news:

Notícias

Pais desaparecem no PR e bebê de 4 meses é encontrado abandonado

Publicado por TV Minas em 05/08/2020 às 21h37

foto_principal.jpg

Segundo a Polícia Militar, a dona da casa viu a criança enrolada em um cobertor no chão e chamou a polícia.

 

Um bebê de 4 meses foi abandonado na frente de uma casa em Goioerê, no noroeste do Paraná, por volta das 21h30 de segunda-feira (3).

 

Segundo a Polícia Militar (PM), a dona da casa viu a criança enrolada em um cobertor no chão e chamou a polícia.

 

O bebê foi levado ao pronto-socorro e lá passou por uma avaliação médica, a criança não tinha nenhum ferimento.

 

O Conselho Tutelar e a Polícia Civil foram chamados, e logo depois a avó materna da criança foi até a delegacia e buscou o bebê.

 

De acordo com a Polícia Civil, a mulher contou que a filha, Kawany Cleve, que tem 23 anos, e o genro, Rubens Biguett, de 29 anos, e o neto desapareceram na segunda-feira (3).

 

No mesmo dia, ela foi até a Polícia Militar onde registrou um Boletim de Ocorrência e logo depois foi à delegacia para pedir ajuda.

 

A mulher prestou depoimento e foi liberada para levar a criança para casa. O bebê estava bem cuidado.

 

 

Carro incendiado

 

O carro do casal foi encontrado incendiado na manhã de terça-feira (4) em uma estrada rural de Moreira Sales, município que fica perto de Goioerê. A Polícia Civil afirma que nenhum vestígio de corpo carbonizado foi encontrado.

 

O  casal é procurado por familiares: 'Temos fé que vamos encontrá-los, diz mãe de jovem.

 

A mãe de Kauanay Cleve conta que os familiares se dividiram e estão em várias regiões da cidade em busca de pistas.

 

 

Casal de Goioerê está desaparecido desde segunda-feira.

 

“Enquanto a polícia está em uma área, nós estamos em outras regiões em busca de alguma pista que possa levar ao local onde eles estão. Temos fé que vamos encontrá-los hoje”, afirmou Leia Grejamin.


Leia soube do desaparecimento da filha e do genro quando viu uma imagem do neto em um jornal da cidade na noite de segunda-feira.

 

“Os dois se davam super bem, depois que a criança nasceu eles se dedicaram totalmente ao bebê. Não sei o que pode ter acontecido. Não vamos descansar até sabermos o que aconteceu e achar os dois”, enfatizou Leia Grejamin.

 

A Polícia Civil não descarta nenhuma hipótese, investiga, inclusive, a possibilidade de o crime ter sido praticado por vingança. A família disse aos policiais que os dois receberam ameaças.

 

O delegado responsável pelo caso detalha que não foram encontradas câmaras de segurança perto do local onde o bebê foi deixado e também ainda não se sabe os lugares por onde o casal passou antes de desaparecer.

 

“Não sabemos ainda quem são as pessoas que estão por de trás do crime, o que de fato aconteceu.

 

O carro foi submetido a perícia, mas nenhum vestígio foi encontrado. A possibilidade de vingança é analisada porque os celulares estão desligados, não houve saque nas contas bancárias do casal e o bebê foi deixado daquela forma”, explicou o delegado Hélio Nunes.

 

Denúncias que possam ajudar nas investigações podem ser feitas pelo 190 ou 181.

 

"Se alguém souber de qualquer coisa, por favor denuncie. A denúncia é anônima. A polícia está investigando tudo, fazendo buscas em vários locais, mas precisamos de toda ajuda possível", disse Leia Grejamin.

 

 

Carro com as mesmas placas do veículo do casal foi encontrado incendiado na área rural de Moreira Sales.

 

Patrocinador:

Segundo a Polícia Militar, a dona da casa viu a criança enrolada em um cobertor no chão e chamou a polícia.


 


Um bebê de 4 meses foi abandonado na frente de uma casa em Goioerê, no noroeste do Paraná, por volta das 21h30 de segunda-feira (3).


 


Segundo a Polícia Militar (PM), a dona da casa viu a criança enrolada em um cobertor no chão e chamou a polícia.


 


O bebê foi levado ao pronto-socorro e lá passou por uma avaliação médica, a criança não tinha nenhum ferimento.


 


O Conselho Tutelar e a Polícia Civil foram chamados, e logo depois a avó materna da criança foi até a delegacia e buscou o bebê.


 


De acordo com a Polícia Civil, a mulher contou que a filha, Kawany Cleve, que tem 23 anos, e o genro, Rubens Biguett, de 29 anos, e o neto desapareceram na segunda-feira (3).


 


No mesmo dia, ela foi até a Polícia Militar onde registrou um Boletim de Ocorrência e logo depois foi à delegacia para pedir ajuda.


 


A mulher prestou depoimento e foi liberada para levar a criança para casa. O bebê estava bem cuidado.


 


 


Carro incendiado


 


O carro do casal foi encontrado incendiado na manhã de terça-feira (4) em uma estrada rural de Moreira Sales, município que fica perto de Goioerê. A Polícia Civil afirma que nenhum vestígio de corpo carbonizado foi encontrado.


 


O  casal é procurado por familiares: 'Temos fé que vamos encontrá-los, diz mãe de jovem.


 


A mãe de Kauanay Cleve conta que os familiares se dividiram e estão em várias regiões da cidade em busca de pistas.


