news:

Esporte

"Não estou obcecado com prêmios individuais", garante Cristiano Ronaldo

Publicado por TV Minas em 01/01/2019

foto_principal.jpg

O craque da Juventus perdeu o prêmio de melhor jogador da temporada para o croata Luka Modric.

 

“Não estou obcecado com prêmios individuais”, afirmou o astro português Cristiano Ronaldo em entrevista publicada nesta segunda-feira, 31, no jornal Record, de Portugal.

 

O craque da Juventus terminou 2018 sem receber a Bola de Ouro, o “The Best” Fifa nem o prêmio de melhor jogador do ano pela Uefa. Todos eles foram vencidos pelo croata Luka Modric, seu ex-companheiro de Real Madrid.

 

“Não estou obcecado com prêmios individuais. O mais importante é ganhar títulos coletivos e ajudar o time. O resto chega de maneira natural”, explicou Ronaldo, eleito personalidade esportiva do ano pelo diário português.

 

“Não penso toda hora em bater recordes. Trabalho antes de tudo para ajudar o time e estar no meu melhor nível”, acrescentou o português.

 

“O nível técnico, tático e físico de todos os times melhorou. Cada vez é mais difícil vencer, por isso devo continuar trabalhando muito para seguir no topo”, indicou Ronaldo.

 

Depois de passar o segundo semestre do ano sem defender a seleção portuguesa, segundo Ronaldo, para se adaptar à mudança para Juventus, o atacante explicou que pretender estar à disposição do técnico em 2019.

 

Ronaldo também se pronunciou sobre a acusação de estupro de uma modelo nos Estados Unidos. O português qualificou a denúncia como “indignante”, mas que está com “a consciência tranquila” e “certo de que muito em breve tudo ficará esclarecido”.

O craque da Juventus perdeu o prêmio de melhor jogador da temporada para o croata Luka Modric.


 


“Não estou obcecado com prêmios individuais”, afirmou o astro português Cristiano Ronaldo em entrevista publicada nesta segunda-feira, 31, no jornal Record, de Portugal.


 


O craque da Juventus terminou 2018 sem receber a Bola de Ouro, o “The Best” Fifa nem o prêmio de melhor jogador do ano pela Uefa. Todos eles foram vencidos pelo croata Luka Modric, seu ex-companheiro de Real Madrid.


 


“Não estou obcecado com prêmios individuais. O mais importante é ganhar títulos coletivos e ajudar o time. O resto chega de maneira natural”, explicou Ronaldo, eleito personalidade esportiva do ano pelo diário português.


PATROCINADORES

 


“Não penso toda hora em bater recordes. Trabalho antes de tudo para ajudar o time e estar no meu melhor nível”, acrescentou o português.


 


“O nível técnico, tático e físico de todos os times melhorou. Cada vez é mais difícil vencer, por isso devo continuar trabalhando muito para seguir no topo”, indicou Ronaldo.


 


Depois de passar o segundo semestre do ano sem defender a seleção portuguesa, segundo Ronaldo, para se adaptar à mudança para Juventus, o atacante explicou que pretender estar à disposição do técnico em 2019.


 


Ronaldo também se pronunciou sobre a acusação de estupro de uma modelo nos Estados Unidos. O português qualificou a denúncia como “indignante”, mas que está com “a consciência tranquila” e “certo de que muito em breve tudo ficará esclarecido”.


O craque da Juventus perdeu o prêmio de melhor jogador da temporada para o croata Luka Modric.



“Não estou obcecado com prêmios individuais”, afirmou o astro português Cristiano Ronaldo em entrevista publicada nesta segunda-feira, 31, no jornal Record, de Portugal.



O craque da Juventus terminou 2018 sem receber a Bola de Ouro, o “The Best” Fifa nem o prêmio de melhor jogador do ano pela Uefa. Todos eles foram vencidos pelo croata Luka Modric, seu ex-companheiro de Real Madrid.



PATROCINADORES

“Não estou obcecado com prêmios individuais. O mais importante é ganhar títulos coletivos e ajudar o time. O resto chega de maneira natural”, explicou Ronaldo, eleito personalidade esportiva do ano pelo diário português.



“Não penso toda hora em bater recordes. Trabalho antes de tudo para ajudar o time e estar no meu melhor nível”, acrescentou o português.



PATROCINADORES

“O nível técnico, tático e físico de todos os times melhorou. Cada vez é mais difícil vencer, por isso devo continuar trabalhando muito para seguir no topo”, indicou Ronaldo.



Depois de passar o segundo semestre do ano sem defender a seleção portuguesa, segundo Ronaldo, para se adaptar à mudança para Juventus, o atacante explicou que pretender estar à disposição do técnico em 2019.



Ronaldo também se pronunciou sobre a acusação de estupro de uma modelo nos Estados Unidos. O português qualificou a denúncia como “indignante”, mas que está com “a consciência tranquila” e “certo de que muito em breve tudo ficará esclarecido”.



Veja Também