news:

Ciência & Tecnologia

Coronavírus pode causar "dor nos testículos" e problemas de fertilidade

Publicado por TV Minas em 08/09/2020 às 00h16

foto_principal.jpg

Incidente ocorre enquanto os cientistas temem que a Covid-19 possa ser transmitida através do sexo.

 

Embora perda de paladar ou olfato, febre e tosse seca tenham sido amplamente relatados como sintomas típicos do coronavírus, médicos dos EUA alertam que ele pode causar problemas de fertilidade para os homens, além de inchaço e dor nos testículos.

 

O alerta veio depois que um paciente de 37 anos foi levado ao hospital para tratamento de emergência após apresentar inchaço e desconforto em um dos testículos. Ele já apresentava sinais de coronavírus há uma semana.

 

O caso foi divulgado no periódico científico American Journal of Emergency Medicine.

 

Durante o exame, os médicos do Consórcio de Educação em Saúde, de San Antonio, no Texas, afirmaram que o coronavírus também danificou os espermatócitos dos pacientes – um estágio de produção de células que dará origem aos espermatozoides.

 

Os médicos alertaram que os danos causados ​​pela Covid-19 poderiam ter “um impacto futuro na fertilidade masculina”.

 

O jornal Daily Mail relata que o caso do paciente de 37 anos pode ser a primeira evidência ligando diretamente a doença à dor testicular, depois que outros pacientes também reclamaram do mesmo sintoma.

 

No entanto, ainda não houve pesquisas sobre esta conexão e os cientistas aguardam que pesquisadores de todo o mundo tenham interesse em estudar este novo sintoma que pode estar relacionado ao coronavírus.

 

Os médicos que trataram o paciente norte-americano acreditam que o vírus entrou no corpo usando células que estão presentes nos testículos – alimentando a especulação de que o coronavírus poderia ser transmitido através do sexo.

 

O paciente passou uma noite no hospital, onde foram prescritos analgésicos e uma semana de antibióticos, porém a pesquisa não revelou se isso ajudou na sua recuperação do órgão.

 

Cientistas na China analisaram o sêmen de 38 homens com teste positivo para Covid-19. Alguns dos pacientes ainda possuíam a infecção ativa e outros já estavam curados do vírus.

 

Um em cada seis foi registrado com traços de coronavírus em seu sêmen – incluindo alguns que já estavam curados. 

 

O estudo não conseguiu afirmar que a Covid-19 pode ser transmitida por via sexual e apenas levantou a possibilidade – aguardando que mais pesquisas possam surgir.

 

Ainda não é possível afirmar oficialmente que o coronavírus seja transmitido por via sexual, mas os médicos norte-americanos acreditam que isso não signifique que homens não possam ter a saúde dos testículos prejudicada pelo vírus.

Incidente ocorre enquanto os cientistas temem que a Covid-19 possa ser transmitida através do sexo.


 


Embora perda de paladar ou olfato, febre e tosse seca tenham sido amplamente relatados como sintomas típicos do coronavírus, médicos dos EUA alertam que ele pode causar problemas de fertilidade para os homens, além de inchaço e dor nos testículos.


 


O alerta veio depois que um paciente de 37 anos foi levado ao hospital para tratamento de emergência após apresentar inchaço e desconforto em um dos testículos. Ele já apresentava sinais de coronavírus há uma semana.


 


O caso foi divulgado no periódico científico American Journal of Emergency Medicine.


 


Durante o exame, os médicos do Consórcio de Educação em Saúde, de San Antonio, no Texas, afirmaram que o coronavírus também danificou os espermatócitos dos pacientes – um estágio de produção de células que dará origem aos espermatozoides.


 


Os médicos alertaram que os danos causados ​​pela Covid-19 poderiam ter “um impacto futuro na fertilidade masculina”.


 


O jornal Daily Mail relata que o caso do paciente de 37 anos pode ser a primeira evidência ligando diretamente a doença à dor testicular, depois que outros pacientes também reclamaram do mesmo sintoma.


