news:

Esporte

Pouso Alegre perde jogo e invencibilidade que durava dois anos

Publicado por TV Minas em 26/10/2020 às 00h15

foto_principal.jpg

Matéria extraída do Terra do Mandu

 

Partida marcou o reencontro das duas equipes finalistas da Segunda Divisão de 2019, quando o PAFC foi campeão invicto.

 

O Pouso Alegre foi derrotado pelo Betim, na tarde deste domingo (25), no Manduzão, em partida válida pela 10ª rodada do Módulo 2 do Campeonato Mineiro. O placar foi 2 a 1 para o time visitante, de virada.

 

A partida deste domingo marcou o reencontro entre as equipes finalistas da Segunda Divisão de 2019, quando o Pouso Alegre venceu o segundo confronto por 1 a 0, depois de um empate sem gols no jogo de ida. Na próxima terça, dia 27, faz um ano daquele domingo em que o Dragão do Mandu se sagrou campeão invicto da Segundona.

 

 

O jogo

 

O Pouso Alegre, líder do Módulo 2, entrou em campo já classificado para a próxima fase da competição. Já o Betim estava em quarto na tabela e precisava da vitória para continuar na briga por uma das quatro vagas.

 

A equipe da Região Metropolitana de BH começou no ataque, indo para cima do Pouso Alegre, que jogava recuado, buscando o contra-ataque.

 

E foi assim que o time da casa abriu o placar. Numa saída em velocidade, o colombiano Palácios ficou cara a cara com o goleiro Lucão, que foi nas pernas do atacante. O juiz marcou pênalti e deu cartão amarelo para o goleiro. Na cobrança, Alvinho bateu colocado, inaugurando o marcador.

 

A chuva que ameaçava cair deste o primeiro minuto veio forte na parte final do primeiro tempo. Foi durante o temporal que o Betim chegou ao empate, num chute cruzado, o goleiro Cairo nada pode fazer.

 

Um arco-íris anunciou o fim do temporal. O que não mudou foi a postura dos times em campo. O Betim continuou indo mais ao ataque, diante da necessidade de somar três pontas.

 

O técnico Ito Roque fez algumas mudanças no ataque, mas o Pouso Alegre permaneceu sem criar chances claras de pular na frente de novo.

 

Quando o jogo já caminhava para um empate, o Betim foi novamente ao ataque e, num chute cruzado, o zagueiro do Pouso Alegre Pedro Vítor foi cortar e empurrou para as próprias redes. Gol contra, que deu a vitória ao Betim e decretou o fim da invencibilidade do Dragão do Mandu, que durou dois anos e um mês, em 24 jogos oficiais.

 

 

Fim da maior maior invencibilidade do Brasil

 

O resultado do jogo também marcou o fim de uma invencibilidade do Pouso Alegre que durava dois anos e um mês. O Pousão ficou invicto em 24 partidas oficiais, e ostentava o posto de maior série invicta do Brasil no momento.

 

A última derrota tinha ocorrido diante do Coimbra, no dia 19 de setembro de 2018, por 2 a 1, em partida disputada em Nova Serrana (MG), pela 9ª rodada da Segunda Divisão daquele ano.

 

O Dragão do Mandu iniciou a série invicta nos três jogos restantes da primeira fase da competição em 2018, mesmo não avançando para o mata-mata. Em 2019, veio a campanha do título invicto, com 12 confrontos. Em 2020 a invencibilidade durou nove jogos.

Matéria extraída do Terra do Mandu


 


Partida marcou o reencontro das duas equipes finalistas da Segunda Divisão de 2019, quando o PAFC foi campeão invicto.


 


O Pouso Alegre foi derrotado pelo Betim, na tarde deste domingo (25), no Manduzão, em partida válida pela 10ª rodada do Módulo 2 do Campeonato Mineiro. O placar foi 2 a 1 para o time visitante, de virada.


 


A partida deste domingo marcou o reencontro entre as equipes finalistas da Segunda Divisão de 2019, quando o Pouso Alegre venceu o segundo confronto por 1 a 0, depois de um empate sem gols no jogo de ida. Na próxima terça, dia 27, faz um ano daquele domingo em que o Dragão do Mandu se sagrou campeão invicto da Segundona.


 


 


O jogo


 


O Pouso Alegre, líder do Módulo 2, entrou em campo já classificado para a próxima fase da competição. Já o Betim estava em quarto na tabela e precisava da vitória para continuar na briga por uma das quatro vagas.


 


A equipe da Região Metropolitana de BH começou no ataque, indo para cima do Pouso Alegre, que jogava recuado, buscando o contra-ataque.


 


E foi assim que o time da casa abriu o placar. Numa saída em velocidade, o colombiano Palácios ficou cara a cara com o goleiro Lucão, que foi nas pernas do atacante. O juiz marcou pênalti e deu cartão amarelo para o goleiro. Na cobrança, Alvinho bateu colocado, inaugurando o marcador.


