news:

Sul de Minas

Santa Casa de Poços é acusada de recusar atendimento de pacientes de Andradas

Publicado por TV Minas em 08/07/2020 às 12h50

foto_principal.jpg

A Santa Casa de Poços de Caldas está sendo acusada pelo prefeito de Andradas, Rodrigo Lopes, de recusar a internação de pacientes da cidade no hospital. Segundo o prefeito, as recusas estão sendo frequentes com alegação do hospital que não tem vaga.

 

Um dos casos foi de uma idosa com fratura no fêmur, que estava internada na Santa Casa de Andradas e precisava passar por uma cirurgia ortopédica. A família dela conseguiu uma ordem judicial para que ela fosse transferida e no domingo, o SUS Fácil disponibilizou uma vaga na Santa Casa de Poços de Caldas.

 

Ao chegar no hospital, a família foi informada que a idosa não poderia ser internada. A neta da paciente afirmou que foi abordada de forma exaltada pelo superintendente do hospital, Ricardo Sá, dizendo que não havia vagas no hospital. A familiar disse então que faria um boletim de ocorrência e diante disso, o superintendente disse que havia vaga sim no CTI, mas com pacientes com Covid-19.

 

“Houve uma determinação do SUS Fácil para internação da paciente, mediante uma ordem judicial, com aceite da Santa Casa de Poços. Nós não estamos entendendo o motivo da recusa. Já que a vaga estava regulada, é inadmissível este tipo de atitude”, disse o prefeito em entrevista concedida ao Jornal Andradas Hoje Regional.

 

Em vídeo encaminhado pela assessoria de comunicação, o superintendente da Santa Casa de Poços de Caldas, Ricardo Sá, disse que não há vagas no CTI geral do hospital e que o município de Andradas não entende isso. Ainda conforme o superintendente, a Prefeitura de Andradas tinha conhecimento da falta de vagas.

 

“Temos uma relação de atividade com o município de Andradas, entretanto a nossa Santa Casa está lotada. Nós temos dois CTIs na Santa Casa: um de 10 leitos, que é um CTI geral, que encontra-se completamente lotado há mais de 15 dias e temos também um CTI de oito leitos para pacientes com Covid, em um trato feito com o Dr. Mosconi, que é o secretário de Saúde da nossa cidade, como também junto ao prefeito Sérgio. Esse CTI de Covid ele existe para também dar assistência a qualquer paciente manifestamente contaminado de Covid que necessite da nossa assistência. Entretanto esse CTI encontra-se no momento ocupado por quatro pacientes confirmados de Covid, sequer são casos suspeitos, são casos confirmados e seria uma insanidade da nossa parte ter que colocar qualquer paciente que não seja Covid para ficar acamado ao lado de um paciente com Covid”, disse o superintendente.

A Santa Casa de Poços de Caldas está sendo acusada pelo prefeito de Andradas, Rodrigo Lopes, de recusar a internação de pacientes da cidade no hospital. Segundo o prefeito, as recusas estão sendo frequentes com alegação do hospital que não tem vaga.


 


Um dos casos foi de uma idosa com fratura no fêmur, que estava internada na Santa Casa de Andradas e precisava passar por uma cirurgia ortopédica. A família dela conseguiu uma ordem judicial para que ela fosse transferida e no domingo, o SUS Fácil disponibilizou uma vaga na Santa Casa de Poços de Caldas.


 


Ao chegar no hospital, a família foi informada que a idosa não poderia ser internada. A neta da paciente afirmou que foi abordada de forma exaltada pelo superintendente do hospital, Ricardo Sá, dizendo que não havia vagas no hospital. A familiar disse então que faria um boletim de ocorrência e diante disso, o superintendente disse que havia vaga sim no CTI, mas com pacientes com Covid-19.


PATROCINADORES

 


“Houve uma determinação do SUS Fácil para internação da paciente, mediante uma ordem judicial, com aceite da Santa Casa de Poços. Nós não estamos entendendo o motivo da recusa. Já que a vaga estava regulada, é inadmissível este tipo de atitude”, disse o prefeito em entrevista concedida ao Jornal Andradas Hoje Regional.


