news:

Esporte

Boxeador ensina homens em isolamento a bater em mulher e é multado em R$100 mil

Publicado por TV Minas em 30/07/2020 às 21h12 - Atualizado em 31/07/2020 às 09h40

foto_principal.jpg

O conselho de ética do esporte suspendeu o altleta, as artes marciais não devem ser utilizadas para violência doméstica. 

 

O boxeador britânico Billy Joe Saunders publicou um vídeo no início da quarentena de coronavírus ‘ensinando’ homens a agredirem suas mulheres que discutissem com o cônjuge durante o isolamento social.

 

Ele foi suspenso da prática do esporte pelo Conselho Britânico de Controle de Box e em seugida multado em  15 mil libras esterlinas (ou 100 mil reais). O incentivo à violência doméstica foi duramente criticado nas redes sociais.

 

No vídeo, publicado em suas redes, Saunders aparecia espancando um saco de pancadas próprio para a luta e fazendo afirmações como “Se sua ‘patroa’ está enchendo o saco e você tenta ser paciente”, disse o boxeador. “Depois do sexto dia você está prestes a explodir”, completou, desferindo socos no aparelho de prática do esporte.

 

O conselho de ética do esporte suspendeu o atleta, afinal, as artes marciais não devem ser utilizadas para violência doméstica.

 

Ele se desculpou a reiterou que o vídeo foi um ‘erro bobo‘ e agora a sua multa será revertida para instituições de caridade. Não se sabe se as organizações-destino têm como fim a redução da desigualdade de gênero ou o combate à violência contra a mulher.

 

É importante relembrar que, ao menos no Brasil, os casos de violência doméstica estão em ascensão desde o início da quarentena.

 

Em março, o estado do Rio de Janeiro registrou um aumento de 50% no número de denúncias de violência doméstica. Segundo levantamento do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, o número de relatos de brigas entre casais aumentou em mais de 400% no Twitter.

 

Não faltaram casos de mulheres em situação de cárcere privado durante a quarentena. Além disso, o confinamento dificulta as denúncias e o Disque 180, específico para denúncias de violência doméstica, existe uma subnotificação nos casos (números caíram 8% nacionalmente).

 

A atitude de Billy Joe Saunders é um reflexo da masculinidade frágil, do mal uso do esporte e evidencia uma situação real que mata mulheres todos os dias no planeta. Instituições feministas do Reino Unido julgaram que a pena para o pugilista foi insuficiente.

 

Patrocinador:

O conselho de ética do esporte suspendeu o altleta, as artes marciais não devem ser utilizadas para violência doméstica. 


 


O boxeador britânico Billy Joe Saunders publicou um vídeo no início da quarentena de coronavírus ‘ensinando’ homens a agredirem suas mulheres que discutissem com o cônjuge durante o isolamento social.


 


Ele foi suspenso da prática do esporte pelo Conselho Britânico de Controle de Box e em seugida multado em  15 mil libras esterlinas (ou 100 mil reais). O incentivo à violência doméstica foi duramente criticado nas redes sociais.


 


No vídeo, publicado em suas redes, Saunders aparecia espancando um saco de pancadas próprio para a luta e fazendo afirmações como “Se sua ‘patroa’ está enchendo o saco e você tenta ser paciente”, disse o boxeador. “Depois do sexto dia você está prestes a explodir”, completou, desferindo socos no aparelho de prática do esporte.


 


O conselho de ética do esporte suspendeu o atleta, afinal, as artes marciais não devem ser utilizadas para violência doméstica.


 


Ele se desculpou a reiterou que o vídeo foi um ‘erro bobo‘ e agora a sua multa será revertida para instituições de caridade. Não se sabe se as organizações-destino têm como fim a redução da desigualdade de gênero ou o combate à violência contra a mulher.


PATROCINADORES

 


É importante relembrar que, ao menos no Brasil, os casos de violência doméstica estão em ascensão desde o início da quarentena.


 


Em março, o estado do Rio de Janeiro registrou um aumento de 50% no número de denúncias de violência doméstica. Segundo levantamento do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, o número de relatos de brigas entre casais aumentou em mais de 400% no Twitter.


 


Não faltaram casos de mulheres em situação de cárcere privado durante a quarentena. Além disso, o confinamento dificulta as denúncias e o Disque 180, específico para denúncias de violência doméstica, existe uma subnotificação nos casos (números caíram 8% nacionalmente).


 


A atitude de Billy Joe Saunders é um reflexo da masculinidade frágil, do mal uso do esporte e evidencia uma situação real que mata mulheres todos os dias no planeta. Instituições feministas do Reino Unido julgaram que a pena para o pugilista foi insuficiente.


 


Patrocinador:



O conselho de ética do esporte suspendeu o altleta, as artes marciais não devem ser utilizadas para violência doméstica. 



O boxeador britânico Billy Joe Saunders publicou um vídeo no início da quarentena de coronavírus ‘ensinando’ homens a agredirem suas mulheres que discutissem com o cônjuge durante o isolamento social.



Ele foi suspenso da prática do esporte pelo Conselho Britânico de Controle de Box e em seugida multado em  15 mil libras esterlinas (ou 100 mil reais). O incentivo à violência doméstica foi duramente criticado nas redes sociais.



No vídeo, publicado em suas redes, Saunders aparecia espancando um saco de pancadas próprio para a luta e fazendo afirmações como “Se sua ‘patroa’ está enchendo o saco e você tenta ser paciente”, disse o boxeador. “Depois do sexto dia você está prestes a explodir”, completou, desferindo socos no aparelho de prática do esporte.



PATROCINADORES

O conselho de ética do esporte suspendeu o atleta, afinal, as artes marciais não devem ser utilizadas para violência doméstica.



Ele se desculpou a reiterou que o vídeo foi um ‘erro bobo‘ e agora a sua multa será revertida para instituições de caridade. Não se sabe se as organizações-destino têm como fim a redução da desigualdade de gênero ou o combate à violência contra a mulher.



É importante relembrar que, ao menos no Brasil, os casos de violência doméstica estão em ascensão desde o início da quarentena.



PATROCINADORES

Em março, o estado do Rio de Janeiro registrou um aumento de 50% no número de denúncias de violência doméstica. Segundo levantamento do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, o número de relatos de brigas entre casais aumentou em mais de 400% no Twitter.



Não faltaram casos de mulheres em situação de cárcere privado durante a quarentena. Além disso, o confinamento dificulta as denúncias e o Disque 180, específico para denúncias de violência doméstica, existe uma subnotificação nos casos (números caíram 8% nacionalmente).



A atitude de Billy Joe Saunders é um reflexo da masculinidade frágil, do mal uso do esporte e evidencia uma situação real que mata mulheres todos os dias no planeta. Instituições feministas do Reino Unido julgaram que a pena para o pugilista foi insuficiente.



Patrocinador:





Veja Também