 


 


PATROCINADORES


Casal de Goioerê está desaparecido desde segunda-feira.


 


“Enquanto a polícia está em uma área, nós estamos em outras regiões em busca de alguma pista que possa levar ao local onde eles estão. Temos fé que vamos encontrá-los hoje”, afirmou Leia Grejamin.



Leia soube do desaparecimento da filha e do genro quando viu uma imagem do neto em um jornal da cidade na noite de segunda-feira.


 


“Os dois se davam super bem, depois que a criança nasceu eles se dedicaram totalmente ao bebê. Não sei o que pode ter acontecido. Não vamos descansar até sabermos o que aconteceu e achar os dois”, enfatizou Leia Grejamin.


 


A Polícia Civil não descarta nenhuma hipótese, investiga, inclusive, a possibilidade de o crime ter sido praticado por vingança. A família disse aos policiais que os dois receberam ameaças.


 


O delegado responsável pelo caso detalha que não foram encontradas câmaras de segurança perto do local onde o bebê foi deixado e também ainda não se sabe os lugares por onde o casal passou antes de desaparecer.


 


“Não sabemos ainda quem são as pessoas que estão por de trás do crime, o que de fato aconteceu.


 


O carro foi submetido a perícia, mas nenhum vestígio foi encontrado. A possibilidade de vingança é analisada porque os celulares estão desligados, não houve saque nas contas bancárias do casal e o bebê foi deixado daquela forma”, explicou o delegado Hélio Nunes.


 


Denúncias que possam ajudar nas investigações podem ser feitas pelo 190 ou 181.


 


"Se alguém souber de qualquer coisa, por favor denuncie. A denúncia é anônima. A polícia está investigando tudo, fazendo buscas em vários locais, mas precisamos de toda ajuda possível", disse Leia Grejamin.


 


 



Carro com as mesmas placas do veículo do casal foi encontrado incendiado na área rural de Moreira Sales.


 


Patrocinador:



Segundo a Polícia Militar, a dona da casa viu a criança enrolada em um cobertor no chão e chamou a polícia.



Um bebê de 4 meses foi abandonado na frente de uma casa em Goioerê, no noroeste do Paraná, por volta das 21h30 de segunda-feira (3).



Segundo a Polícia Militar (PM), a dona da casa viu a criança enrolada em um cobertor no chão e chamou a polícia.



O bebê foi levado ao pronto-socorro e lá passou por uma avaliação médica, a criança não tinha nenhum ferimento.



O Conselho Tutelar e a Polícia Civil foram chamados, e logo depois a avó materna da criança foi até a delegacia e buscou o bebê.



De acordo com a Polícia Civil, a mulher contou que a filha, Kawany Cleve, que tem 23 anos, e o genro, Rubens Biguett, de 29 anos, e o neto desapareceram na segunda-feira (3).



No mesmo dia, ela foi até a Polícia Militar onde registrou um Boletim de Ocorrência e logo depois foi à delegacia para pedir ajuda.



A mulher prestou depoimento e foi liberada para levar a criança para casa. O bebê estava bem cuidado.



PATROCINADORES

Carro incendiado



O carro do casal foi encontrado incendiado na manhã de terça-feira (4) em uma estrada rural de Moreira Sales, município que fica perto de Goioerê. A Polícia Civil afirma que nenhum vestígio de corpo carbonizado foi encontrado.



O  casal é procurado por familiares: 'Temos fé que vamos encontrá-los, diz mãe de jovem.



A mãe de Kauanay Cleve conta que os familiares se dividiram e estão em várias regiões da cidade em busca de pistas.





Casal de Goioerê está desaparecido desde segunda-feira.



“Enquanto a polícia está em uma área, nós estamos em outras regiões em busca de alguma pista que possa levar ao local onde eles estão. Temos fé que vamos encontrá-los hoje”, afirmou Leia Grejamin.




Leia soube do desaparecimento da filha e do genro quando viu uma imagem do neto em um jornal da cidade na noite de segunda-feira.



“Os dois se davam super bem, depois que a criança nasceu eles se dedicaram totalmente ao bebê. Não sei o que pode ter acontecido. Não vamos descansar até sabermos o que aconteceu e achar os dois”, enfatizou Leia Grejamin.



PATROCINADORES

A Polícia Civil não descarta nenhuma hipótese, investiga, inclusive, a possibilidade de o crime ter sido praticado por vingança. A família disse aos policiais que os dois receberam ameaças.



O delegado responsável pelo caso detalha que não foram encontradas câmaras de segurança perto do local onde o bebê foi deixado e também ainda não se sabe os lugares por onde o casal passou antes de desaparecer.



“Não sabemos ainda quem são as pessoas que estão por de trás do crime, o que de fato aconteceu.



O carro foi submetido a perícia, mas nenhum vestígio foi encontrado. A possibilidade de vingança é analisada porque os celulares estão desligados, não houve saque nas contas bancárias do casal e o bebê foi deixado daquela forma”, explicou o delegado Hélio Nunes.



Denúncias que possam ajudar nas investigações podem ser feitas pelo 190 ou 181.



"Se alguém souber de qualquer coisa, por favor denuncie. A denúncia é anônima. A polícia está investigando tudo, fazendo buscas em vários locais, mas precisamos de toda ajuda possível", disse Leia Grejamin.





Carro com as mesmas placas do veículo do casal foi encontrado incendiado na área rural de Moreira Sales.



Patrocinador:





Veja Também