news:

Sul de Minas

Idosa cai no conto de duas golpistas e perde quase R$ 25 mil em MG

Publicado por TV Minas em 29/11/2018

foto_principal.jpg

As mulheres levaram da idosa R$ 24.550 e mais dois cartões de contas bancárias.

 

Na tarde de ontem, terça-feira, dia 27, uma idosa, ao deixar uma agência bancária, foi abordada por um jovem que trajava roupas simples, ela contou a idosa que residia na zona rural da cidade de Itumirim e que precisava de ajuda para localizar uma pessoa em Lavras. A mulher contou para a idosa que também precisava de ajuda para saber se um bilhete de loteria estava realmente premiado. A jovem disse à idosa que se ela a ajudasse receberia a quantia de R$ 10 mil.

 

Neste momento aproximou das duas uma mulher bem vestida e disse que havia escutado a conversa delas e também se propôs a ajudá-las. A primeira providência foi levá-las até uma casa lotérica e, no estabelecimento, a mulher bem vestida e a jovem simples, simularam uma encenação e confirmaram que o bilhete estava mesmo premiado.

 

Acontece que elas disseram que precisavam de dinheiro para poder receber o prêmio e as duas convenceram a idosa a entregar a elas uma quantia em dinheiro. As três foram até uma agência bancária, onde a idosa sacou a quantia de R$ 4.650 e repassou a elas.

 

Em seguida, as três foram até outra agência bancária onde a idosa tinha conta e ela sacou a quantia de R$ 9.900, valor que também foi entregue às duas golpistas. Elas foram a uma terceira agência bancária e fizeram com que a idosa conseguisse um empréstimo no valor de R$ 10 mil, dinheiro que também foi entregue às duas golpistas.

 

Depois de tudo armado, as três foram até a rua Cicinato de Pádua, atrás da igreja do Rosário, e entraram num veículo que seria da mulher bem vestida, elas então foram até a Caixa e, como a agência já estava fechada, disseram à idosa que o prêmio seria resgatado no dia seguinte, no caso nesta quarta-feira. Diante disso, as duas disseram a idosa que ela deveria ficar com o dinheiro que ela havia sacado e lhe entregaram uma bolsa amarrada, onde havia um volume aparentemente sendo dinheiro.

 

Elas marcaram novo encontro, que seria hoje, e as duas foram embora, deixando a idosa com a bolsa amarrada. Em casa, com a ajuda de uma vizinha, abriram a bolsa e não encontraram o dinheiro, mas papéis cortados, foi então que a idosa percebeu que havia caído em um conto de golpistas.

 

A idosa acionou a Polícia Militar e contou aos policiais que havia perdido R$ 24.550 e dois cartões de contas bancárias. A PM, de posse das informações, realizou um rastreamento na cidade e região, porém, nada foi encontrado.

As mulheres levaram da idosa R$ 24.550 e mais dois cartões de contas bancárias.


 


Na tarde de ontem, terça-feira, dia 27, uma idosa, ao deixar uma agência bancária, foi abordada por um jovem que trajava roupas simples, ela contou a idosa que residia na zona rural da cidade de Itumirim e que precisava de ajuda para localizar uma pessoa em Lavras. A mulher contou para a idosa que também precisava de ajuda para saber se um bilhete de loteria estava realmente premiado. A jovem disse à idosa que se ela a ajudasse receberia a quantia de R$ 10 mil.


 


Neste momento aproximou das duas uma mulher bem vestida e disse que havia escutado a conversa delas e também se propôs a ajudá-las. A primeira providência foi levá-las até uma casa lotérica e, no estabelecimento, a mulher bem vestida e a jovem simples, simularam uma encenação e confirmaram que o bilhete estava mesmo premiado.


 


Acontece que elas disseram que precisavam de dinheiro para poder receber o prêmio e as duas convenceram a idosa a entregar a elas uma quantia em dinheiro. As três foram até uma agência bancária, onde a idosa sacou a quantia de R$ 4.650 e repassou a elas.


