news:

Esporte

Patrocinadora decide romper contrato com Santos após contratação de Robinho

Publicado por TV Minas em 15/10/2020 às 16h44

foto_principal.jpg

O acerto do alvinegro praiano com atacante Robinho fez com que um dos patrocinadores do clube optasse pelo rompimento do vínculo com o Santos.

 

Conhecida por ser uma rede de franquias do setor de ortodontia estética, a Orthopride tinha contrato com o clube até fevereiro de 2021. A marca estampava a parte interior dos números na camisa do Santos.

 

O anúncio foi feito pelo diretor de operações da empresa, Richard Adam, em entrevista ao GE.

 

“Nós temos enorme respeito pela história do Santos. Mas neste momento decidimos pelo rompimento do contrato de patrocínio. Nosso público é majoritariamente feminino e, em respeito às mulheres que consomem nossos produtos, tivemos que tomar essa decisão. Queremos deixar claro que não fomos informados previamente sobre a contratação do Robinho, fomos pegos de surpresa pela imprensa no fim de semana”, explicou o diretor.

 

Aos 36 anos, Robinho está em sua terceira passagem pelo peixe e assinou um contrato de cinco meses. No entanto, o que era para ser motivo de festa pelo retorno do ídolo tem despertado diversas críticas por conta de um caso de estupro envolvendo o jogador.

 

Condenado em primeira instância a nove anos de prisão pelo estupro de uma mulher, Robinho responde pelo crime, julgado em Milão na Itália. O caso aconteceu em 2013 quando o atacante defendia o Milan. A decisão da justiça italiana ainda cabe recurso.

 

Nesta semana, um polêmica surgiu nas redes sociais por conta do termo que deve ser utilizado para se referir ao jogador. Enquanto a defesa do craque alega que Robinho é inocente enquanto não seja finalizado o processo, outros tratam o atacante como condenado pelo caso.

O acerto do alvinegro praiano com atacante Robinho fez com que um dos patrocinadores do clube optasse pelo rompimento do vínculo com o Santos.


 


Conhecida por ser uma rede de franquias do setor de ortodontia estética, a Orthopride tinha contrato com o clube até fevereiro de 2021. A marca estampava a parte interior dos números na camisa do Santos.


 


O anúncio foi feito pelo diretor de operações da empresa, Richard Adam, em entrevista ao GE.


 


PATROCINADORES

“Nós temos enorme respeito pela história do Santos. Mas neste momento decidimos pelo rompimento do contrato de patrocínio. Nosso público é majoritariamente feminino e, em respeito às mulheres que consomem nossos produtos, tivemos que tomar essa decisão. Queremos deixar claro que não fomos informados previamente sobre a contratação do Robinho, fomos pegos de surpresa pela imprensa no fim de semana”, explicou o diretor.


 


Aos 36 anos, Robinho está em sua terceira passagem pelo peixe e assinou um contrato de cinco meses. No entanto, o que era para ser motivo de festa pelo retorno do ídolo tem despertado diversas críticas por conta de um caso de estupro envolvendo o jogador.


 


Condenado em primeira instância a nove anos de prisão pelo estupro de uma mulher, Robinho responde pelo crime, julgado em Milão na Itália. O caso aconteceu em 2013 quando o atacante defendia o Milan. A decisão da justiça italiana ainda cabe recurso.


 


Nesta semana, um polêmica surgiu nas redes sociais por conta do termo que deve ser utilizado para se referir ao jogador. Enquanto a defesa do craque alega que Robinho é inocente enquanto não seja finalizado o processo, outros tratam o atacante como condenado pelo caso.


O acerto do alvinegro praiano com atacante Robinho fez com que um dos patrocinadores do clube optasse pelo rompimento do vínculo com o Santos.



Conhecida por ser uma rede de franquias do setor de ortodontia estética, a Orthopride tinha contrato com o clube até fevereiro de 2021. A marca estampava a parte interior dos números na camisa do Santos.



O anúncio foi feito pelo diretor de operações da empresa, Richard Adam, em entrevista ao GE.



PATROCINADORES

“Nós temos enorme respeito pela história do Santos. Mas neste momento decidimos pelo rompimento do contrato de patrocínio. Nosso público é majoritariamente feminino e, em respeito às mulheres que consomem nossos produtos, tivemos que tomar essa decisão. Queremos deixar claro que não fomos informados previamente sobre a contratação do Robinho, fomos pegos de surpresa pela imprensa no fim de semana”, explicou o diretor.



Aos 36 anos, Robinho está em sua terceira passagem pelo peixe e assinou um contrato de cinco meses. No entanto, o que era para ser motivo de festa pelo retorno do ídolo tem despertado diversas críticas por conta de um caso de estupro envolvendo o jogador.



Condenado em primeira instância a nove anos de prisão pelo estupro de uma mulher, Robinho responde pelo crime, julgado em Milão na Itália. O caso aconteceu em 2013 quando o atacante defendia o Milan. A decisão da justiça italiana ainda cabe recurso.



Nesta semana, um polêmica surgiu nas redes sociais por conta do termo que deve ser utilizado para se referir ao jogador. Enquanto a defesa do craque alega que Robinho é inocente enquanto não seja finalizado o processo, outros tratam o atacante como condenado pelo caso.



Veja Também