news:

Sul de Minas

Criança fica órfã, vai morar com a tia e passa a ser estuprada pelo primo, em MG

Publicado por TV Minas em 18/09/2020 às 13h03 - Atualizado às 10h17

foto_principal.jpg

Além da prima de 11 anos, o homem é suspeito de molestar duas amigas da primeira vítima, também crianças de 11 e 13 anos.

 

Um homem de 34 anos foi preso suspeito de estuprar uma menina de 11 anos, prima dele, e de molestar duas amigas da vítima, de 11 e 13 anos, em Poços de Caldas, nesta quarta-feira (16)

 

De acordo com a Polícia Civil, a menina de 11 anos, prima do suspeito, ficou órfã da mãe e foi morar com a tia, mãe do suspeito do crime. O homem se aproveitava de momentos em que a criança lavava a louça para agarrá-lá de forma libidinosa. 

 

Ele também se masturbava na frente das outras duas crianças, amigas da prima dele. 
Para a Polícia Civil o homem negou os crimes e foi encaminhado ao sistema prisional. Ele pode pegar até 15 anos de prisão.

Além da prima de 11 anos, o homem é suspeito de molestar duas amigas da primeira vítima, também crianças de 11 e 13 anos.


 


Um homem de 34 anos foi preso suspeito de estuprar uma menina de 11 anos, prima dele, e de molestar duas amigas da vítima, de 11 e 13 anos, em Poços de Caldas, nesta quarta-feira (16)


PATROCINADORES

 


De acordo com a Polícia Civil, a menina de 11 anos, prima do suspeito, ficou órfã da mãe e foi morar com a tia, mãe do suspeito do crime. O homem se aproveitava de momentos em que a criança lavava a louça para agarrá-lá de forma libidinosa. 


 


Ele também se masturbava na frente das outras duas crianças, amigas da prima dele. 
Para a Polícia Civil o homem negou os crimes e foi encaminhado ao sistema prisional. Ele pode pegar até 15 anos de prisão.


Além da prima de 11 anos, o homem é suspeito de molestar duas amigas da primeira vítima, também crianças de 11 e 13 anos.



Um homem de 34 anos foi preso suspeito de estuprar uma menina de 11 anos, prima dele, e de molestar duas amigas da vítima, de 11 e 13 anos, em Poços de Caldas, nesta quarta-feira (16)



De acordo com a Polícia Civil, a menina de 11 anos, prima do suspeito, ficou órfã da mãe e foi morar com a tia, mãe do suspeito do crime. O homem se aproveitava de momentos em que a criança lavava a louça para agarrá-lá de forma libidinosa. 



PATROCINADORES

Ele também se masturbava na frente das outras duas crianças, amigas da prima dele. 
Para a Polícia Civil o homem negou os crimes e foi encaminhado ao sistema prisional. Ele pode pegar até 15 anos de prisão.



Veja Também