news:

Entretenimento e Curiosidade

Influencer brasileira reconstrói hímen e anuncia rifa de nova virgindade

Publicado por TV Minas em 05/11/2020 às 21h17

foto_principal.jpg

"Eu quero fazer essa rifa, o corpo é meu! As regras são minhas! Vou fazer sexo com um homem desconhecido, porém, ele me conhece e me quer a ponto de comprar a rifa!"

 

"Única diferença de sexo de balada, é que vou estar sóbria e vou ganhar dinheiro". É essa que Ana Otani, protagonista do canal "Segredos da Ana" confirmou a intenção de anunciar uma noite de sexo com ela.

 

A jovem é conhecida por dar dicas de sexo no YouTube e ter um serviço de assinaturas de conteúdos adultos pela web.

 

O controverso anúncio foi feito pelo influencer de finanças Diego Aguiar, para seus mais de 1,4 milhão de seguidores.

 

"Japa, minha amiga, fez uma cirurgia que ela reconstruiu o hímen, ou seja, ela voltou a ser virgem, ela é a única virgem experiente do mundo, e em breve a gente vai estar rifando essa virgindade.

 

Vai ser a primeira rifa de uma virgindade e vocês vão poder concorrer com um valor muito, mas muito baixo, porque quero que todos tenham a oportunidade de ter uma japonesa virgem na vida de vocês", declarou em vídeo.

 

Assistido cerca de 1 milhão de vezes, o vídeo provocou revolta desde que foi postado, no último final de semana. "Eu quero fazer essa rifa, o corpo é meu! As regras são minhas! Vou fazer sexo com um homem desconhecido, porém, ele me conhece e me quer a ponto de comprar a rifa!", se defendeu das críticas contra ela, sua família e acusações de que estaria incentivando a exploração sexual.

 

"A prostituição existe há milhares de anos! Não inventei e não serei a última a fazer", completou.

 

Nesta segunda-feira, Diego comemorava o apoio recebido nas redes, enquanto a protagonista da história rebatia acusações de que estaria sendo agenciada para a prostituição pelo influencer.

 

Eles aparecem numa cama de hotel comentando a situação. "Gente, vocês acham que eu preciso de alguém pra me agenciar, alguém pra dizer o que eu tenho que fazer? Se eu quiser dar e cobrar e eu dou de cobro, se eu quiser dar de graça, eu dou, igual vocês que dão de graça para todo mundo", alegou a jovem.

 

No Brasil, prostituição não é crime e o ofício chegou a ser incluído pelo então Ministério do Trabalho na lista oficial reconhecida pelo governo brasileiro.

 

Na lei, ela é caracterizada como troca consciente de favores sexuais por dinheiro. Já o ato de tirar vantagem da prostituição alheia é configurada como crime de rufianismo, pelo artigo 230 do Código Penal: Tirar proveito da prostituição alheia, participando diretamente de seus lucros ou fazendo-se sustentar, no todo ou em parte, por quem a exerça. Pena - reclusão, de um a quatro anos, e multa.

 

 

Histórico


Não ficou claro se há intenção de realmente levar a questão à frente ou se tudo não passa de uma brincadeira ou factoide para polemizar nas redes. Questionada, Otani diz que ainda não começou a vender a criticada rifa e não há previsão para início.

 

A dúvida se dá porque essa não é a primeira vez que Ana Otani ganha manchetes na imprensa nacional. Recentemente, inclusive, ela foi detida pela polícia ao tentar por fogo na produtora de seus vídeos eróticos, a Califórnia TV, em Natal, no Rio Grande do Norte. Depois do incidente, ainda lucrou postando o vídeo da confusão em seu canal.

 

"Eu quero fazer essa rifa, o corpo é meu! As regras são minhas! Vou fazer sexo com um homem desconhecido, porém, ele me conhece e me quer a ponto de comprar a rifa!"


 


"Única diferença de sexo de balada, é que vou estar sóbria e vou ganhar dinheiro". É essa que Ana Otani, protagonista do canal "Segredos da Ana" confirmou a intenção de anunciar uma noite de sexo com ela.


 


A jovem é conhecida por dar dicas de sexo no YouTube e ter um serviço de assinaturas de conteúdos adultos pela web.


 


O controverso anúncio foi feito pelo influencer de finanças Diego Aguiar, para seus mais de 1,4 milhão de seguidores.


 


"Japa, minha amiga, fez uma cirurgia que ela reconstruiu o hímen, ou seja, ela voltou a ser virgem, ela é a única virgem experiente do mundo, e em breve a gente vai estar rifando essa virgindade.


 


Vai ser a primeira rifa de uma virgindade e vocês vão poder concorrer com um valor muito, mas muito baixo, porque quero que todos tenham a oportunidade de ter uma japonesa virgem na vida de vocês", declarou em vídeo.


 


Assistido cerca de 1 milhão de vezes, o vídeo provocou revolta desde que foi postado, no último final de semana. "Eu quero fazer essa rifa, o corpo é meu! As regras são minhas! Vou fazer sexo com um homem desconhecido, porém, ele me conhece e me quer a ponto de comprar a rifa!", se defendeu das críticas contra ela, sua família e acusações de que estaria incentivando a exploração sexual.