PATROCINADORES

 


A chuva que ameaçava cair deste o primeiro minuto veio forte na parte final do primeiro tempo. Foi durante o temporal que o Betim chegou ao empate, num chute cruzado, o goleiro Cairo nada pode fazer.


 


Um arco-íris anunciou o fim do temporal. O que não mudou foi a postura dos times em campo. O Betim continuou indo mais ao ataque, diante da necessidade de somar três pontas.


 


O técnico Ito Roque fez algumas mudanças no ataque, mas o Pouso Alegre permaneceu sem criar chances claras de pular na frente de novo.


 


Quando o jogo já caminhava para um empate, o Betim foi novamente ao ataque e, num chute cruzado, o zagueiro do Pouso Alegre Pedro Vítor foi cortar e empurrou para as próprias redes. Gol contra, que deu a vitória ao Betim e decretou o fim da invencibilidade do Dragão do Mandu, que durou dois anos e um mês, em 24 jogos oficiais.


 


 


Fim da maior maior invencibilidade do Brasil


 


O resultado do jogo também marcou o fim de uma invencibilidade do Pouso Alegre que durava dois anos e um mês. O Pousão ficou invicto em 24 partidas oficiais, e ostentava o posto de maior série invicta do Brasil no momento.


 


A última derrota tinha ocorrido diante do Coimbra, no dia 19 de setembro de 2018, por 2 a 1, em partida disputada em Nova Serrana (MG), pela 9ª rodada da Segunda Divisão daquele ano.


 


O Dragão do Mandu iniciou a série invicta nos três jogos restantes da primeira fase da competição em 2018, mesmo não avançando para o mata-mata. Em 2019, veio a campanha do título invicto, com 12 confrontos. Em 2020 a invencibilidade durou nove jogos.


Matéria extraída do Terra do Mandu



Partida marcou o reencontro das duas equipes finalistas da Segunda Divisão de 2019, quando o PAFC foi campeão invicto.



O Pouso Alegre foi derrotado pelo Betim, na tarde deste domingo (25), no Manduzão, em partida válida pela 10ª rodada do Módulo 2 do Campeonato Mineiro. O placar foi 2 a 1 para o time visitante, de virada.



A partida deste domingo marcou o reencontro entre as equipes finalistas da Segunda Divisão de 2019, quando o Pouso Alegre venceu o segundo confronto por 1 a 0, depois de um empate sem gols no jogo de ida. Na próxima terça, dia 27, faz um ano daquele domingo em que o Dragão do Mandu se sagrou campeão invicto da Segundona.



O jogo



PATROCINADORES

O Pouso Alegre, líder do Módulo 2, entrou em campo já classificado para a próxima fase da competição. Já o Betim estava em quarto na tabela e precisava da vitória para continuar na briga por uma das quatro vagas.



A equipe da Região Metropolitana de BH começou no ataque, indo para cima do Pouso Alegre, que jogava recuado, buscando o contra-ataque.



E foi assim que o time da casa abriu o placar. Numa saída em velocidade, o colombiano Palácios ficou cara a cara com o goleiro Lucão, que foi nas pernas do atacante. O juiz marcou pênalti e deu cartão amarelo para o goleiro. Na cobrança, Alvinho bateu colocado, inaugurando o marcador.



A chuva que ameaçava cair deste o primeiro minuto veio forte na parte final do primeiro tempo. Foi durante o temporal que o Betim chegou ao empate, num chute cruzado, o goleiro Cairo nada pode fazer.



Um arco-íris anunciou o fim do temporal. O que não mudou foi a postura dos times em campo. O Betim continuou indo mais ao ataque, diante da necessidade de somar três pontas.



O técnico Ito Roque fez algumas mudanças no ataque, mas o Pouso Alegre permaneceu sem criar chances claras de pular na frente de novo.



PATROCINADORES

Quando o jogo já caminhava para um empate, o Betim foi novamente ao ataque e, num chute cruzado, o zagueiro do Pouso Alegre Pedro Vítor foi cortar e empurrou para as próprias redes. Gol contra, que deu a vitória ao Betim e decretou o fim da invencibilidade do Dragão do Mandu, que durou dois anos e um mês, em 24 jogos oficiais.



Fim da maior maior invencibilidade do Brasil



O resultado do jogo também marcou o fim de uma invencibilidade do Pouso Alegre que durava dois anos e um mês. O Pousão ficou invicto em 24 partidas oficiais, e ostentava o posto de maior série invicta do Brasil no momento.



A última derrota tinha ocorrido diante do Coimbra, no dia 19 de setembro de 2018, por 2 a 1, em partida disputada em Nova Serrana (MG), pela 9ª rodada da Segunda Divisão daquele ano.



O Dragão do Mandu iniciou a série invicta nos três jogos restantes da primeira fase da competição em 2018, mesmo não avançando para o mata-mata. Em 2019, veio a campanha do título invicto, com 12 confrontos. Em 2020 a invencibilidade durou nove jogos.



Veja Também