news:

Notícias

Helicóptero da PM do Rio de Janeiro cai na Baía de Guanabara

Publicado por TV Minas em 14/01/2019

foto_principal.jpg

Um dos tripulantes da aeronave morreu durante atendimento médico; outras três pessoas a bordo foram resgatadas.

 

Um helicóptero tipo Fênix 08, do Grupamento Aeromóvel da Polícia Militar do Rio de Janeiro, caiu na manhã desta segunda-feira 14 na Baía de Guanabara, na altura da Ilha do Governador, na zona norte da capital fluminense e deixou um morto. Tratou-se de um pouso forçado, com causas ainda desconhecidas.

 

Quatro pessoas estavam na aeronave, segundo a PMERJ. Todas foram resgatadas com vida pelo Corpo de Bombeiros e foram encaminhados ao Hospital Central da Polícia Militar. No atendimento, uma das vítimas não resistiu e morreu. Bombeiros de dois quarteis, no bairro do Fundão e da Ilha do Governador, prestaram atendimento às vítimas.

 

Ao menos uma pessoa está passando por um procedimento de massagem cardíaca. O procedimento está sendo realizado por botes e helicópteros.

 

De acordo com a Polícia Militar, a aeronave “estava com a manutenção regularizada”. O acidente será apurado pelo Centro de Integração e Prevenção de Acidentes Aéreos (Cenipa), em procedimento que será acompanhado pelo Centro de Criminalística da PM.

 

A PM informou, por meio de nota, que o helicóptero reforçava o patrulhamento da Linha Vermelha, principal via de ligação entre a Baixada Fluminense e o centro da capital. A aeronave Fênix 08 do Grupamento Aeromóvel (GAM) tinha quatro policiais militares a bordo.

 

Ainda de acordo com a Polícia Militar, durante o sobrevoo à Linha Vermelha, houve necessidade de fazer um pouso forçado na água, nas proximidades das ilhas do Governador e do Fundão.

Um dos tripulantes da aeronave morreu durante atendimento médico; outras três pessoas a bordo foram resgatadas.


 


Um helicóptero tipo Fênix 08, do Grupamento Aeromóvel da Polícia Militar do Rio de Janeiro, caiu na manhã desta segunda-feira 14 na Baía de Guanabara, na altura da Ilha do Governador, na zona norte da capital fluminense e deixou um morto. Tratou-se de um pouso forçado, com causas ainda desconhecidas.


 


Quatro pessoas estavam na aeronave, segundo a PMERJ. Todas foram resgatadas com vida pelo Corpo de Bombeiros e foram encaminhados ao Hospital Central da Polícia Militar. No atendimento, uma das vítimas não resistiu e morreu. Bombeiros de dois quarteis, no bairro do Fundão e da Ilha do Governador, prestaram atendimento às vítimas.


 


PATROCINADORES

Ao menos uma pessoa está passando por um procedimento de massagem cardíaca. O procedimento está sendo realizado por botes e helicópteros.


 


De acordo com a Polícia Militar, a aeronave “estava com a manutenção regularizada”. O acidente será apurado pelo Centro de Integração e Prevenção de Acidentes Aéreos (Cenipa), em procedimento que será acompanhado pelo Centro de Criminalística da PM.


 


A PM informou, por meio de nota, que o helicóptero reforçava o patrulhamento da Linha Vermelha, principal via de ligação entre a Baixada Fluminense e o centro da capital. A aeronave Fênix 08 do Grupamento Aeromóvel (GAM) tinha quatro policiais militares a bordo.


 


Ainda de acordo com a Polícia Militar, durante o sobrevoo à Linha Vermelha, houve necessidade de fazer um pouso forçado na água, nas proximidades das ilhas do Governador e do Fundão.


Um dos tripulantes da aeronave morreu durante atendimento médico; outras três pessoas a bordo foram resgatadas.



Um helicóptero tipo Fênix 08, do Grupamento Aeromóvel da Polícia Militar do Rio de Janeiro, caiu na manhã desta segunda-feira 14 na Baía de Guanabara, na altura da Ilha do Governador, na zona norte da capital fluminense e deixou um morto. Tratou-se de um pouso forçado, com causas ainda desconhecidas.



Quatro pessoas estavam na aeronave, segundo a PMERJ. Todas foram resgatadas com vida pelo Corpo de Bombeiros e foram encaminhados ao Hospital Central da Polícia Militar. No atendimento, uma das vítimas não resistiu e morreu. Bombeiros de dois quarteis, no bairro do Fundão e da Ilha do Governador, prestaram atendimento às vítimas.



PATROCINADORES

Ao menos uma pessoa está passando por um procedimento de massagem cardíaca. O procedimento está sendo realizado por botes e helicópteros.



De acordo com a Polícia Militar, a aeronave “estava com a manutenção regularizada”. O acidente será apurado pelo Centro de Integração e Prevenção de Acidentes Aéreos (Cenipa), em procedimento que será acompanhado pelo Centro de Criminalística da PM.



A PM informou, por meio de nota, que o helicóptero reforçava o patrulhamento da Linha Vermelha, principal via de ligação entre a Baixada Fluminense e o centro da capital. A aeronave Fênix 08 do Grupamento Aeromóvel (GAM) tinha quatro policiais militares a bordo.



Ainda de acordo com a Polícia Militar, durante o sobrevoo à Linha Vermelha, houve necessidade de fazer um pouso forçado na água, nas proximidades das ilhas do Governador e do Fundão.



Veja Também