news:

Notícias

Menino de 11 anos denuncia pais por agressão em Minas Gerais

Publicado por TV Minas em 22/10/2020 às 17h17

foto_principal.jpg

Conforme ocorrência, pais bateram no menino ao saberem que ele praticou ato sexual com uma prima de 4 anos; mãe foi detida.

 

A Polícia Militar (PM) registrou uma denúncia de agressão depois de ser procurada por um menino de 11 anos em Patos de Minas.

 

Segundo relatos da criança na ocorrência, ele foi espancado pelos pais nesta quarta-feira (21) e o motivo é por ter tido assediado sexualmente uma prima de 4 anos.

 

O Conselho Tutelar foi acionado e confirmou os fatos, informando ainda que o menino contou que um casal de irmãos, de 5 e 8 anos, também tentaram praticar o mesmo ato sexual. Contudo, todos estavam de roupas.

 

Segundo a PM, a mãe da menina de 4 anos descobriu sobre a relação dela com o primo, que teria acontecido no dia 5 de outubro, e contou aos pais do garoto. Os pais então bateram no menino com uma corda.

 

Ainda conforme relatos da polícia, o agredido conseguiu fugir de casa e pedir ajuda em um mercado nas proximidades.

 

Uma guarnição foi acionada e se dirigiu até o local, onde encontrou a criança com as roupas rasgadas e hematomas em diversas partes do corpo e da face.

 

Em seguida, foram até a casa da família, onde a mãe foi detida e as crianças entregues ao Conselho Tutelar. O pai não foi encontrado.

 

As crianças foram levadas para realizar exame médico e depois encaminhadas para a Casa da Acolhida.

 

A Polícia Civil também foi informada dos fatos. A reportagem procurou a delegacia, mas até a última atualização desta matéria não obteve informações.

 

 

Conselho Tutelar


Por telefone, a conselheira tutelar Serafina Borges de Camargo disse ao G1 que os fatos foram acompanhados pela instituição e que as quatro crianças envolvidas na ocorrência passaram por atendimento médico.

 

A menina de 4 anos está com a família e os três irmãos seguem na Casa da Acolhida.

 

Informou também que o pai não foi encontrado e a mãe detida para apuração do crime.


Ainda segundo a conselheira, o menino contou que usou roupa no momento do ato sexual, mas ela não deu detalhes sobre o que ocorreu entre as crianças. Disse também que os irmãos mais novos tentaram fazer o mesmo, mas desistiram.

Conforme ocorrência, pais bateram no menino ao saberem que ele praticou ato sexual com uma prima de 4 anos; mãe foi detida.


 


A Polícia Militar (PM) registrou uma denúncia de agressão depois de ser procurada por um menino de 11 anos em Patos de Minas.


 


Segundo relatos da criança na ocorrência, ele foi espancado pelos pais nesta quarta-feira (21) e o motivo é por ter tido assediado sexualmente uma prima de 4 anos.


 


O Conselho Tutelar foi acionado e confirmou os fatos, informando ainda que o menino contou que um casal de irmãos, de 5 e 8 anos, também tentaram praticar o mesmo ato sexual. Contudo, todos estavam de roupas.


 


Segundo a PM, a mãe da menina de 4 anos descobriu sobre a relação dela com o primo, que teria acontecido no dia 5 de outubro, e contou aos pais do garoto. Os pais então bateram no menino com uma corda.


 


Ainda conforme relatos da polícia, o agredido conseguiu fugir de casa e pedir ajuda em um mercado nas proximidades.


 


Uma guarnição foi acionada e se dirigiu até o local, onde encontrou a criança com as roupas rasgadas e hematomas em diversas partes do corpo e da face.


 


PATROCINADORES

Em seguida, foram até a casa da família, onde a mãe foi detida e as crianças entregues ao Conselho Tutelar. O pai não foi encontrado.


 


As crianças foram levadas para realizar exame médico e depois encaminhadas para a Casa da Acolhida.


 


A Polícia Civil também foi informada dos fatos. A reportagem procurou a delegacia, mas até a última atualização desta matéria não obteve informações.


 


 


Conselho Tutelar



Por telefone, a conselheira tutelar Serafina Borges de Camargo disse ao G1 que os fatos foram acompanhados pela instituição e que as quatro crianças envolvidas na ocorrência passaram por atendimento médico.


 


A menina de 4 anos está com a família e os três irmãos seguem na Casa da Acolhida.


 


Informou também que o pai não foi encontrado e a mãe detida para apuração do crime.



Ainda segundo a conselheira, o menino contou que usou roupa no momento do ato sexual, mas ela não deu detalhes sobre o que ocorreu entre as crianças. Disse também que os irmãos mais novos tentaram fazer o mesmo, mas desistiram.


Conforme ocorrência, pais bateram no menino ao saberem que ele praticou ato sexual com uma prima de 4 anos; mãe foi detida.



A Polícia Militar (PM) registrou uma denúncia de agressão depois de ser procurada por um menino de 11 anos em Patos de Minas.



Segundo relatos da criança na ocorrência, ele foi espancado pelos pais nesta quarta-feira (21) e o motivo é por ter tido assediado sexualmente uma prima de 4 anos.



O Conselho Tutelar foi acionado e confirmou os fatos, informando ainda que o menino contou que um casal de irmãos, de 5 e 8 anos, também tentaram praticar o mesmo ato sexual. Contudo, todos estavam de roupas.



Segundo a PM, a mãe da menina de 4 anos descobriu sobre a relação dela com o primo, que teria acontecido no dia 5 de outubro, e contou aos pais do garoto. Os pais então bateram no menino com uma corda.



PATROCINADORES

Ainda conforme relatos da polícia, o agredido conseguiu fugir de casa e pedir ajuda em um mercado nas proximidades.



Uma guarnição foi acionada e se dirigiu até o local, onde encontrou a criança com as roupas rasgadas e hematomas em diversas partes do corpo e da face.



Em seguida, foram até a casa da família, onde a mãe foi detida e as crianças entregues ao Conselho Tutelar. O pai não foi encontrado.



As crianças foram levadas para realizar exame médico e depois encaminhadas para a Casa da Acolhida.



PATROCINADORES

A Polícia Civil também foi informada dos fatos. A reportagem procurou a delegacia, mas até a última atualização desta matéria não obteve informações.



Conselho Tutelar




Por telefone, a conselheira tutelar Serafina Borges de Camargo disse ao G1 que os fatos foram acompanhados pela instituição e que as quatro crianças envolvidas na ocorrência passaram por atendimento médico.



A menina de 4 anos está com a família e os três irmãos seguem na Casa da Acolhida.



Informou também que o pai não foi encontrado e a mãe detida para apuração do crime.




Ainda segundo a conselheira, o menino contou que usou roupa no momento do ato sexual, mas ela não deu detalhes sobre o que ocorreu entre as crianças. Disse também que os irmãos mais novos tentaram fazer o mesmo, mas desistiram.



Veja Também