news:

Sul de Minas

Itajubá libera funcionamento de Igrejas e templos religiosos

Publicado por TV Minas em 21/06/2020 às 09h59

foto_principal.jpg

A Prefeitura de Itajubá autorizou que igrejas e templos religiosos possam retomar as atividades. A medida foi estabelecida por meio de decreto publicado na noite de sexta-feira (19/06). A administração municipal designou que estes locais possam realizar cultos e missas com até 30 pessoas presentes.

 

No documento, a prefeitura afirma que as igrejas e os templos devem organizar os lugares de assento, dispondo-os de forma alternada entre as fileiras de bancos, com a distância mínima de dois metros entre eles, devendo estar bloqueados de forma física aqueles que não puderem ser ocupados.

 

Todos, dentro das igrejas e templos, devem estar utilizando máscaras de proteção à Covid-19 para participar das missas e dos cultos. Além disso, é preciso que as mãos sejam higienizadas com álcool em gel 70% na entrada destes locais.

 

No decreto, o prefeito Rodrigo Imar Martinez Riera destaca que a autorização foi estabelecida após a solicitação de vários líderes religiosos para o funcionamento de atividades nos templos de quaisquer cultos.

 

O prefeito salientou ainda, no documento, a importância das atividades religiosas para o harmonioso desenvolvimento social por realizarem trabalho imprescindível no fortalecimento social, emocional e espiritual de cada cidadão.

 

Todas as medidas que devem ser seguidas por igrejas e templos para reabrirem as portas constam no decreto da prefeitura, que já está em vigor.

A Prefeitura de Itajubá autorizou que igrejas e templos religiosos possam retomar as atividades. A medida foi estabelecida por meio de decreto publicado na noite de sexta-feira (19/06). A administração municipal designou que estes locais possam realizar cultos e missas com até 30 pessoas presentes.


 


No documento, a prefeitura afirma que as igrejas e os templos devem organizar os lugares de assento, dispondo-os de forma alternada entre as fileiras de bancos, com a distância mínima de dois metros entre eles, devendo estar bloqueados de forma física aqueles que não puderem ser ocupados.


 


Todos, dentro das igrejas e templos, devem estar utilizando máscaras de proteção à Covid-19 para participar das missas e dos cultos. Além disso, é preciso que as mãos sejam higienizadas com álcool em gel 70% na entrada destes locais.


PATROCINADORES

 


No decreto, o prefeito Rodrigo Imar Martinez Riera destaca que a autorização foi estabelecida após a solicitação de vários líderes religiosos para o funcionamento de atividades nos templos de quaisquer cultos.


 


O prefeito salientou ainda, no documento, a importância das atividades religiosas para o harmonioso desenvolvimento social por realizarem trabalho imprescindível no fortalecimento social, emocional e espiritual de cada cidadão.


 


Todas as medidas que devem ser seguidas por igrejas e templos para reabrirem as portas constam no decreto da prefeitura, que já está em vigor.


A Prefeitura de Itajubá autorizou que igrejas e templos religiosos possam retomar as atividades. A medida foi estabelecida por meio de decreto publicado na noite de sexta-feira (19/06). A administração municipal designou que estes locais possam realizar cultos e missas com até 30 pessoas presentes.



No documento, a prefeitura afirma que as igrejas e os templos devem organizar os lugares de assento, dispondo-os de forma alternada entre as fileiras de bancos, com a distância mínima de dois metros entre eles, devendo estar bloqueados de forma física aqueles que não puderem ser ocupados.



Todos, dentro das igrejas e templos, devem estar utilizando máscaras de proteção à Covid-19 para participar das missas e dos cultos. Além disso, é preciso que as mãos sejam higienizadas com álcool em gel 70% na entrada destes locais.



PATROCINADORES

No decreto, o prefeito Rodrigo Imar Martinez Riera destaca que a autorização foi estabelecida após a solicitação de vários líderes religiosos para o funcionamento de atividades nos templos de quaisquer cultos.



O prefeito salientou ainda, no documento, a importância das atividades religiosas para o harmonioso desenvolvimento social por realizarem trabalho imprescindível no fortalecimento social, emocional e espiritual de cada cidadão.



Todas as medidas que devem ser seguidas por igrejas e templos para reabrirem as portas constam no decreto da prefeitura, que já está em vigor.



Veja Também