news:

Notícias

Bolsonaro autoriza emprego das Forças Armadas para fazer segurança das eleições

Publicado por TV Minas em 20/10/2020 às 15h19

foto_principal.jpg

Local de atuação dos militares ainda será definido; medida atende a pedido do TSE.

 

O presidente Jair Bolsonaro editou um decreto autorizando o emprego das Forças Armadas durante as eleições municipais de 2020. A medida atende a um pedido do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), para garantir a segurança da votação e da apuração dos votos. O decreto foi  publicado nesta terça-feira no Diário Oficial da União (DOU).

 

Os locais de atuação dos militares ainda serão definidos. O Ministério da Defesa e o Gabinete de Segurança Institucional (GSI) também participaração do cumprimento do decreto. 

 

Nas eleições municipais de 2016, as Forças Armadas atuaram em 107 localidades. No segundo turno das eleições gerais de 2018 houve o emprego de militares em 491 locais.

Local de atuação dos militares ainda será definido; medida atende a pedido do TSE.


 


O presidente Jair Bolsonaro editou um decreto autorizando o emprego das Forças Armadas durante as eleições municipais de 2020. A medida atende a um pedido do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), para garantir a segurança da votação e da apuração dos votos. O decreto foi  publicado nesta terça-feira no Diário Oficial da União (DOU).


PATROCINADORES

 


Os locais de atuação dos militares ainda serão definidos. O Ministério da Defesa e o Gabinete de Segurança Institucional (GSI) também participaração do cumprimento do decreto. 


 


Nas eleições municipais de 2016, as Forças Armadas atuaram em 107 localidades. No segundo turno das eleições gerais de 2018 houve o emprego de militares em 491 locais.


Local de atuação dos militares ainda será definido; medida atende a pedido do TSE.



O presidente Jair Bolsonaro editou um decreto autorizando o emprego das Forças Armadas durante as eleições municipais de 2020. A medida atende a um pedido do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), para garantir a segurança da votação e da apuração dos votos. O decreto foi  publicado nesta terça-feira no Diário Oficial da União (DOU).



Os locais de atuação dos militares ainda serão definidos. O Ministério da Defesa e o Gabinete de Segurança Institucional (GSI) também participaração do cumprimento do decreto. 



PATROCINADORES

Nas eleições municipais de 2016, as Forças Armadas atuaram em 107 localidades. No segundo turno das eleições gerais de 2018 houve o emprego de militares em 491 locais.



Veja Também