PATROCINADORES

 


No entanto, ainda não houve pesquisas sobre esta conexão e os cientistas aguardam que pesquisadores de todo o mundo tenham interesse em estudar este novo sintoma que pode estar relacionado ao coronavírus.


 


Os médicos que trataram o paciente norte-americano acreditam que o vírus entrou no corpo usando células que estão presentes nos testículos – alimentando a especulação de que o coronavírus poderia ser transmitido através do sexo.


 


O paciente passou uma noite no hospital, onde foram prescritos analgésicos e uma semana de antibióticos, porém a pesquisa não revelou se isso ajudou na sua recuperação do órgão.


 


Cientistas na China analisaram o sêmen de 38 homens com teste positivo para Covid-19. Alguns dos pacientes ainda possuíam a infecção ativa e outros já estavam curados do vírus.


 


Um em cada seis foi registrado com traços de coronavírus em seu sêmen – incluindo alguns que já estavam curados. 


 


O estudo não conseguiu afirmar que a Covid-19 pode ser transmitida por via sexual e apenas levantou a possibilidade – aguardando que mais pesquisas possam surgir.


 


Ainda não é possível afirmar oficialmente que o coronavírus seja transmitido por via sexual, mas os médicos norte-americanos acreditam que isso não signifique que homens não possam ter a saúde dos testículos prejudicada pelo vírus.


Incidente ocorre enquanto os cientistas temem que a Covid-19 possa ser transmitida através do sexo.



Embora perda de paladar ou olfato, febre e tosse seca tenham sido amplamente relatados como sintomas típicos do coronavírus, médicos dos EUA alertam que ele pode causar problemas de fertilidade para os homens, além de inchaço e dor nos testículos.



O alerta veio depois que um paciente de 37 anos foi levado ao hospital para tratamento de emergência após apresentar inchaço e desconforto em um dos testículos. Ele já apresentava sinais de coronavírus há uma semana.



O caso foi divulgado no periódico científico American Journal of Emergency Medicine.



Durante o exame, os médicos do Consórcio de Educação em Saúde, de San Antonio, no Texas, afirmaram que o coronavírus também danificou os espermatócitos dos pacientes – um estágio de produção de células que dará origem aos espermatozoides.



PATROCINADORES

Os médicos alertaram que os danos causados ​​pela Covid-19 poderiam ter “um impacto futuro na fertilidade masculina”.



O jornal Daily Mail relata que o caso do paciente de 37 anos pode ser a primeira evidência ligando diretamente a doença à dor testicular, depois que outros pacientes também reclamaram do mesmo sintoma.



No entanto, ainda não houve pesquisas sobre esta conexão e os cientistas aguardam que pesquisadores de todo o mundo tenham interesse em estudar este novo sintoma que pode estar relacionado ao coronavírus.



Os médicos que trataram o paciente norte-americano acreditam que o vírus entrou no corpo usando células que estão presentes nos testículos – alimentando a especulação de que o coronavírus poderia ser transmitido através do sexo.



PATROCINADORES

O paciente passou uma noite no hospital, onde foram prescritos analgésicos e uma semana de antibióticos, porém a pesquisa não revelou se isso ajudou na sua recuperação do órgão.



Cientistas na China analisaram o sêmen de 38 homens com teste positivo para Covid-19. Alguns dos pacientes ainda possuíam a infecção ativa e outros já estavam curados do vírus.



Um em cada seis foi registrado com traços de coronavírus em seu sêmen – incluindo alguns que já estavam curados. 



O estudo não conseguiu afirmar que a Covid-19 pode ser transmitida por via sexual e apenas levantou a possibilidade – aguardando que mais pesquisas possam surgir.



Ainda não é possível afirmar oficialmente que o coronavírus seja transmitido por via sexual, mas os médicos norte-americanos acreditam que isso não signifique que homens não possam ter a saúde dos testículos prejudicada pelo vírus.



Veja Também