news:

Notícias

Avião explode durante pouso e mata quatro pessoas em Minas Gerais

Publicado por TV Minas em 26/11/2018

foto_principal.jpg

Quatro pessoas morreram com a explosão de um jato executivo durante a aterrissagem em uma fazenda de Jequitaí, na região norte de Minas Gerais, nesta segunda-feira, 26. Entre os mortos, estão o empresário Adolfo Geo, do setor agropecuário, acompanhado da mulher, Margarida Janete Geo. 

 

O avião pertencia a Geo, assim como a propriedade rural em que ocorreu o incidente. As demais vítimas são o piloto e o copiloto, identificados apenas como Marco Aurélio e Oliver, respectivamente. 

 

O acidente ocorreu por volta das 8 horas. 

 

A aeronave havia decolado no Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte, a mais de 415 de distância da Fazenda Fortaleza Santa Terezinha, onde caiu. O jato tinha capacidade para transportar até oito pessoas e estava em situação regular.

 

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, os corpos foram levados para o Instituto Médico legal (IML) de Montes Claros, também em Minas Gerais. 

 

O Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) foi acionado e deverá chegar ainda hoje ao local para apurar as causas do acidente.

Quatro pessoas morreram com a explosão de um jato executivo durante a aterrissagem em uma fazenda de Jequitaí, na região norte de Minas Gerais, nesta segunda-feira, 26. Entre os mortos, estão o empresário Adolfo Geo, do setor agropecuário, acompanhado da mulher, Margarida Janete Geo. 


 


O avião pertencia a Geo, assim como a propriedade rural em que ocorreu o incidente. As demais vítimas são o piloto e o copiloto, identificados apenas como Marco Aurélio e Oliver, respectivamente. 


 


O acidente ocorreu por volta das 8 horas. 


PATROCINADORES

 


A aeronave havia decolado no Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte, a mais de 415 de distância da Fazenda Fortaleza Santa Terezinha, onde caiu. O jato tinha capacidade para transportar até oito pessoas e estava em situação regular.


 


Segundo informações do Corpo de Bombeiros, os corpos foram levados para o Instituto Médico legal (IML) de Montes Claros, também em Minas Gerais. 


 


O Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) foi acionado e deverá chegar ainda hoje ao local para apurar as causas do acidente.


Quatro pessoas morreram com a explosão de um jato executivo durante a aterrissagem em uma fazenda de Jequitaí, na região norte de Minas Gerais, nesta segunda-feira, 26. Entre os mortos, estão o empresário Adolfo Geo, do setor agropecuário, acompanhado da mulher, Margarida Janete Geo. 



O avião pertencia a Geo, assim como a propriedade rural em que ocorreu o incidente. As demais vítimas são o piloto e o copiloto, identificados apenas como Marco Aurélio e Oliver, respectivamente. 



O acidente ocorreu por volta das 8 horas. 



PATROCINADORES

A aeronave havia decolado no Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte, a mais de 415 de distância da Fazenda Fortaleza Santa Terezinha, onde caiu. O jato tinha capacidade para transportar até oito pessoas e estava em situação regular.



Segundo informações do Corpo de Bombeiros, os corpos foram levados para o Instituto Médico legal (IML) de Montes Claros, também em Minas Gerais. 



O Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) foi acionado e deverá chegar ainda hoje ao local para apurar as causas do acidente.



Veja Também