news:

Sul de Minas

Pouso Alegre tem seis candidatos a prefeito definidos nas convenções

Publicado por TV Minas em 21/09/2020 às 00h49 - Atualizado em 20/09/2020 às 22h00

foto_principal.jpg

Matéria extraída do Terra do Mandu

 

Confirmando os registros, é o maior número na disputa na cidade dos últimos 20 anos, pelo menos. 

 

Pouso Alegre terá o maior número de candidatos a prefeito das últimas cinco eleições. São seis nomes escolhidos por seus partidos durante as convenções finalizadas na terça-feira (16). Duas chapas têm coligações e as outras quatro são puras, sem legendas de apoio. Os registros das candidaturas devem ser feitos até o próximo dia 26.

 

O atual prefeito Rafael Simões, hoje no DEMOCRATAS, é candidato à reeleição. O nome escolhido para vice é o coronel da reserva da Polícia Militar, José Dimas da Fonseca, do PSDB, que foi o chefe de gabinete do prefeito até se afastar para cumprir o prazo dado pela Justiça Eleitoral.

 

A chapa traz cinco partidos na coligação: DEM, PSDB, PATRIOTA, PTB e REPUBLICANOS. Rafael Simões mantém a maior base de apoio à reeleição, depois de alcançar quase 70% dos votos válidos na disputa de 2016.

 

A outra chapa que fez coligações em Pouso Alegre é o PSL, que lançou o Sargento da reserva da PM, Anderson Silveira. A candidata a vice é a professora aposentada Rogéria Ferreira, indicada pelo PP. Além desses dois partidos, a chapa tem ainda o apoio do PSC.

 

Outras quatro legendas lançaram candidatos em chapa pura, sem coligações.

 

O PV lançou o vereador e publicitário André Prado. André é o maior opositor ao prefeito na Câmara Municipal, na atual legislatura. O vice na chapa do PV é o comerciante Marcos Paco.

 

O PT indicou o servidor público municipal e radialista Eduardo Ferreira Pinto. O vice é o professor Luiz Fernando Herculano. Os dois nomes participam de uma disputa majoritária pela primeira vez.

 

O PODEMOS escolheu para a candidatura a prefeito o advogado do Sindicato dos servidores públicos municipais Donizete Andrade. A candidata à vice na chapa é Cleusa Sales, da mesma legenda e servidora pública aposentada.

 

O PSOL, primeiro a realizar convenções em Pouso Alegre, indicou o professor Luiz Carlos Silva da Cunha para prefeito e o também professor Décio Eduardo Martinez Mello para vice. Luiz Carlos já se candidatou para deputado federal em outras duas oportunidades, não sendo eleito. É a primeira vez que se lança ao cargo de prefeito.

 

 

Recorde de candidatos

 

Com os seis nomes colocados pelas convenções, Pouso Alegre tem um recorde de postulantes ao cargo de prefeito do município. Nos registros disponíveis no cartório eleitoral, com a base de dados do TRE, esse é o maior número de candidatos a prefeito de Pouso Alegre. Não há informação se antes dos anos 2000 houve número igual ou superior à disposição do eleitor.

 

Nos últimos 20 anos, houve duas eleições com cinco candidatos majoritários. Elas ocorreram em 2016 e 2004.

 

 

Candidatos em Pouso Alegre  – Ordem das Convenções:

 

 

  • 1 – Luiz Carlos Silva da Cunha (PSOL)

 

  • 2- Donizeti Andrade (PODEMOS)

 

  • 3 – Eduardo Ferreira Pinto (PT)

 

  • 4 – Rafael Simões (DEM)

 

  • 5 – Sargento Silveira (PSL)

 

  • 6 – André Prado (PV)

Matéria extraída do Terra do Mandu


 


Confirmando os registros, é o maior número na disputa na cidade dos últimos 20 anos, pelo menos. 


 


Pouso Alegre terá o maior número de candidatos a prefeito das últimas cinco eleições. São seis nomes escolhidos por seus partidos durante as convenções finalizadas na terça-feira (16). Duas chapas têm coligações e as outras quatro são puras, sem legendas de apoio. Os registros das candidaturas devem ser feitos até o próximo dia 26.


 


O atual prefeito Rafael Simões, hoje no DEMOCRATAS, é candidato à reeleição. O nome escolhido para vice é o coronel da reserva da Polícia Militar, José Dimas da Fonseca, do PSDB, que foi o chefe de gabinete do prefeito até se afastar para cumprir o prazo dado pela Justiça Eleitoral.


 


A chapa traz cinco partidos na coligação: DEM, PSDB, PATRIOTA, PTB e REPUBLICANOS. Rafael Simões mantém a maior base de apoio à reeleição, depois de alcançar quase 70% dos votos válidos na disputa de 2016.


 


A outra chapa que fez coligações em Pouso Alegre é o PSL, que lançou o Sargento da reserva da PM, Anderson Silveira. A candidata a vice é a professora aposentada Rogéria Ferreira, indicada pelo PP. Além desses dois partidos, a chapa tem ainda o apoio do PSC.


 


Outras quatro legendas lançaram candidatos em chapa pura, sem coligações.


 


O PV lançou o vereador e publicitário André Prado. André é o maior opositor ao prefeito na Câmara Municipal, na atual legislatura. O vice na chapa do PV é o comerciante Marcos Paco.


