news:

Sul de Minas

Casos de Dengue aumentaram em um mês no Sul de Minas

Publicado por TV Minas em 07/12/2018

foto_principal.jpg

Do mês de setembro para outubro aumentou cerca de 550 casos. Passos e Alfenas aparecem como cidades com mais casos na região.

 

Em um levantamento da Secretaria de Estado e Sáude as cidades Passos e Alfenas aparecem com os maiores números de casos prováveis de dengue em 2018 no Sul de Minas. Na cidade de Passos, o número chama atenção pelo aumento registrado entre os meses de setembro e outubro.

 

Sendo assim, na cidade, que tem o maior índice de suspeitas de dengue na região, são 132 casos registrados ao longo do ano, sendo 11 em setembro e 29 em outubro.

 

Já em Alfenas, são 130 casos prováveis, com um em setembro e dois em outubro.

 

 De setembro para outubro deste ano, o número de casos prováveis da doença subiu de 685 para 1235. Por isso, a situação em todo o estado também deixou a Secretaria de Estado de Saúde em alerta

 

Alfenas, com apenas dois casos no último mês, já reflete mudanças com ações dos setores de saúde. No mesmo período do ano passado, eram 31.

 

A prefeitura tenta conscientizar a população, especialmente no período chuvoso, que facilita a proliferação do Aedes aegypti. Mosquito responsável pela transmissão da doença. Entre os trabalhos em Alfenas, estão o reforço do trabalho dos agentes, com mutirões nas residências, além de caminhões de limpeza e carros de som.

 

Portanto, para o coordenador da vigilância ambiental de Alfenas, Edimauro Pereira, é preciso manter o estado de alerta. O coordenador lembrou também que é importante a população continuar fazendo a prevenção da sua casa”.

Do mês de setembro para outubro aumentou cerca de 550 casos. Passos e Alfenas aparecem como cidades com mais casos na região.


 


Em um levantamento da Secretaria de Estado e Sáude as cidades Passos e Alfenas aparecem com os maiores números de casos prováveis de dengue em 2018 no Sul de Minas. Na cidade de Passos, o número chama atenção pelo aumento registrado entre os meses de setembro e outubro.


 


Sendo assim, na cidade, que tem o maior índice de suspeitas de dengue na região, são 132 casos registrados ao longo do ano, sendo 11 em setembro e 29 em outubro.


 


Já em Alfenas, são 130 casos prováveis, com um em setembro e dois em outubro.


PATROCINADORES

 


 De setembro para outubro deste ano, o número de casos prováveis da doença subiu de 685 para 1235. Por isso, a situação em todo o estado também deixou a Secretaria de Estado de Saúde em alerta


 


Alfenas, com apenas dois casos no último mês, já reflete mudanças com ações dos setores de saúde. No mesmo período do ano passado, eram 31.


 


A prefeitura tenta conscientizar a população, especialmente no período chuvoso, que facilita a proliferação do Aedes aegypti. Mosquito responsável pela transmissão da doença. Entre os trabalhos em Alfenas, estão o reforço do trabalho dos agentes, com mutirões nas residências, além de caminhões de limpeza e carros de som.


 


Portanto, para o coordenador da vigilância ambiental de Alfenas, Edimauro Pereira, é preciso manter o estado de alerta. O coordenador lembrou também que é importante a população continuar fazendo a prevenção da sua casa”.


Do mês de setembro para outubro aumentou cerca de 550 casos. Passos e Alfenas aparecem como cidades com mais casos na região.



Em um levantamento da Secretaria de Estado e Sáude as cidades Passos e Alfenas aparecem com os maiores números de casos prováveis de dengue em 2018 no Sul de Minas. Na cidade de Passos, o número chama atenção pelo aumento registrado entre os meses de setembro e outubro.



Sendo assim, na cidade, que tem o maior índice de suspeitas de dengue na região, são 132 casos registrados ao longo do ano, sendo 11 em setembro e 29 em outubro.



PATROCINADORES

Já em Alfenas, são 130 casos prováveis, com um em setembro e dois em outubro.



 De setembro para outubro deste ano, o número de casos prováveis da doença subiu de 685 para 1235. Por isso, a situação em todo o estado também deixou a Secretaria de Estado de Saúde em alerta



PATROCINADORES

Alfenas, com apenas dois casos no último mês, já reflete mudanças com ações dos setores de saúde. No mesmo período do ano passado, eram 31.



A prefeitura tenta conscientizar a população, especialmente no período chuvoso, que facilita a proliferação do Aedes aegypti. Mosquito responsável pela transmissão da doença. Entre os trabalhos em Alfenas, estão o reforço do trabalho dos agentes, com mutirões nas residências, além de caminhões de limpeza e carros de som.



Portanto, para o coordenador da vigilância ambiental de Alfenas, Edimauro Pereira, é preciso manter o estado de alerta. O coordenador lembrou também que é importante a população continuar fazendo a prevenção da sua casa”.



Veja Também