news:

Bem Estar

Cães e gatos de pessoas que já tiveram covid-19 serão testados

Publicado por TV Minas em 22/10/2020 às 22h04

foto_principal.jpg

O número de animais selecionados em cada cidade levará em consideração o número de pessoas contaminadas.

 

A Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) lançou uma campanha para testar, de graça, cerca de mil cães e gatos de pessoas que já tiveram Covid-19.

 

A proposta é investigar o potencial de infecção e transmissão da doença entre humanos e animais. Os testes serão feitos em Belo Horizonte e outras quatro capitais.

 

O número de animais selecionados em cada cidade levará em consideração o número de pessoas contaminadas.

 

Segundo o professor do Laboratório de Epidemiologia de Doenças Infecciosas e Parasitárias da UFMG David Soeiro, o estudo ainda está na fase inicial de escolha dos candidatos.

 

 

Como participar:

 

  • O animal deve viver em uma casa em que o dono esteja em isolamento domiciliar;
  • O dono deve ter diagnóstico laboratorial confirmado de Covid-19 ou resposta imunológica com data de diagnóstico de até sete dias;
  • É necessário concordar com duas coletas de amostras biológicas, com intervalo médio de sete dias entre cada uma.


O interessado deve enviar um e-mail para [email protected] informando número de celular, e-mail, seu nome e do animal, e dizer se o teste será feito em cão ou gato. A equipe do projeto entrará em contato.

 

Se o resultado for positivo os demais animais da residência também serão testados e os familiares orientados a ter acompanhamento veterinário por 14 dias.

 

As medidas de higiene e proteção individual também devem ser intensificadas.

O número de animais selecionados em cada cidade levará em consideração o número de pessoas contaminadas.


 


A Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) lançou uma campanha para testar, de graça, cerca de mil cães e gatos de pessoas que já tiveram Covid-19.


 


A proposta é investigar o potencial de infecção e transmissão da doença entre humanos e animais. Os testes serão feitos em Belo Horizonte e outras quatro capitais.


 


O número de animais selecionados em cada cidade levará em consideração o número de pessoas contaminadas.


 


Segundo o professor do Laboratório de Epidemiologia de Doenças Infecciosas e Parasitárias da UFMG David Soeiro, o estudo ainda está na fase inicial de escolha dos candidatos.


PATROCINADORES

 


 


Como participar:


 

  • O animal deve viver em uma casa em que o dono esteja em isolamento domiciliar;
  • O dono deve ter diagnóstico laboratorial confirmado de Covid-19 ou resposta imunológica com data de diagnóstico de até sete dias;
  • É necessário concordar com duas coletas de amostras biológicas, com intervalo médio de sete dias entre cada uma.


O interessado deve enviar um e-mail para [email protected] informando número de celular, e-mail, seu nome e do animal, e dizer se o teste será feito em cão ou gato. A equipe do projeto entrará em contato.


 


Se o resultado for positivo os demais animais da residência também serão testados e os familiares orientados a ter acompanhamento veterinário por 14 dias.


 


As medidas de higiene e proteção individual também devem ser intensificadas.


O número de animais selecionados em cada cidade levará em consideração o número de pessoas contaminadas.



A Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) lançou uma campanha para testar, de graça, cerca de mil cães e gatos de pessoas que já tiveram Covid-19.



A proposta é investigar o potencial de infecção e transmissão da doença entre humanos e animais. Os testes serão feitos em Belo Horizonte e outras quatro capitais.



PATROCINADORES

O número de animais selecionados em cada cidade levará em consideração o número de pessoas contaminadas.



Segundo o professor do Laboratório de Epidemiologia de Doenças Infecciosas e Parasitárias da UFMG David Soeiro, o estudo ainda está na fase inicial de escolha dos candidatos.



Como participar:



PATROCINADORES

 

  • O animal deve viver em uma casa em que o dono esteja em isolamento domiciliar;
  • O dono deve ter diagnóstico laboratorial confirmado de Covid-19 ou resposta imunológica com data de diagnóstico de até sete dias;
  • É necessário concordar com duas coletas de amostras biológicas, com intervalo médio de sete dias entre cada uma.



O interessado deve enviar um e-mail para [email protected] informando número de celular, e-mail, seu nome e do animal, e dizer se o teste será feito em cão ou gato. A equipe do projeto entrará em contato.



Se o resultado for positivo os demais animais da residência também serão testados e os familiares orientados a ter acompanhamento veterinário por 14 dias.



As medidas de higiene e proteção individual também devem ser intensificadas.



Veja Também