news:

Sul de Minas

Morre piloto sul-mineiro que sofreu acidente no Rally do Sertões

Publicado por TV Minas em 09/11/2020 às 19h47 - Atualizado às 16h50

foto_principal.jpg

Tunico Maciel chegou a ser transportado de helicóptero para o aeroporto de São Luis, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu na manhã desta segunda-feira.

 

Faleceu em São Luís, no Maranhão, o bicampeão do Rally do Sertões, o lavrense Antônio Luiz Maciel Filho, 26 anos.

 

Tunico Maciel, da equipe Honda Racing, sofreu no sábado, dia 7, uma queda durante a última etapa da temporada 2020 do Rally dos Sertões.

 

O acidente ocorreu no km 62, entre as cidades de Bacabal e Barreirinhas, no Maranhão, ele disputava a prova que tinha um total de 223 km.

 

O piloto Ricardo Martins foi o primeiro a chegar ao local do acidente e imediatamente acionou a equipe médica de socorro, que realizou os procedimentos de resgate. Martins interrompeu sua prova para poder ficar junto do piloto lavrense até a chegada do resgate. 

 

A equipe médica realizou os primeiros procedimentos, o piloto foi intubado e colocado numa caminhonete que rodou cerca de 500 metros até o local onde estava o helicóptero de resgate, que não conseguiu pousar mais perto devido a vegetação. 

 

A aeronave voou até o aeroporto internacional de São Luís, o trajeto demorou 37 minutos, Tunico permaneceu hemodinamicamente estável durante todo o trajeto.

 

Na pista de pouso e decolagem do aeroporto internacional de São Luís, uma ambulância UTI aguardava a chegada do piloto, que seguiu rapidamente pelas avenidas que dão acesso ao hospital UDI São Luís. Ele ficou internado até hoje, quando foi declarada sua morte cerebral.

 

O pai do piloto, Antônio Luiz Maciel, está no Maranhão, ele foi para aquele estado tão logo foi informado do acidente com Tunico Maciel.  

 

 

Tunico Maciel, da equipe Honda Racing, sofreu no sábado, dia 7, uma queda durante a última etapa da temporada 2020 do Rally dos Sertões.

 

 

A equipe Honda Racing publicou a seguinte nota de pesar:

 

"A equipe Honda Racing de Rally lamenta profundamente o falecimento do piloto Tunico Maciel e presta condolências aos familiares, amigos e fãs do atleta.

 

Tunico estava internado desde sábado (7/11), em São Luís (MA), em decorrência de um acidente sofrido durante a disputa do Sertões 2020, e na manhã desta segunda-feira (9/11), infelizmente, não resistiu aos ferimentos.


 Além de exemplo de pessoa, em função do carisma e de seu caráter, Tunico era um piloto extremamente habilidoso e dedicado.

 

Ele estava na equipe Honda Racing desde 2015, na qual conquistou dois títulos no Sertões e o recente bicampeonato brasileiro de Rally Cross Country.


A equipe Honda Racing segue à disposição dos familiares, oferecendo a assistência necessária.


A comunidade do motociclismo está em luto. Ao Tunico Maciel, o nosso muito obrigado. Você é o nosso eterno campeão.


Equipe Honda Racing".

 

 

Veja também: Rally dos Sertões emite comunicado sobre o acidente do piloto sul-mineiro

Tunico Maciel chegou a ser transportado de helicóptero para o aeroporto de São Luis, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu na manhã desta segunda-feira.


 


Faleceu em São Luís, no Maranhão, o bicampeão do Rally do Sertões, o lavrense Antônio Luiz Maciel Filho, 26 anos.


 


Tunico Maciel, da equipe Honda Racing, sofreu no sábado, dia 7, uma queda durante a última etapa da temporada 2020 do Rally dos Sertões.


 


O acidente ocorreu no km 62, entre as cidades de Bacabal e Barreirinhas, no Maranhão, ele disputava a prova que tinha um total de 223 km.


 


O piloto Ricardo Martins foi o primeiro a chegar ao local do acidente e imediatamente acionou a equipe médica de socorro, que realizou os procedimentos de resgate. Martins interrompeu sua prova para poder ficar junto do piloto lavrense até a chegada do resgate. 


 


A equipe médica realizou os primeiros procedimentos, o piloto foi intubado e colocado numa caminhonete que rodou cerca de 500 metros até o local onde estava o helicóptero de resgate, que não conseguiu pousar mais perto devido a vegetação. 


 


A aeronave voou até o aeroporto internacional de São Luís, o trajeto demorou 37 minutos, Tunico permaneceu hemodinamicamente estável durante todo o trajeto.


