news:

Sul de Minas

Número de casos de Covid-19 na região cresce 83% em uma semana

Publicado por TV Minas em 04/07/2020 às 14h14

foto_principal.jpg

Casos saltaram de 135 na sexta-feira (26) para 248 nesta semana. Santa Casa de Guaxupé não tem mais leitos de UTI disponíveis.

 

O número de casos de Covid-19 disparou na última semana na região. A avanço da doença obrigou cidades a recuarem na flexibilização do comércio. Se na semana passada, o número de casos aumentou 60%, nos últimos sete dias, o número de casos aumentou 83,7%. Municípios que não tinham casos da doença, registraram contaminação, como foi o caso de São Pedro da União. Juruaia também registrou a 1ª morte no município.

 

A situação mais crítica é em Guaranésia. Em uma semana a cidade registrou 55 novos casos da doença. Um aumento de 289% no número de casos. Para conter a doença no município, o prefeito Laércio Cintra, fechou o comércio não essencial e determinou a realização de testes em funcionários de fábricas da cidade. 

 

Outros prefeitos também revogaram a flexibilização do comércio. Em Guaxupé, o novo decreto entra em vigor a partir de segunda-feira (06). Somente estabelecimentos considerados essenciais poderão funcionar até ás 20h. O toque de recolher também é válido das 20h às 05h do dia seguinte.

 

Hoje (03), o prefeito de Juruaia, Claudeci Divino, determinou o fechamento de bares e estabelecimentos do ramo de alimentação poderão funcionar apenas com delivery. O decreto sugere às lojas de roupas e lingerie darem preferência para a venda on line. As barreiras sanitárias do município também serão intensificadas.

 

 

Novos Casos 

 

Nesta sexta-feira (03) foram registrados novos casos da doença em Juruaia (+10), Guaxupé (+7), Guaranésia (+6), Muzambinho (+1), Nova Resende (+1) e Arceburgo (+1).

 

 

UTI 

 

O sinal de alerta para a pandemia foi dado ontem (02). A Santa Casa de Guaxupé não possui mais leitos para internação em UTI e ainda corre o risco de ficar sem medicamentos anestésicos que estão em falta no mercado.

Casos saltaram de 135 na sexta-feira (26) para 248 nesta semana. Santa Casa de Guaxupé não tem mais leitos de UTI disponíveis.


 


O número de casos de Covid-19 disparou na última semana na região. A avanço da doença obrigou cidades a recuarem na flexibilização do comércio. Se na semana passada, o número de casos aumentou 60%, nos últimos sete dias, o número de casos aumentou 83,7%. Municípios que não tinham casos da doença, registraram contaminação, como foi o caso de São Pedro da União. Juruaia também registrou a 1ª morte no município.


 


A situação mais crítica é em Guaranésia. Em uma semana a cidade registrou 55 novos casos da doença. Um aumento de 289% no número de casos. Para conter a doença no município, o prefeito Laércio Cintra, fechou o comércio não essencial e determinou a realização de testes em funcionários de fábricas da cidade. 


 


Outros prefeitos também revogaram a flexibilização do comércio. Em Guaxupé, o novo decreto entra em vigor a partir de segunda-feira (06). Somente estabelecimentos considerados essenciais poderão funcionar até ás 20h. O toque de recolher também é válido das 20h às 05h do dia seguinte.


 


Hoje (03), o prefeito de Juruaia, Claudeci Divino, determinou o fechamento de bares e estabelecimentos do ramo de alimentação poderão funcionar apenas com delivery. O decreto sugere às lojas de roupas e lingerie darem preferência para a venda on line. As barreiras sanitárias do município também serão intensificadas.


PATROCINADORES

 


 


Novos Casos 


 


Nesta sexta-feira (03) foram registrados novos casos da doença em Juruaia (+10), Guaxupé (+7), Guaranésia (+6), Muzambinho (+1), Nova Resende (+1) e Arceburgo (+1).


 


 


UTI 


 


O sinal de alerta para a pandemia foi dado ontem (02). A Santa Casa de Guaxupé não possui mais leitos para internação em UTI e ainda corre o risco de ficar sem medicamentos anestésicos que estão em falta no mercado.


Casos saltaram de 135 na sexta-feira (26) para 248 nesta semana. Santa Casa de Guaxupé não tem mais leitos de UTI disponíveis.



O número de casos de Covid-19 disparou na última semana na região. A avanço da doença obrigou cidades a recuarem na flexibilização do comércio. Se na semana passada, o número de casos aumentou 60%, nos últimos sete dias, o número de casos aumentou 83,7%. Municípios que não tinham casos da doença, registraram contaminação, como foi o caso de São Pedro da União. Juruaia também registrou a 1ª morte no município.



A situação mais crítica é em Guaranésia. Em uma semana a cidade registrou 55 novos casos da doença. Um aumento de 289% no número de casos. Para conter a doença no município, o prefeito Laércio Cintra, fechou o comércio não essencial e determinou a realização de testes em funcionários de fábricas da cidade. 



PATROCINADORES

Outros prefeitos também revogaram a flexibilização do comércio. Em Guaxupé, o novo decreto entra em vigor a partir de segunda-feira (06). Somente estabelecimentos considerados essenciais poderão funcionar até ás 20h. O toque de recolher também é válido das 20h às 05h do dia seguinte.



Hoje (03), o prefeito de Juruaia, Claudeci Divino, determinou o fechamento de bares e estabelecimentos do ramo de alimentação poderão funcionar apenas com delivery. O decreto sugere às lojas de roupas e lingerie darem preferência para a venda on line. As barreiras sanitárias do município também serão intensificadas.



Novos Casos 



PATROCINADORES

Nesta sexta-feira (03) foram registrados novos casos da doença em Juruaia (+10), Guaxupé (+7), Guaranésia (+6), Muzambinho (+1), Nova Resende (+1) e Arceburgo (+1).



UTI 



O sinal de alerta para a pandemia foi dado ontem (02). A Santa Casa de Guaxupé não possui mais leitos para internação em UTI e ainda corre o risco de ficar sem medicamentos anestésicos que estão em falta no mercado.



Veja Também