PATROCINADORES

 


Em seguida, as três foram até outra agência bancária onde a idosa tinha conta e ela sacou a quantia de R$ 9.900, valor que também foi entregue às duas golpistas. Elas foram a uma terceira agência bancária e fizeram com que a idosa conseguisse um empréstimo no valor de R$ 10 mil, dinheiro que também foi entregue às duas golpistas.


 


Depois de tudo armado, as três foram até a rua Cicinato de Pádua, atrás da igreja do Rosário, e entraram num veículo que seria da mulher bem vestida, elas então foram até a Caixa e, como a agência já estava fechada, disseram à idosa que o prêmio seria resgatado no dia seguinte, no caso nesta quarta-feira. Diante disso, as duas disseram a idosa que ela deveria ficar com o dinheiro que ela havia sacado e lhe entregaram uma bolsa amarrada, onde havia um volume aparentemente sendo dinheiro.


 


Elas marcaram novo encontro, que seria hoje, e as duas foram embora, deixando a idosa com a bolsa amarrada. Em casa, com a ajuda de uma vizinha, abriram a bolsa e não encontraram o dinheiro, mas papéis cortados, foi então que a idosa percebeu que havia caído em um conto de golpistas.


 


A idosa acionou a Polícia Militar e contou aos policiais que havia perdido R$ 24.550 e dois cartões de contas bancárias. A PM, de posse das informações, realizou um rastreamento na cidade e região, porém, nada foi encontrado.


As mulheres levaram da idosa R$ 24.550 e mais dois cartões de contas bancárias.



Na tarde de ontem, terça-feira, dia 27, uma idosa, ao deixar uma agência bancária, foi abordada por um jovem que trajava roupas simples, ela contou a idosa que residia na zona rural da cidade de Itumirim e que precisava de ajuda para localizar uma pessoa em Lavras. A mulher contou para a idosa que também precisava de ajuda para saber se um bilhete de loteria estava realmente premiado. A jovem disse à idosa que se ela a ajudasse receberia a quantia de R$ 10 mil.



Neste momento aproximou das duas uma mulher bem vestida e disse que havia escutado a conversa delas e também se propôs a ajudá-las. A primeira providência foi levá-las até uma casa lotérica e, no estabelecimento, a mulher bem vestida e a jovem simples, simularam uma encenação e confirmaram que o bilhete estava mesmo premiado.



PATROCINADORES

Acontece que elas disseram que precisavam de dinheiro para poder receber o prêmio e as duas convenceram a idosa a entregar a elas uma quantia em dinheiro. As três foram até uma agência bancária, onde a idosa sacou a quantia de R$ 4.650 e repassou a elas.



Em seguida, as três foram até outra agência bancária onde a idosa tinha conta e ela sacou a quantia de R$ 9.900, valor que também foi entregue às duas golpistas. Elas foram a uma terceira agência bancária e fizeram com que a idosa conseguisse um empréstimo no valor de R$ 10 mil, dinheiro que também foi entregue às duas golpistas.



PATROCINADORES

Depois de tudo armado, as três foram até a rua Cicinato de Pádua, atrás da igreja do Rosário, e entraram num veículo que seria da mulher bem vestida, elas então foram até a Caixa e, como a agência já estava fechada, disseram à idosa que o prêmio seria resgatado no dia seguinte, no caso nesta quarta-feira. Diante disso, as duas disseram a idosa que ela deveria ficar com o dinheiro que ela havia sacado e lhe entregaram uma bolsa amarrada, onde havia um volume aparentemente sendo dinheiro.



Elas marcaram novo encontro, que seria hoje, e as duas foram embora, deixando a idosa com a bolsa amarrada. Em casa, com a ajuda de uma vizinha, abriram a bolsa e não encontraram o dinheiro, mas papéis cortados, foi então que a idosa percebeu que havia caído em um conto de golpistas.



A idosa acionou a Polícia Militar e contou aos policiais que havia perdido R$ 24.550 e dois cartões de contas bancárias. A PM, de posse das informações, realizou um rastreamento na cidade e região, porém, nada foi encontrado.



Veja Também