 


O PT indicou o servidor público municipal e radialista Eduardo Ferreira Pinto. O vice é o professor Luiz Fernando Herculano. Os dois nomes participam de uma disputa majoritária pela primeira vez.


 


O PODEMOS escolheu para a candidatura a prefeito o advogado do Sindicato dos servidores públicos municipais Donizete Andrade. A candidata à vice na chapa é Cleusa Sales, da mesma legenda e servidora pública aposentada.


PATROCINADORES

 


O PSOL, primeiro a realizar convenções em Pouso Alegre, indicou o professor Luiz Carlos Silva da Cunha para prefeito e o também professor Décio Eduardo Martinez Mello para vice. Luiz Carlos já se candidatou para deputado federal em outras duas oportunidades, não sendo eleito. É a primeira vez que se lança ao cargo de prefeito.


 


 


Recorde de candidatos


 


Com os seis nomes colocados pelas convenções, Pouso Alegre tem um recorde de postulantes ao cargo de prefeito do município. Nos registros disponíveis no cartório eleitoral, com a base de dados do TRE, esse é o maior número de candidatos a prefeito de Pouso Alegre. Não há informação se antes dos anos 2000 houve número igual ou superior à disposição do eleitor.


 


Nos últimos 20 anos, houve duas eleições com cinco candidatos majoritários. Elas ocorreram em 2016 e 2004.


 


 


Candidatos em Pouso Alegre  – Ordem das Convenções:


 


 

  • 1 – Luiz Carlos Silva da Cunha (PSOL)

 

  • 2- Donizeti Andrade (PODEMOS)

 

  • 3 – Eduardo Ferreira Pinto (PT)

 

  • 4 – Rafael Simões (DEM)

 

  • 5 – Sargento Silveira (PSL)

 

  • 6 – André Prado (PV)

Matéria extraída do Terra do Mandu



Confirmando os registros, é o maior número na disputa na cidade dos últimos 20 anos, pelo menos. 



Pouso Alegre terá o maior número de candidatos a prefeito das últimas cinco eleições. São seis nomes escolhidos por seus partidos durante as convenções finalizadas na terça-feira (16). Duas chapas têm coligações e as outras quatro são puras, sem legendas de apoio. Os registros das candidaturas devem ser feitos até o próximo dia 26.



O atual prefeito Rafael Simões, hoje no DEMOCRATAS, é candidato à reeleição. O nome escolhido para vice é o coronel da reserva da Polícia Militar, José Dimas da Fonseca, do PSDB, que foi o chefe de gabinete do prefeito até se afastar para cumprir o prazo dado pela Justiça Eleitoral.



A chapa traz cinco partidos na coligação: DEM, PSDB, PATRIOTA, PTB e REPUBLICANOS. Rafael Simões mantém a maior base de apoio à reeleição, depois de alcançar quase 70% dos votos válidos na disputa de 2016.



A outra chapa que fez coligações em Pouso Alegre é o PSL, que lançou o Sargento da reserva da PM, Anderson Silveira. A candidata a vice é a professora aposentada Rogéria Ferreira, indicada pelo PP. Além desses dois partidos, a chapa tem ainda o apoio do PSC.



PATROCINADORES

Outras quatro legendas lançaram candidatos em chapa pura, sem coligações.



O PV lançou o vereador e publicitário André Prado. André é o maior opositor ao prefeito na Câmara Municipal, na atual legislatura. O vice na chapa do PV é o comerciante Marcos Paco.



O PT indicou o servidor público municipal e radialista Eduardo Ferreira Pinto. O vice é o professor Luiz Fernando Herculano. Os dois nomes participam de uma disputa majoritária pela primeira vez.



O PODEMOS escolheu para a candidatura a prefeito o advogado do Sindicato dos servidores públicos municipais Donizete Andrade. A candidata à vice na chapa é Cleusa Sales, da mesma legenda e servidora pública aposentada.



O PSOL, primeiro a realizar convenções em Pouso Alegre, indicou o professor Luiz Carlos Silva da Cunha para prefeito e o também professor Décio Eduardo Martinez Mello para vice. Luiz Carlos já se candidatou para deputado federal em outras duas oportunidades, não sendo eleito. É a primeira vez que se lança ao cargo de prefeito.



Recorde de candidatos



PATROCINADORES

Com os seis nomes colocados pelas convenções, Pouso Alegre tem um recorde de postulantes ao cargo de prefeito do município. Nos registros disponíveis no cartório eleitoral, com a base de dados do TRE, esse é o maior número de candidatos a prefeito de Pouso Alegre. Não há informação se antes dos anos 2000 houve número igual ou superior à disposição do eleitor.



Nos últimos 20 anos, houve duas eleições com cinco candidatos majoritários. Elas ocorreram em 2016 e 2004.



Candidatos em Pouso Alegre  – Ordem das Convenções:



 

  • 1 – Luiz Carlos Silva da Cunha (PSOL)


 

  • 2- Donizeti Andrade (PODEMOS)


 

  • 3 – Eduardo Ferreira Pinto (PT)


 

  • 4 – Rafael Simões (DEM)


 

  • 5 – Sargento Silveira (PSL)


 

  • 6 – André Prado (PV)


Veja Também