news:

Notícias

Romeiro é atropelado e morre na via Dutra, a caminho de Aparecida

Publicado por TV Minas em 11/10/2020 às 16h36

foto_principal.jpg

Homem caminhava com a esposa até Aparecida para pagar promessa pela construção da casa própria.

 

Um romeiro de 48 anos morreu atropelado na via Dutra em Pindamonhangaba na madrugada deste domingo (11).

 

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF) o homem foi atropelado por um carro e arrastado por cerca de 40 metros. O motorista fugiu sem prestar socorro.

 

José Sidney Alarcão, 48 anos, havia saído de Taubaté com destino a Aparecida em romaria com a esposa, Fernanda Alarcão, 43 anos.

 

O acidente aconteceu por volta das 0h no km 84, depois do pedágio de Moreira César. Sidney estava no acostamento da rodovia, quando foi atingido por um carro de passeio.

 

Na batida, o corpo foi arremessado para cerca de 40 metros do local do acidente.

 

A esposa que caminhava ao seu lado, também foi derrubada no impacto, mas não ficou ferida. O grupo de romeiros que acompanhava o casal chegou a acionar o resgate, mas o homem não resistiu e morreu no local.

 

O motorista do carro fugiu. O caso foi registrado na Polícia Civil, que apura a identificação do veículo envolvido no acidente.

 

De acordo com a cunhada do romeiro, Renata Oliveira, o acidente aconteceu pouco depois da saída do casal.

 

Eles constumavam ir em caminhada para Aparecida todos os anos e este ano iam para pagar uma promessa pela construção da casa própria.

 

O casal começaria a mudança para o imóvel a partir da segunda-feira (12).

 

"Eles estavam há três anos construindo essa casa. O imóvel tinha tudo que eles queriam, juntaram tudo que podiam para fazer a casa dos sonhos deles e isso aconteceu. Estamos todos em estado de choque", conta.

 

José Sidney trabalhava como cortador de eucalipto e deixou dois filhos.

Homem caminhava com a esposa até Aparecida para pagar promessa pela construção da casa própria.


 


Um romeiro de 48 anos morreu atropelado na via Dutra em Pindamonhangaba na madrugada deste domingo (11).


 


Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF) o homem foi atropelado por um carro e arrastado por cerca de 40 metros. O motorista fugiu sem prestar socorro.


 


José Sidney Alarcão, 48 anos, havia saído de Taubaté com destino a Aparecida em romaria com a esposa, Fernanda Alarcão, 43 anos.


 


O acidente aconteceu por volta das 0h no km 84, depois do pedágio de Moreira César. Sidney estava no acostamento da rodovia, quando foi atingido por um carro de passeio.


 


Na batida, o corpo foi arremessado para cerca de 40 metros do local do acidente.


 


PATROCINADORES

A esposa que caminhava ao seu lado, também foi derrubada no impacto, mas não ficou ferida. O grupo de romeiros que acompanhava o casal chegou a acionar o resgate, mas o homem não resistiu e morreu no local.


 


O motorista do carro fugiu. O caso foi registrado na Polícia Civil, que apura a identificação do veículo envolvido no acidente.


 


De acordo com a cunhada do romeiro, Renata Oliveira, o acidente aconteceu pouco depois da saída do casal.


 


Eles constumavam ir em caminhada para Aparecida todos os anos e este ano iam para pagar uma promessa pela construção da casa própria.


 


O casal começaria a mudança para o imóvel a partir da segunda-feira (12).


 


"Eles estavam há três anos construindo essa casa. O imóvel tinha tudo que eles queriam, juntaram tudo que podiam para fazer a casa dos sonhos deles e isso aconteceu. Estamos todos em estado de choque", conta.


 


José Sidney trabalhava como cortador de eucalipto e deixou dois filhos.


Homem caminhava com a esposa até Aparecida para pagar promessa pela construção da casa própria.



Um romeiro de 48 anos morreu atropelado na via Dutra em Pindamonhangaba na madrugada deste domingo (11).



Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF) o homem foi atropelado por um carro e arrastado por cerca de 40 metros. O motorista fugiu sem prestar socorro.



José Sidney Alarcão, 48 anos, havia saído de Taubaté com destino a Aparecida em romaria com a esposa, Fernanda Alarcão, 43 anos.



PATROCINADORES

O acidente aconteceu por volta das 0h no km 84, depois do pedágio de Moreira César. Sidney estava no acostamento da rodovia, quando foi atingido por um carro de passeio.



Na batida, o corpo foi arremessado para cerca de 40 metros do local do acidente.



A esposa que caminhava ao seu lado, também foi derrubada no impacto, mas não ficou ferida. O grupo de romeiros que acompanhava o casal chegou a acionar o resgate, mas o homem não resistiu e morreu no local.



O motorista do carro fugiu. O caso foi registrado na Polícia Civil, que apura a identificação do veículo envolvido no acidente.



PATROCINADORES

De acordo com a cunhada do romeiro, Renata Oliveira, o acidente aconteceu pouco depois da saída do casal.



Eles constumavam ir em caminhada para Aparecida todos os anos e este ano iam para pagar uma promessa pela construção da casa própria.



O casal começaria a mudança para o imóvel a partir da segunda-feira (12).



"Eles estavam há três anos construindo essa casa. O imóvel tinha tudo que eles queriam, juntaram tudo que podiam para fazer a casa dos sonhos deles e isso aconteceu. Estamos todos em estado de choque", conta.



José Sidney trabalhava como cortador de eucalipto e deixou dois filhos.



Veja Também