 


Em vídeo encaminhado pela assessoria de comunicação, o superintendente da Santa Casa de Poços de Caldas, Ricardo Sá, disse que não há vagas no CTI geral do hospital e que o município de Andradas não entende isso. Ainda conforme o superintendente, a Prefeitura de Andradas tinha conhecimento da falta de vagas.


 


“Temos uma relação de atividade com o município de Andradas, entretanto a nossa Santa Casa está lotada. Nós temos dois CTIs na Santa Casa: um de 10 leitos, que é um CTI geral, que encontra-se completamente lotado há mais de 15 dias e temos também um CTI de oito leitos para pacientes com Covid, em um trato feito com o Dr. Mosconi, que é o secretário de Saúde da nossa cidade, como também junto ao prefeito Sérgio. Esse CTI de Covid ele existe para também dar assistência a qualquer paciente manifestamente contaminado de Covid que necessite da nossa assistência. Entretanto esse CTI encontra-se no momento ocupado por quatro pacientes confirmados de Covid, sequer são casos suspeitos, são casos confirmados e seria uma insanidade da nossa parte ter que colocar qualquer paciente que não seja Covid para ficar acamado ao lado de um paciente com Covid”, disse o superintendente.


A Santa Casa de Poços de Caldas está sendo acusada pelo prefeito de Andradas, Rodrigo Lopes, de recusar a internação de pacientes da cidade no hospital. Segundo o prefeito, as recusas estão sendo frequentes com alegação do hospital que não tem vaga.



Um dos casos foi de uma idosa com fratura no fêmur, que estava internada na Santa Casa de Andradas e precisava passar por uma cirurgia ortopédica. A família dela conseguiu uma ordem judicial para que ela fosse transferida e no domingo, o SUS Fácil disponibilizou uma vaga na Santa Casa de Poços de Caldas.



Ao chegar no hospital, a família foi informada que a idosa não poderia ser internada. A neta da paciente afirmou que foi abordada de forma exaltada pelo superintendente do hospital, Ricardo Sá, dizendo que não havia vagas no hospital. A familiar disse então que faria um boletim de ocorrência e diante disso, o superintendente disse que havia vaga sim no CTI, mas com pacientes com Covid-19.



PATROCINADORES

“Houve uma determinação do SUS Fácil para internação da paciente, mediante uma ordem judicial, com aceite da Santa Casa de Poços. Nós não estamos entendendo o motivo da recusa. Já que a vaga estava regulada, é inadmissível este tipo de atitude”, disse o prefeito em entrevista concedida ao Jornal Andradas Hoje Regional.



Em vídeo encaminhado pela assessoria de comunicação, o superintendente da Santa Casa de Poços de Caldas, Ricardo Sá, disse que não há vagas no CTI geral do hospital e que o município de Andradas não entende isso. Ainda conforme o superintendente, a Prefeitura de Andradas tinha conhecimento da falta de vagas.



“Temos uma relação de atividade com o município de Andradas, entretanto a nossa Santa Casa está lotada. Nós temos dois CTIs na Santa Casa: um de 10 leitos, que é um CTI geral, que encontra-se completamente lotado há mais de 15 dias e temos também um CTI de oito leitos para pacientes com Covid, em um trato feito com o Dr. Mosconi, que é o secretário de Saúde da nossa cidade, como também junto ao prefeito Sérgio. Esse CTI de Covid ele existe para também dar assistência a qualquer paciente manifestamente contaminado de Covid que necessite da nossa assistência. Entretanto esse CTI encontra-se no momento ocupado por quatro pacientes confirmados de Covid, sequer são casos suspeitos, são casos confirmados e seria uma insanidade da nossa parte ter que colocar qualquer paciente que não seja Covid para ficar acamado ao lado de um paciente com Covid”, disse o superintendente.



Veja Também