 


"A prostituição existe há milhares de anos! Não inventei e não serei a última a fazer", completou.


PATROCINADORES

 


Nesta segunda-feira, Diego comemorava o apoio recebido nas redes, enquanto a protagonista da história rebatia acusações de que estaria sendo agenciada para a prostituição pelo influencer.


 


Eles aparecem numa cama de hotel comentando a situação. "Gente, vocês acham que eu preciso de alguém pra me agenciar, alguém pra dizer o que eu tenho que fazer? Se eu quiser dar e cobrar e eu dou de cobro, se eu quiser dar de graça, eu dou, igual vocês que dão de graça para todo mundo", alegou a jovem.


 


No Brasil, prostituição não é crime e o ofício chegou a ser incluído pelo então Ministério do Trabalho na lista oficial reconhecida pelo governo brasileiro.


 


Na lei, ela é caracterizada como troca consciente de favores sexuais por dinheiro. Já o ato de tirar vantagem da prostituição alheia é configurada como crime de rufianismo, pelo artigo 230 do Código Penal: Tirar proveito da prostituição alheia, participando diretamente de seus lucros ou fazendo-se sustentar, no todo ou em parte, por quem a exerça. Pena - reclusão, de um a quatro anos, e multa.


 


 


Histórico



Não ficou claro se há intenção de realmente levar a questão à frente ou se tudo não passa de uma brincadeira ou factoide para polemizar nas redes. Questionada, Otani diz que ainda não começou a vender a criticada rifa e não há previsão para início.


 


A dúvida se dá porque essa não é a primeira vez que Ana Otani ganha manchetes na imprensa nacional. Recentemente, inclusive, ela foi detida pela polícia ao tentar por fogo na produtora de seus vídeos eróticos, a Califórnia TV, em Natal, no Rio Grande do Norte. Depois do incidente, ainda lucrou postando o vídeo da confusão em seu canal.


 


"Eu quero fazer essa rifa, o corpo é meu! As regras são minhas! Vou fazer sexo com um homem desconhecido, porém, ele me conhece e me quer a ponto de comprar a rifa!"



"Única diferença de sexo de balada, é que vou estar sóbria e vou ganhar dinheiro". É essa que Ana Otani, protagonista do canal "Segredos da Ana" confirmou a intenção de anunciar uma noite de sexo com ela.



A jovem é conhecida por dar dicas de sexo no YouTube e ter um serviço de assinaturas de conteúdos adultos pela web.



O controverso anúncio foi feito pelo influencer de finanças Diego Aguiar, para seus mais de 1,4 milhão de seguidores.



"Japa, minha amiga, fez uma cirurgia que ela reconstruiu o hímen, ou seja, ela voltou a ser virgem, ela é a única virgem experiente do mundo, e em breve a gente vai estar rifando essa virgindade.



PATROCINADORES

Vai ser a primeira rifa de uma virgindade e vocês vão poder concorrer com um valor muito, mas muito baixo, porque quero que todos tenham a oportunidade de ter uma japonesa virgem na vida de vocês", declarou em vídeo.



Assistido cerca de 1 milhão de vezes, o vídeo provocou revolta desde que foi postado, no último final de semana. "Eu quero fazer essa rifa, o corpo é meu! As regras são minhas! Vou fazer sexo com um homem desconhecido, porém, ele me conhece e me quer a ponto de comprar a rifa!", se defendeu das críticas contra ela, sua família e acusações de que estaria incentivando a exploração sexual.



"A prostituição existe há milhares de anos! Não inventei e não serei a última a fazer", completou.



Nesta segunda-feira, Diego comemorava o apoio recebido nas redes, enquanto a protagonista da história rebatia acusações de que estaria sendo agenciada para a prostituição pelo influencer.



Eles aparecem numa cama de hotel comentando a situação. "Gente, vocês acham que eu preciso de alguém pra me agenciar, alguém pra dizer o que eu tenho que fazer? Se eu quiser dar e cobrar e eu dou de cobro, se eu quiser dar de graça, eu dou, igual vocês que dão de graça para todo mundo", alegou a jovem.



PATROCINADORES

No Brasil, prostituição não é crime e o ofício chegou a ser incluído pelo então Ministério do Trabalho na lista oficial reconhecida pelo governo brasileiro.



Na lei, ela é caracterizada como troca consciente de favores sexuais por dinheiro. Já o ato de tirar vantagem da prostituição alheia é configurada como crime de rufianismo, pelo artigo 230 do Código Penal: Tirar proveito da prostituição alheia, participando diretamente de seus lucros ou fazendo-se sustentar, no todo ou em parte, por quem a exerça. Pena - reclusão, de um a quatro anos, e multa.



Histórico




Não ficou claro se há intenção de realmente levar a questão à frente ou se tudo não passa de uma brincadeira ou factoide para polemizar nas redes. Questionada, Otani diz que ainda não começou a vender a criticada rifa e não há previsão para início.



A dúvida se dá porque essa não é a primeira vez que Ana Otani ganha manchetes na imprensa nacional. Recentemente, inclusive, ela foi detida pela polícia ao tentar por fogo na produtora de seus vídeos eróticos, a Califórnia TV, em Natal, no Rio Grande do Norte. Depois do incidente, ainda lucrou postando o vídeo da confusão em seu canal.



Veja Também