news:

Esporte

Hamilton vence em Portugal e se torna o maior vencedor da história da Fórmula 1

Publicado por TV Minas em 26/10/2020 às 00h19

foto_principal.jpg

O inglês Lewis Hamilton não cansa de ganhar. Largando da pole position, o piloto venceu neste domingo (25) o Grande Prêmio de Portugal, em Portimão, na região do Algarve. Com isso, ele acumula 92 vitórias na carreira e ultrapassa Michael Schumacher como maior vencedor de todos os tempos da categoria. 

 

Mas, apesar do resultado "esperado", a corrida foi pegada. Hamilton perdeu a liderança logo na largada para o seu companheiro de equipe e rival na luta pelo título Valtteri Bottas. O mexicano Carlos Sainz, da McLaren, também aproveitou a brecha e ultrapassou primeiro Hamilton e depois Bottas, assumindo a ponta.

 

As Mercedes demoraram um pouco mais que o normal para demonstrar a performance de sempre, o que rendeu a Sainz algumas voltas na liderança. Depois disso, no entanto, tudo voltou ao normal. Na volta 20 Hamilton já havia assumido a liderança, seguido de perto por Bottas. O que se manteve até o final do GP.

 

No final das contas, deu a lógica. Lewis Hamilton no alto do pódio, Valtteri Bottas em segundo com 25 segundos de atraso, e Max Verstappen, da Red Bull, em terceiro, com 34 segundos de distância do vencedor.

 

Este pódio também vale para o Mundial de Pilotos, que tem o inglês na liderança com 230 pontos, o finlandês com 161, e o holandês com 147. Entre as equipes, a Mercedes leva 391 pontos enquanto a Red Bull tem 211 e a Racing Point, 120.

 

 

Recorde

 

Com a vitória, Hamilton alcançou seu caneco de número 92 na categoria. Ultrapassou Michael Schumacher e se tornou o maior vencedor da história da F1. Para se ter uma ideia, Alain Prost e Ayrton Senna, dois dos maiores pilotos da história, têm juntos 92 triunfos (51 do francês e 41 do brasileiro).

 

O britânico pode ainda igualar Schumacher no número de títulos ao final desta temporada. Ele tem 6 e o alemão venceu 7 vezes a competição. Novamente, Prost e Senna têm juntos este número (4 títulos do europeu e 3 do paulistano).

 

 

GP de Portugal

 

Longe do circuito da Fórmula 1 desde 1996, Portugal voltou a receber um Grande Prêmio em 2020. Foi a estreia do Autódromo do Algarve, que fica na cidade de Portimão, no sul do país. Antes as corridas ocorriam em Estoril, na região metropolitana de Lisboa. O novo circuito foi elogiado pelos pilotos por fugir do padrão europeu e contar com diversas variações de relevo.

O inglês Lewis Hamilton não cansa de ganhar. Largando da pole position, o piloto venceu neste domingo (25) o Grande Prêmio de Portugal, em Portimão, na região do Algarve. Com isso, ele acumula 92 vitórias na carreira e ultrapassa Michael Schumacher como maior vencedor de todos os tempos da categoria. 


 


Mas, apesar do resultado "esperado", a corrida foi pegada. Hamilton perdeu a liderança logo na largada para o seu companheiro de equipe e rival na luta pelo título Valtteri Bottas. O mexicano Carlos Sainz, da McLaren, também aproveitou a brecha e ultrapassou primeiro Hamilton e depois Bottas, assumindo a ponta.


 


As Mercedes demoraram um pouco mais que o normal para demonstrar a performance de sempre, o que rendeu a Sainz algumas voltas na liderança. Depois disso, no entanto, tudo voltou ao normal. Na volta 20 Hamilton já havia assumido a liderança, seguido de perto por Bottas. O que se manteve até o final do GP.


 


No final das contas, deu a lógica. Lewis Hamilton no alto do pódio, Valtteri Bottas em segundo com 25 segundos de atraso, e Max Verstappen, da Red Bull, em terceiro, com 34 segundos de distância do vencedor.


