu que o 13 será pago.


 


O 13º do ano passado foi pago em duas parcelas para os servidores da segurança pública e os da Fundação Hospitalar de Minas Gerais (Fhemig) e em quatro para os profissionais da educação e demais áreas.


 


PATROCINADORES

Procurada pela reportagem, a Secretaria de Estado da FAzenda informou que “a reunião foi adiada, com nova data a ser definida”.


 


 


Escala mantida


 


Para este mês de outubro, o governo informou que está mantida a data do pagamento da segunda e última parcela dos salários, na próxima sexta-feira (26). Naquele dia, o estado depositará o restante dos contracheques dos funcionários para quem ganha mais de R$ 3 mil. 


 


Neste mês, o governo de Minas unificou as escalas, passando a pagar todas as categorias em duas vezes. Até então, somente os profissionais da segurança pública e de parte da saúde vinham recebendo desta forma e os demais tinham três datas de pagamento. 


No início de outubro, o Executivo havia marcado encontro com o comitê do funcionalismo para esta segunda-feira.



Após o resultado do dia 7 de outubro, que deixou o governador Fernando Pimentel (PT) de fora do segundo turno das eleições, o governo de Minas desmarcou uma reunião que teria nesta segunda-feira (22) com o comitê de representantes do funcionalismo para tratar do 13º salário dos servidores. O Executivo não informou uma nova data para discutir o assunto. 



Segundo anunciado no dia 2 de outubro pelo secretário de governo em exercício Francisco Eduardo Moreira, quando foi anunciada a escala de outubro, o comitê havia marcado reunião para esta segunda-feira, 22, para iniciar as conversas sobre o 13º. Na ocasião, Moreira disse que não existe hipótese de os servidores não terem as folhas de pagamento de novembro e dezembro quitadas e garantiu que o 13 será pago.



PATROCINADORES

O 13º do ano passado foi pago em duas parcelas para os servidores da segurança pública e os da Fundação Hospitalar de Minas Gerais (Fhemig) e em quatro para os profissionais da educação e demais áreas.



Procurada pela reportagem, a Secretaria de Estado da FAzenda informou que “a reunião foi adiada, com nova data a ser definida”.



PATROCINADORES

Escala mantida



Para este mês de outubro, o governo informou que está mantida a data do pagamento da segunda e última parcela dos salários, na próxima sexta-feira (26). Naquele dia, o estado depositará o restante dos contracheques dos funcionários para quem ganha mais de R$ 3 mil. 



Neste mês, o governo de Minas unificou as escalas, passando a pagar todas as categorias em duas vezes. Até então, somente os profissionais da segurança pública e de parte da saúde vinham recebendo desta forma e os demais tinham três datas de pagamento. 



Veja Também