news:

Sul de Minas

Blogueiro bolsonarista, Alberto Silva, é alvo da PF no Sul de Minas

Publicado por TV Minas em 17/06/2020 às 10h17 - Atualizado às 10h21

foto_principal.jpg

A Polícia Federal cumpre nesta terça-feira,16, 21 mandados de busca e apreensão em desfavor de pessoas suspeitas de atos contra a democracia. Um dos alvos da investigação é o blogueiro Alberto Junio Silva, conhecido como Beto Louco em Poços de Caldas, responsável pelos canais Pensa Brasil e Giro de notícias.

 

O próprio blogueiro fez um vídeo contando sobre a ação da Polícia Federal em sua casa. Foram levados para investigação computadores, documentos e objetos que possam contribuir com o inquérito. Acompanhe no vídeo abaixo.

 

Os mandados de busca e apreensão ainda são realizados nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Maranhão, Santa Catarina e no Distrito Federal. Neste primeiro momento, a operação da Polícia Federal investiga notícias falsas e ameaças aos ministros da Suprema Corte.

 

A PF ainda apura a origem de recursos, financiamento e estrutura destas pessoas.A ação foi batizada pela Polícia Federal como Operação Lume, em referência à necessidade de iluminar os investigados para que todos fatos relacionados à autoria, materialidade e circunstâncias de financiamentos desses grupos sejam descobertos.

 

Na mesma investigação, a PF prendeu nessa segunda-feira,15, a líder do movimento 300 do Brasil, Sara Winter. O grupo que apoia o presidente Jair Bolsonaro, mantinha um acampamento no centro de Brasília ,fez diversas ameaças ao STF e ao Congresso Nacional.

 

 

Assista ao vídeo:

 

A Polícia Federal cumpre nesta terça-feira,16, 21 mandados de busca e apreensão em desfavor de pessoas suspeitas de atos contra a democracia. Um dos alvos da investigação é o blogueiro Alberto Junio Silva, conhecido como Beto Louco em Poços de Caldas, responsável pelos canais Pensa Brasil e Giro de notícias.


 


O próprio blogueiro fez um vídeo contando sobre a ação da Polícia Federal em sua casa. Foram levados para investigação computadores, documentos e objetos que possam contribuir com o inquérito. Acompanhe no vídeo abaixo.


 


Os mandados de busca e apreensão ainda são realizados nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Maranhão, Santa Catarina e no Distrito Federal. Neste primeiro momento, a operação da Polícia Federal investiga notícias falsas e ameaças aos ministros da Suprema Corte.


 


A PF ainda apura a origem de recursos, financiamento e estrutura destas pessoas.A ação foi batizada pela Polícia Federal como Operação Lume, em referência à necessidade de iluminar os investigados para que todos fatos relacionados à autoria, materialidade e circunstâncias de financiamentos desses grupos sejam descobertos.


PATROCINADORES

 


Na mesma investigação, a PF prendeu nessa segunda-feira,15, a líder do movimento 300 do Brasil, Sara Winter. O grupo que apoia o presidente Jair Bolsonaro, mantinha um acampamento no centro de Brasília ,fez diversas ameaças ao STF e ao Congresso Nacional.


 


 


Assista ao vídeo:


 



A Polícia Federal cumpre nesta terça-feira,16, 21 mandados de busca e apreensão em desfavor de pessoas suspeitas de atos contra a democracia. Um dos alvos da investigação é o blogueiro Alberto Junio Silva, conhecido como Beto Louco em Poços de Caldas, responsável pelos canais Pensa Brasil e Giro de notícias.



O próprio blogueiro fez um vídeo contando sobre a ação da Polícia Federal em sua casa. Foram levados para investigação computadores, documentos e objetos que possam contribuir com o inquérito. Acompanhe no vídeo abaixo.



Os mandados de busca e apreensão ainda são realizados nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Maranhão, Santa Catarina e no Distrito Federal. Neste primeiro momento, a operação da Polícia Federal investiga notícias falsas e ameaças aos ministros da Suprema Corte.



PATROCINADORES

A PF ainda apura a origem de recursos, financiamento e estrutura destas pessoas.A ação foi batizada pela Polícia Federal como Operação Lume, em referência à necessidade de iluminar os investigados para que todos fatos relacionados à autoria, materialidade e circunstâncias de financiamentos desses grupos sejam descobertos.



Na mesma investigação, a PF prendeu nessa segunda-feira,15, a líder do movimento 300 do Brasil, Sara Winter. O grupo que apoia o presidente Jair Bolsonaro, mantinha um acampamento no centro de Brasília ,fez diversas ameaças ao STF e ao Congresso Nacional.



Assista ao vídeo:





Veja Também