news:

Sul de Minas

PRF apreende quase três toneladas de carne imprópria para o consumo

Publicado por TV Minas em 18/12/2018

foto_principal.jpeg

Refrigerador do compartimento que transportava o alimento estava estragado e moscas sobrevoavam a carga.

 

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) interceptou, na tarde desta segunda-feira, em Poços de Caldas, no Sul de Minas, um caminhão que transportava quase três toneladas de carne imprópria para consumo. A carga vinha de São Sebastião da Grama (SP) e tinha como destino a cidade de Bandeira do Sul, no sul de Minas

Segundo a corporação, por volta de 14h20, durante fiscalização de rotina, o caminhão baú foi vistoriado no KM 517,5 da BR-146. Ao abrir, a porta do compartimento de carga, os agentes se depararam com 28 peças de suínos, num total de 2.860 kg, sem qualquer tipo de refrigeração. Como parâmetro para esse tipo de transporte estabelece-se a temperatura de 5ºC, mas a carga apreendida apresentava temperatura de cerca de 35ºC. O equipamento de resfriamento do veículo estaria com defeito.

 

Além da falta de refrigeração, o veículo não possuía indicação de procedência e documentação fiscal. Os policiais ainda constataram a presença de moscas no produto.

 

Após a constatação das irregularidades, o serviço de inspeção sanitária foi acionado e as peças de carne foram despejadas no aterro sanitário de Poços de Caldas. Segundo a PRF, o motorista do caminhão foi ouvido e, posteriormente, liberado

Refrigerador do compartimento que transportava o alimento estava estragado e moscas sobrevoavam a carga.


 


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) interceptou, na tarde desta segunda-feira, em Poços de Caldas, no Sul de Minas, um caminhão que transportava quase três toneladas de carne imprópria para consumo. A carga vinha de São Sebastião da Grama (SP) e tinha como destino a cidade de Bandeira do Sul, no sul de Minas



Segundo a corporação, por volta de 14h20, durante fiscalização de rotina, o caminhão baú foi vistoriado no KM 517,5 da BR-146. Ao abrir, a porta do compartimento de carga, os agentes se depararam com 28 peças de suínos, num total de 2.860 kg, sem qualquer tipo de refrigeração. Como parâmetro para esse tipo de transporte estabelece-se a temperatura de 5ºC, mas a carga apreendida apresentava temperatura de cerca de 35ºC. O equipamento de resfriamento do veículo estaria com defeito.


PATROCINADORES

 


Além da falta de refrigeração, o veículo não possuía indicação de procedência e documentação fiscal. Os policiais ainda constataram a presença de moscas no produto.


 


Após a constatação das irregularidades, o serviço de inspeção sanitária foi acionado e as peças de carne foram despejadas no aterro sanitário de Poços de Caldas. Segundo a PRF, o motorista do caminhão foi ouvido e, posteriormente, liberado



Refrigerador do compartimento que transportava o alimento estava estragado e moscas sobrevoavam a carga.



A Polícia Rodoviária Federal (PRF) interceptou, na tarde desta segunda-feira, em Poços de Caldas, no Sul de Minas, um caminhão que transportava quase três toneladas de carne imprópria para consumo. A carga vinha de São Sebastião da Grama (SP) e tinha como destino a cidade de Bandeira do Sul, no sul de Minas





Segundo a corporação, por volta de 14h20, durante fiscalização de rotina, o caminhão baú foi vistoriado no KM 517,5 da BR-146. Ao abrir, a porta do compartimento de carga, os agentes se depararam com 28 peças de suínos, num total de 2.860 kg, sem qualquer tipo de refrigeração. Como parâmetro para esse tipo de transporte estabelece-se a temperatura de 5ºC, mas a carga apreendida apresentava temperatura de cerca de 35ºC. O equipamento de resfriamento do veículo estaria com defeito.



PATROCINADORES

Além da falta de refrigeração, o veículo não possuía indicação de procedência e documentação fiscal. Os policiais ainda constataram a presença de moscas no produto.



Após a constatação das irregularidades, o serviço de inspeção sanitária foi acionado e as peças de carne foram despejadas no aterro sanitário de Poços de Caldas. Segundo a PRF, o motorista do caminhão foi ouvido e, posteriormente, liberado





Veja Também