news:

Ciência & Tecnologia

Nasce filhote de panda gigante: esperança para a espécie ameaçada

Publicado por TV Minas em 01/08/2020 às 12h59

foto_principal.jpg

Um filhote de panda gigante nasceu no Zoológico Everland, na Coreia do Sul. O nascimento da panda-fêmea é motivo de esperança para a espécie ameaçada de extinção.

 

A informação do nascimento foi anunciada pelo zoo nesta quarta-feira, 22 de Julho. O panda-bebê fêmea nasceu na última segunda-feira, 20.

 

Os pais do filhote são Ai Bao e Le Bao, dois pandas gigantes chineses.

 

Foi o primeiro caso de nascimento de panda gigante na Coreia do Sul.

 

“A cria se tornou o primeiro panda-bebé do país, sendo este um acontecimento raro para espécies em vias de extinção, como é o caso dos pandas gigantes.

 

Ai Bao, a fêmea de sete anos, acasalou com Le Bao, um macho de oito anos, no final de Março.

 

 

O bebê

 

O bebê nasceu saudável, com 16,5 centímetros e 197 gramas, em Yongin.

 

Imagens disponibilizadas pelo Everland mostram Ai Bao antes do parto e depois lambendo a pequena cria.

 

O zoo fez um abrigo especial para o panda-bebé fêmea, que deverá ser mostrado publicamente dentro de cinco ou seis meses, quando já deverá conseguir andar e comer bambu.

 

Antes disso, tanto a cria como a mãe deverão ficar afastadas dos holofotes por questões de saúde.

 

 

História

 

O casal de pais chegou à Coreia do Sul em 2016, levados de Sichuan, na China, após um empréstimo de 15 anos acordado entre ambos os países durante uma reunião em 2014.

 

Desde a década de 1950, a China envia seus “embaixadores pretos e brancos” para outros países, num sinal de boa vontade, conhecido como “diplomacia panda”.
O filhote por enquanto ainda não tem nome.

 

Ele deve ser enviado à China quando ficar mais velho, com quatro ou cinco anos.

 

Patrocinador:

Um filhote de panda gigante nasceu no Zoológico Everland, na Coreia do Sul. O nascimento da panda-fêmea é motivo de esperança para a espécie ameaçada de extinção.


 


A informação do nascimento foi anunciada pelo zoo nesta quarta-feira, 22 de Julho. O panda-bebê fêmea nasceu na última segunda-feira, 20.


 


Os pais do filhote são Ai Bao e Le Bao, dois pandas gigantes chineses.


 


Foi o primeiro caso de nascimento de panda gigante na Coreia do Sul.


 


“A cria se tornou o primeiro panda-bebé do país, sendo este um acontecimento raro para espécies em vias de extinção, como é o caso dos pandas gigantes.


 


Ai Bao, a fêmea de sete anos, acasalou com Le Bao, um macho de oito anos, no final de Março.


 


 


O bebê


 


O bebê nasceu saudável, com 16,5 centímetros e 197 gramas, em Yongin.


 


PATROCINADORES

Imagens disponibilizadas pelo Everland mostram Ai Bao antes do parto e depois lambendo a pequena cria.


 


O zoo fez um abrigo especial para o panda-bebé fêmea, que deverá ser mostrado publicamente dentro de cinco ou seis meses, quando já deverá conseguir andar e comer bambu.


 


Antes disso, tanto a cria como a mãe deverão ficar afastadas dos holofotes por questões de saúde.


 


 


História


 


O casal de pais chegou à Coreia do Sul em 2016, levados de Sichuan, na China, após um empréstimo de 15 anos acordado entre ambos os países durante uma reunião em 2014.


 


Desde a década de 1950, a China envia seus “embaixadores pretos e brancos” para outros países, num sinal de boa vontade, conhecido como “diplomacia panda”.
O filhote por enquanto ainda não tem nome.


 


Ele deve ser enviado à China quando ficar mais velho, com quatro ou cinco anos.


 


Patrocinador:



Um filhote de panda gigante nasceu no Zoológico Everland, na Coreia do Sul. O nascimento da panda-fêmea é motivo de esperança para a espécie ameaçada de extinção.



A informação do nascimento foi anunciada pelo zoo nesta quarta-feira, 22 de Julho. O panda-bebê fêmea nasceu na última segunda-feira, 20.



Os pais do filhote são Ai Bao e Le Bao, dois pandas gigantes chineses.



Foi o primeiro caso de nascimento de panda gigante na Coreia do Sul.



“A cria se tornou o primeiro panda-bebé do país, sendo este um acontecimento raro para espécies em vias de extinção, como é o caso dos pandas gigantes.



Ai Bao, a fêmea de sete anos, acasalou com Le Bao, um macho de oito anos, no final de Março.



PATROCINADORES

O bebê



O bebê nasceu saudável, com 16,5 centímetros e 197 gramas, em Yongin.



Imagens disponibilizadas pelo Everland mostram Ai Bao antes do parto e depois lambendo a pequena cria.



O zoo fez um abrigo especial para o panda-bebé fêmea, que deverá ser mostrado publicamente dentro de cinco ou seis meses, quando já deverá conseguir andar e comer bambu.



Antes disso, tanto a cria como a mãe deverão ficar afastadas dos holofotes por questões de saúde.



PATROCINADORES

História



O casal de pais chegou à Coreia do Sul em 2016, levados de Sichuan, na China, após um empréstimo de 15 anos acordado entre ambos os países durante uma reunião em 2014.



Desde a década de 1950, a China envia seus “embaixadores pretos e brancos” para outros países, num sinal de boa vontade, conhecido como “diplomacia panda”.
O filhote por enquanto ainda não tem nome.



Ele deve ser enviado à China quando ficar mais velho, com quatro ou cinco anos.



Patrocinador:





Veja Também