news:

Sul de Minas

Caminhoneiro sul-mineiro é preso no MS com droga escondida em sacos de milho

Publicado por TV Minas em 20/06/2020 às 14h05

foto_principal.jpg

No momento em que foi abordado, o caminhoneiro alegou febre e dor no corpo para tentar escapar da polícia.

 

Um caminhoneiro de Andradas foi preso na última quinta-feira, 18, no Mato Grosso do Sul com uma carreta carregada com sacos de milho, que continham drogas escondidas.

 

Carregamento tinha 2,2 toneladas de maconha e autor alegou febre e dor no corpo para tentar escapar da polícia

 

De acordo com uma publicação do Jornal Folha do Progresso, o caminhoneiro de 47 anos seguia do Mato Grosso do Sul para Hortolândia, no interior de São Paulo e foi preso na cidade de Ponta Porã-MS.

 

Ao ser abordado pela Polícia Rodoviária Federal, o caminhoneiro alegou estar com febre e dor no corpo. Policiais providenciaram uma máscara ao autor e revistaram a carga, encontrando em meio ao milho os tabletes de maconha.

 

O autor afirmou que havia sido contratado por R$ 10 mil para transportar a carga e que a carreta havia sido carregado em Aral Moreira, na fronteira com o Paraguai.

 

O autor foi preso em flagrante e encaminhado para a Polícia Federal de Ponta Porã.

No momento em que foi abordado, o caminhoneiro alegou febre e dor no corpo para tentar escapar da polícia.


 


Um caminhoneiro de Andradas foi preso na última quinta-feira, 18, no Mato Grosso do Sul com uma carreta carregada com sacos de milho, que continham drogas escondidas.


 


Carregamento tinha 2,2 toneladas de maconha e autor alegou febre e dor no corpo para tentar escapar da polícia


 


PATROCINADORES

De acordo com uma publicação do Jornal Folha do Progresso, o caminhoneiro de 47 anos seguia do Mato Grosso do Sul para Hortolândia, no interior de São Paulo e foi preso na cidade de Ponta Porã-MS.


 


Ao ser abordado pela Polícia Rodoviária Federal, o caminhoneiro alegou estar com febre e dor no corpo. Policiais providenciaram uma máscara ao autor e revistaram a carga, encontrando em meio ao milho os tabletes de maconha.


 


O autor afirmou que havia sido contratado por R$ 10 mil para transportar a carga e que a carreta havia sido carregado em Aral Moreira, na fronteira com o Paraguai.


 


O autor foi preso em flagrante e encaminhado para a Polícia Federal de Ponta Porã.


No momento em que foi abordado, o caminhoneiro alegou febre e dor no corpo para tentar escapar da polícia.



Um caminhoneiro de Andradas foi preso na última quinta-feira, 18, no Mato Grosso do Sul com uma carreta carregada com sacos de milho, que continham drogas escondidas.



Carregamento tinha 2,2 toneladas de maconha e autor alegou febre e dor no corpo para tentar escapar da polícia



PATROCINADORES

De acordo com uma publicação do Jornal Folha do Progresso, o caminhoneiro de 47 anos seguia do Mato Grosso do Sul para Hortolândia, no interior de São Paulo e foi preso na cidade de Ponta Porã-MS.



Ao ser abordado pela Polícia Rodoviária Federal, o caminhoneiro alegou estar com febre e dor no corpo. Policiais providenciaram uma máscara ao autor e revistaram a carga, encontrando em meio ao milho os tabletes de maconha.



O autor afirmou que havia sido contratado por R$ 10 mil para transportar a carga e que a carreta havia sido carregado em Aral Moreira, na fronteira com o Paraguai.



O autor foi preso em flagrante e encaminhado para a Polícia Federal de Ponta Porã.



Veja Também