 


Este pódio também vale para o Mundial de Pilotos, que tem o inglês na liderança com 230 pontos, o finlandês com 161, e o holandês com 147. Entre as equipes, a Mercedes leva 391 pontos enquanto a Red Bull tem 211 e a Racing Point, 120.


 


PATROCINADORES

 


Recorde


 


Com a vitória, Hamilton alcançou seu caneco de número 92 na categoria. Ultrapassou Michael Schumacher e se tornou o maior vencedor da história da F1. Para se ter uma ideia, Alain Prost e Ayrton Senna, dois dos maiores pilotos da história, têm juntos 92 triunfos (51 do francês e 41 do brasileiro).


 


O britânico pode ainda igualar Schumacher no número de títulos ao final desta temporada. Ele tem 6 e o alemão venceu 7 vezes a competição. Novamente, Prost e Senna têm juntos este número (4 títulos do europeu e 3 do paulistano).


 


 


GP de Portugal


 


Longe do circuito da Fórmula 1 desde 1996, Portugal voltou a receber um Grande Prêmio em 2020. Foi a estreia do Autódromo do Algarve, que fica na cidade de Portimão, no sul do país. Antes as corridas ocorriam em Estoril, na região metropolitana de Lisboa. O novo circuito foi elogiado pelos pilotos por fugir do padrão europeu e contar com diversas variações de relevo.


O inglês Lewis Hamilton não cansa de ganhar. Largando da pole position, o piloto venceu neste domingo (25) o Grande Prêmio de Portugal, em Portimão, na região do Algarve. Com isso, ele acumula 92 vitórias na carreira e ultrapassa Michael Schumacher como maior vencedor de todos os tempos da categoria. 



Mas, apesar do resultado "esperado", a corrida foi pegada. Hamilton perdeu a liderança logo na largada para o seu companheiro de equipe e rival na luta pelo título Valtteri Bottas. O mexicano Carlos Sainz, da McLaren, também aproveitou a brecha e ultrapassou primeiro Hamilton e depois Bottas, assumindo a ponta.



As Mercedes demoraram um pouco mais que o normal para demonstrar a performance de sempre, o que rendeu a Sainz algumas voltas na liderança. Depois disso, no entanto, tudo voltou ao normal. Na volta 20 Hamilton já havia assumido a liderança, seguido de perto por Bottas. O que se manteve até o final do GP.



No final das contas, deu a lógica. Lewis Hamilton no alto do pódio, Valtteri Bottas em segundo com 25 segundos de atraso, e Max Verstappen, da Red Bull, em terceiro, com 34 segundos de distância do vencedor.



PATROCINADORES

Este pódio também vale para o Mundial de Pilotos, que tem o inglês na liderança com 230 pontos, o finlandês com 161, e o holandês com 147. Entre as equipes, a Mercedes leva 391 pontos enquanto a Red Bull tem 211 e a Racing Point, 120.



Recorde



Com a vitória, Hamilton alcançou seu caneco de número 92 na categoria. Ultrapassou Michael Schumacher e se tornou o maior vencedor da história da F1. Para se ter uma ideia, Alain Prost e Ayrton Senna, dois dos maiores pilotos da história, têm juntos 92 triunfos (51 do francês e 41 do brasileiro).



PATROCINADORES

O britânico pode ainda igualar Schumacher no número de títulos ao final desta temporada. Ele tem 6 e o alemão venceu 7 vezes a competição. Novamente, Prost e Senna têm juntos este número (4 títulos do europeu e 3 do paulistano).



GP de Portugal



Longe do circuito da Fórmula 1 desde 1996, Portugal voltou a receber um Grande Prêmio em 2020. Foi a estreia do Autódromo do Algarve, que fica na cidade de Portimão, no sul do país. Antes as corridas ocorriam em Estoril, na região metropolitana de Lisboa. O novo circuito foi elogiado pelos pilotos por fugir do padrão europeu e contar com diversas variações de relevo.



Veja Também