 


Na pista de pouso e decolagem do aeroporto internacional de São Luís, uma ambulância UTI aguardava a chegada do piloto, que seguiu rapidamente pelas avenidas que dão acesso ao hospital UDI São Luís. Ele ficou internado até hoje, quando foi declarada sua morte cerebral.


 


O pai do piloto, Antônio Luiz Maciel, está no Maranhão, ele foi para aquele estado tão logo foi informado do acidente com Tunico Maciel.  


 


PATROCINADORES

 



Tunico Maciel, da equipe Honda Racing, sofreu no sábado, dia 7, uma queda durante a última etapa da temporada 2020 do Rally dos Sertões.


 


 


A equipe Honda Racing publicou a seguinte nota de pesar:


 


"A equipe Honda Racing de Rally lamenta profundamente o falecimento do piloto Tunico Maciel e presta condolências aos familiares, amigos e fãs do atleta.


 


Tunico estava internado desde sábado (7/11), em São Luís (MA), em decorrência de um acidente sofrido durante a disputa do Sertões 2020, e na manhã desta segunda-feira (9/11), infelizmente, não resistiu aos ferimentos.



 Além de exemplo de pessoa, em função do carisma e de seu caráter, Tunico era um piloto extremamente habilidoso e dedicado.


 


Ele estava na equipe Honda Racing desde 2015, na qual conquistou dois títulos no Sertões e o recente bicampeonato brasileiro de Rally Cross Country.



A equipe Honda Racing segue à disposição dos familiares, oferecendo a assistência necessária.



A comunidade do motociclismo está em luto. Ao Tunico Maciel, o nosso muito obrigado. Você é o nosso eterno campeão.



Equipe Honda Racing".


 


 


Veja também: Rally dos Sertões emite comunicado sobre o acidente do piloto sul-mineiro


Tunico Maciel chegou a ser transportado de helicóptero para o aeroporto de São Luis, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu na manhã desta segunda-feira.



Faleceu em São Luís, no Maranhão, o bicampeão do Rally do Sertões, o lavrense Antônio Luiz Maciel Filho, 26 anos.



Tunico Maciel, da equipe Honda Racing, sofreu no sábado, dia 7, uma queda durante a última etapa da temporada 2020 do Rally dos Sertões.



O acidente ocorreu no km 62, entre as cidades de Bacabal e Barreirinhas, no Maranhão, ele disputava a prova que tinha um total de 223 km.



O piloto Ricardo Martins foi o primeiro a chegar ao local do acidente e imediatamente acionou a equipe médica de socorro, que realizou os procedimentos de resgate. Martins interrompeu sua prova para poder ficar junto do piloto lavrense até a chegada do resgate. 



A equipe médica realizou os primeiros procedimentos, o piloto foi intubado e colocado numa caminhonete que rodou cerca de 500 metros até o local onde estava o helicóptero de resgate, que não conseguiu pousar mais perto devido a vegetação. 



PATROCINADORES

A aeronave voou até o aeroporto internacional de São Luís, o trajeto demorou 37 minutos, Tunico permaneceu hemodinamicamente estável durante todo o trajeto.



Na pista de pouso e decolagem do aeroporto internacional de São Luís, uma ambulância UTI aguardava a chegada do piloto, que seguiu rapidamente pelas avenidas que dão acesso ao hospital UDI São Luís. Ele ficou internado até hoje, quando foi declarada sua morte cerebral.



O pai do piloto, Antônio Luiz Maciel, está no Maranhão, ele foi para aquele estado tão logo foi informado do acidente com Tunico Maciel.  





Tunico Maciel, da equipe Honda Racing, sofreu no sábado, dia 7, uma queda durante a última etapa da temporada 2020 do Rally dos Sertões.



A equipe Honda Racing publicou a seguinte nota de pesar:



PATROCINADORES

"A equipe Honda Racing de Rally lamenta profundamente o falecimento do piloto Tunico Maciel e presta condolências aos familiares, amigos e fãs do atleta.



Tunico estava internado desde sábado (7/11), em São Luís (MA), em decorrência de um acidente sofrido durante a disputa do Sertões 2020, e na manhã desta segunda-feira (9/11), infelizmente, não resistiu aos ferimentos.




 Além de exemplo de pessoa, em função do carisma e de seu caráter, Tunico era um piloto extremamente habilidoso e dedicado.



Ele estava na equipe Honda Racing desde 2015, na qual conquistou dois títulos no Sertões e o recente bicampeonato brasileiro de Rally Cross Country.




A equipe Honda Racing segue à disposição dos familiares, oferecendo a assistência necessária.




A comunidade do motociclismo está em luto. Ao Tunico Maciel, o nosso muito obrigado. Você é o nosso eterno campeão.




Equipe Honda Racing".



Veja também: Rally dos Sertões emite comunicado sobre o acidente do piloto sul-mineiro



Veja Também