news:

Sul de Minas

Zona Azul começa na próxima semana em Pouso Alegre

Publicado por TV Minas em 28/11/2018

foto_principal.jpeg

Matéria extraída do Terra do Mandu

 

Empresa orienta motoristas a baixar aplicativo para utilizar o serviço. Carros terão que pagar R$ 2 pela hora estacionado nas ruas centrais da cidade, com permissão de prorrogar mais uma hora.

 

O estacionamento rotativo pago em Pouso Alegre volta a funcionar na próxima segunda-feira, dia 03 de dezembro. O serviço está suspenso na cidade há um ano e meio, desde julho do ano passado, quando a prefeitura cancelou o contrato com a empresa que operava o sistema e deu início a uma nova licitação.

 

A empresa que venceu a licitação, Dinâmica Parking, deu início esta semana às orientações dos motoristas de como utilizar a Zona Azul a partir da próxima segunda-feira. Um panfleto informativo está sendo entregue para quem passa de carro pelo Centro da cidade. No informativo estão os detalhes de como proceder para estacionar o veículo nas ruas onde funcionarão a Zona Azul.

 

 

Baixe o aplicativo: Pare Azul

 

O valor para a hora de estacionamento será de R$ 2, podendo ser renovado apenas uma vez para a mesma vaga. A tolerância para o motorista pagar pela vaga será de 10 minutos. Motos não pagam.

 

Os motoristas poderão adquirir o bilhete de estacionamento nos pontos credenciados e através do aplicativo (link acima).

 

A empresa responsável pelo serviço sugere que os motoristas deem preferência pelo aplicativo. “A gente vai tentar, ao máximo, massificar o uso de aplicativo. Com o aplicativo a pessoa faz a utilização, não precisa do auxílio de ninguém. Então, é bem rápido para os agentes de fiscalizações, como para o usuário final”, disse o diretor técnico da Dinâmica, Túlio Almeida, no dia da assinatura do contrato na prefeitura.

 

O usuário terá a opção de fazer a recarga de pontos através de cartão de crédito, débito ou direto em um dos pontos comerciais que também vão vender o ticket do estacionamento rotativo pago.

 

 

Horário de funcionamento

 

O horário de funcionamento do estacionamento rotativo pago é entre às 09h às 18h. Aos sábados será das 09h às 13h. Anteriormente, o serviço era cobrado a partir das 08h e muitos motoristas reclamavam que não conseguiam adquirir o bilhetes porque os pontos de venda estavam fechados.

 

O serviço de Zona Azul vai funcionar em mil vagas distribuídas nas ruas da região central de Pouso Alegre.

 

 

Sobre a concessão

 

O contrato de concessão é de cinco anos, com possibilidade de renovar para mais cinco.

 

No contrato anterior, cancelado em julho de 2017, a prefeitura pagava um valor fechado para a empresa. O município alegou que ficava no prejuízo porque pagava um valor acima do que era arrecadado com as cobranças da Zona Azul. Agora, a empresa vencedora da licitação vai explorar o serviço e fazer sua própria arrecadação.

Matéria extraída do Terra do Mandu


 


Empresa orienta motoristas a baixar aplicativo para utilizar o serviço. Carros terão que pagar R$ 2 pela hora estacionado nas ruas centrais da cidade, com permissão de prorrogar mais uma hora.


 


O estacionamento rotativo pago em Pouso Alegre volta a funcionar na próxima segunda-feira, dia 03 de dezembro. O serviço está suspenso na cidade há um ano e meio, desde julho do ano passado, quando a prefeitura cancelou o contrato com a empresa que operava o sistema e deu início a uma nova licitação.


 


A empresa que venceu a licitação, Dinâmica Parking, deu início esta semana às orientações dos motoristas de como utilizar a Zona Azul a partir da próxima segunda-feira. Um panfleto informativo está sendo entregue para quem passa de carro pelo Centro da cidade. No informativo estão os detalhes de como proceder para estacionar o veículo nas ruas onde funcionarão a Zona Azul.


 


 


Baixe o aplicativo: Pare Azul


 


O valor para a hora de estacionamento será de R$ 2, podendo ser renovado apenas uma vez para a mesma vaga. A tolerância para o motorista pagar pela vaga será de 10 minutos. Motos não pagam.


 


Os motoristas poderão adquirir o bilhete de estacionamento nos pontos credenciados e através do aplicativo (link acima).


