news:

Sul de Minas

Equipe médica realizada mais uma cirurgia inédita na região

Publicado por TV Minas em 20/06/2020 às 09h47

foto_principal.jpeg

O paciente sofreu uma intervenção cirúrgica no cérebro, permanecendo acordado durante todo o tempo conversando com a equipe.

 

Foi realizada no Hospital Vaz Monteiro (HVM), em Lavras, uma cirurgia inédita em um paciente que tinha um tumor na região do cérebro que comanda a fala e a linguagem. Os médicos precisavam saber se após a cirurgia o paciente não teria sequelas, foi então que para ter certeza de que esta área seria preservada na cirurgia e que o paciente não teria nenhum déficit de linguagem, foi realizado o procedimento com o paciente acordado e conversando com a equipe médica enquanto o tumor era retirado.

 

Esta técnica permite que o médico estimule a área a ser retirada para verificar se esta pode ser retirada sem causar déficit ao paciente. Foi a primeira vez que foi realizada esta cirurgia em Lavras e é considerada a mais segura para retirada de tumores que se localizam nas áreas nobres do cérebro, como área da fala, área motora e área da memória.

 

O paciente recebeu alta hospitalar 48 horas depois do procedimento cirúrgico sem nenhuma sequela. A cirurgia inédita foi realizada sob a coordenação do médico neurocirurgião Heber Ribeiro, membro da North American Spine Society O médico Heber contou também com a participação do neurocirurgião Elzo Viegas e com a neurologista especialista em neurofisiologia intraoperatória Francesca Mesquita.

O paciente sofreu uma intervenção cirúrgica no cérebro, permanecendo acordado durante todo o tempo conversando com a equipe.


 


Foi realizada no Hospital Vaz Monteiro (HVM), em Lavras, uma cirurgia inédita em um paciente que tinha um tumor na região do cérebro que comanda a fala e a linguagem. Os médicos precisavam saber se após a cirurgia o paciente não teria sequelas, foi então que para ter certeza de que esta área seria preservada na cirurgia e que o paciente não teria nenhum déficit de linguagem, foi realizado o procedimento com o paciente acordado e conversando com a equipe médica enquanto o tumor era retirado.


PATROCINADORES

 


Esta técnica permite que o médico estimule a área a ser retirada para verificar se esta pode ser retirada sem causar déficit ao paciente. Foi a primeira vez que foi realizada esta cirurgia em Lavras e é considerada a mais segura para retirada de tumores que se localizam nas áreas nobres do cérebro, como área da fala, área motora e área da memória.


 


O paciente recebeu alta hospitalar 48 horas depois do procedimento cirúrgico sem nenhuma sequela. A cirurgia inédita foi realizada sob a coordenação do médico neurocirurgião Heber Ribeiro, membro da North American Spine Society O médico Heber contou também com a participação do neurocirurgião Elzo Viegas e com a neurologista especialista em neurofisiologia intraoperatória Francesca Mesquita.


O paciente sofreu uma intervenção cirúrgica no cérebro, permanecendo acordado durante todo o tempo conversando com a equipe.



Foi realizada no Hospital Vaz Monteiro (HVM), em Lavras, uma cirurgia inédita em um paciente que tinha um tumor na região do cérebro que comanda a fala e a linguagem. Os médicos precisavam saber se após a cirurgia o paciente não teria sequelas, foi então que para ter certeza de que esta área seria preservada na cirurgia e que o paciente não teria nenhum déficit de linguagem, foi realizado o procedimento com o paciente acordado e conversando com a equipe médica enquanto o tumor era retirado.



Esta técnica permite que o médico estimule a área a ser retirada para verificar se esta pode ser retirada sem causar déficit ao paciente. Foi a primeira vez que foi realizada esta cirurgia em Lavras e é considerada a mais segura para retirada de tumores que se localizam nas áreas nobres do cérebro, como área da fala, área motora e área da memória.



PATROCINADORES

O paciente recebeu alta hospitalar 48 horas depois do procedimento cirúrgico sem nenhuma sequela. A cirurgia inédita foi realizada sob a coordenação do médico neurocirurgião Heber Ribeiro, membro da North American Spine Society O médico Heber contou também com a participação do neurocirurgião Elzo Viegas e com a neurologista especialista em neurofisiologia intraoperatória Francesca Mesquita.



Veja Também