news:

Sul de Minas

Gaeco prende pessoas ligadas ao jogo do bicho em Pouso Alegre e região

Publicado por TV Minas em 19/12/2018

foto_principal.jpg

Matéria extraída do Terra do Mandu

 

Mais de 40 mandados de apreensão e prisão foram cumpridos, com 10 pessoas detidas. Cerca de R$ 100 mil em dinheiro foram apreendidos. Máquinas caça-níqueis, computadores e anotações foram recolhidos.

 

"Deu Zebra". Este é o nome da operação contra o jogo do bicho desencadeada nesta quarta-feira (19), pelo Ministério Público Estadual de Minas Gerais, através do Gaeco (Grupo de Atuação Especializada Contra o Crime Organizado).

 

Ao todo, 32 mandados de busca e apreensão e 11 mandados de prisão foram cumpridos em Pouso Alegre, São Gonçalo do Sapucaí, Estiva, Congonhal e Machado. 10 pessoas foram presas e mais de R$ 100 mil em dinheiro apreendido. Também foram apreendidos computadores, máquinas caça-níqueis e anotações que seriam referentes ao jogo do bicho.

 

As pessoas presas foram levadas à sede do MPMG de Pouso Alegre, onde estão sendo ouvidas.

 

As investigações do Gaeco tiveram início a cerca de seis meses.

 

Na operação de hoje participaram três promotores de justiça e cerca de 90 policiais militares.

Matéria extraída do Terra do Mandu


 


Mais de 40 mandados de apreensão e prisão foram cumpridos, com 10 pessoas detidas. Cerca de R$ 100 mil em dinheiro foram apreendidos. Máquinas caça-níqueis, computadores e anotações foram recolhidos.


 


"Deu Zebra". Este é o nome da operação contra o jogo do bicho desencadeada nesta quarta-feira (19), pelo Ministério Público Estadual de Minas Gerais, através do Gaeco (Grupo de Atuação Especializada Contra o Crime Organizado).


 


PATROCINADORES

Ao todo, 32 mandados de busca e apreensão e 11 mandados de prisão foram cumpridos em Pouso Alegre, São Gonçalo do Sapucaí, Estiva, Congonhal e Machado. 10 pessoas foram presas e mais de R$ 100 mil em dinheiro apreendido. Também foram apreendidos computadores, máquinas caça-níqueis e anotações que seriam referentes ao jogo do bicho.


 


As pessoas presas foram levadas à sede do MPMG de Pouso Alegre, onde estão sendo ouvidas.


 


As investigações do Gaeco tiveram início a cerca de seis meses.


 


Na operação de hoje participaram três promotores de justiça e cerca de 90 policiais militares.


Matéria extraída do Terra do Mandu



Mais de 40 mandados de apreensão e prisão foram cumpridos, com 10 pessoas detidas. Cerca de R$ 100 mil em dinheiro foram apreendidos. Máquinas caça-níqueis, computadores e anotações foram recolhidos.



"Deu Zebra". Este é o nome da operação contra o jogo do bicho desencadeada nesta quarta-feira (19), pelo Ministério Público Estadual de Minas Gerais, através do Gaeco (Grupo de Atuação Especializada Contra o Crime Organizado).



PATROCINADORES

Ao todo, 32 mandados de busca e apreensão e 11 mandados de prisão foram cumpridos em Pouso Alegre, São Gonçalo do Sapucaí, Estiva, Congonhal e Machado. 10 pessoas foram presas e mais de R$ 100 mil em dinheiro apreendido. Também foram apreendidos computadores, máquinas caça-níqueis e anotações que seriam referentes ao jogo do bicho.



As pessoas presas foram levadas à sede do MPMG de Pouso Alegre, onde estão sendo ouvidas.



As investigações do Gaeco tiveram início a cerca de seis meses.



Na operação de hoje participaram três promotores de justiça e cerca de 90 policiais militares.



Veja Também