 


A empresa responsável pelo serviço sugere que os motoristas deem preferência pelo aplicativo. “A gente vai tentar, ao máximo, massificar o uso de aplicativo. Com o aplicativo a pessoa faz a utilização, não precisa do auxílio de ninguém. Então, é bem rápido para os agentes de fiscalizações, como para o usuário final”, disse o diretor técnico da Dinâmica, Túlio Almeida, no dia da assinatura do contrato na prefeitura.


PATROCINADORES

 


O usuário terá a opção de fazer a recarga de pontos através de cartão de crédito, débito ou direto em um dos pontos comerciais que também vão vender o ticket do estacionamento rotativo pago.


 


 


Horário de funcionamento


 


O horário de funcionamento do estacionamento rotativo pago é entre às 09h às 18h. Aos sábados será das 09h às 13h. Anteriormente, o serviço era cobrado a partir das 08h e muitos motoristas reclamavam que não conseguiam adquirir o bilhetes porque os pontos de venda estavam fechados.


 


O serviço de Zona Azul vai funcionar em mil vagas distribuídas nas ruas da região central de Pouso Alegre.


 


 


Sobre a concessão


 


O contrato de concessão é de cinco anos, com possibilidade de renovar para mais cinco.


 


No contrato anterior, cancelado em julho de 2017, a prefeitura pagava um valor fechado para a empresa. O município alegou que ficava no prejuízo porque pagava um valor acima do que era arrecadado com as cobranças da Zona Azul. Agora, a empresa vencedora da licitação vai explorar o serviço e fazer sua própria arrecadação.


Matéria extraída do Terra do Mandu



Empresa orienta motoristas a baixar aplicativo para utilizar o serviço. Carros terão que pagar R$ 2 pela hora estacionado nas ruas centrais da cidade, com permissão de prorrogar mais uma hora.



O estacionamento rotativo pago em Pouso Alegre volta a funcionar na próxima segunda-feira, dia 03 de dezembro. O serviço está suspenso na cidade há um ano e meio, desde julho do ano passado, quando a prefeitura cancelou o contrato com a empresa que operava o sistema e deu início a uma nova licitação.



A empresa que venceu a licitação, Dinâmica Parking, deu início esta semana às orientações dos motoristas de como utilizar a Zona Azul a partir da próxima segunda-feira. Um panfleto informativo está sendo entregue para quem passa de carro pelo Centro da cidade. No informativo estão os detalhes de como proceder para estacionar o veículo nas ruas onde funcionarão a Zona Azul.



Baixe o aplicativo: Pare Azul



PATROCINADORES

O valor para a hora de estacionamento será de R$ 2, podendo ser renovado apenas uma vez para a mesma vaga. A tolerância para o motorista pagar pela vaga será de 10 minutos. Motos não pagam.



Os motoristas poderão adquirir o bilhete de estacionamento nos pontos credenciados e através do aplicativo (link acima).



A empresa responsável pelo serviço sugere que os motoristas deem preferência pelo aplicativo. “A gente vai tentar, ao máximo, massificar o uso de aplicativo. Com o aplicativo a pessoa faz a utilização, não precisa do auxílio de ninguém. Então, é bem rápido para os agentes de fiscalizações, como para o usuário final”, disse o diretor técnico da Dinâmica, Túlio Almeida, no dia da assinatura do contrato na prefeitura.



O usuário terá a opção de fazer a recarga de pontos através de cartão de crédito, débito ou direto em um dos pontos comerciais que também vão vender o ticket do estacionamento rotativo pago.



PATROCINADORES

Horário de funcionamento



O horário de funcionamento do estacionamento rotativo pago é entre às 09h às 18h. Aos sábados será das 09h às 13h. Anteriormente, o serviço era cobrado a partir das 08h e muitos motoristas reclamavam que não conseguiam adquirir o bilhetes porque os pontos de venda estavam fechados.



O serviço de Zona Azul vai funcionar em mil vagas distribuídas nas ruas da região central de Pouso Alegre.



Sobre a concessão



O contrato de concessão é de cinco anos, com possibilidade de renovar para mais cinco.



No contrato anterior, cancelado em julho de 2017, a prefeitura pagava um valor fechado para a empresa. O município alegou que ficava no prejuízo porque pagava um valor acima do que era arrecadado com as cobranças da Zona Azul. Agora, a empresa vencedora da licitação vai explorar o serviço e fazer sua própria arrecadação.



Veja Também