news:

Sul de Minas

Menina de 10 anos é vítima de tentativa de estupro na Apac no Sul de Minas

Publicado por TV Minas em 20/11/2020 às 00h53

foto_principal.jpg

A equipe da Polícia Militar (PM) de Passos, no Sul de Minas, foi acionada após a mãe de uma menina de 10 anos, registrar a denúncia de que sua filha teria sido vítima de uma tentativa de estupro nas dependências da padaria da Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (Apac), por um atendente do local.

 

De acordo com as informações apresentadas no Boletim de Ocorrência (B.O.), uma amiga da menina presenciou o momento em que o autor segurou as mãos da criança por trás e se forçou contra suas nádegas.

 

Em conversa com a vítima, a responsável pela menina ainda descobriu que, em outra ocasião, o menor condenado já a havia beijado e passado as mãos em sua região íntima.

 

Ainda foi entregue à criança um bilhete, supostamente escrito pelo autor, o qual pedia para que a menina fosse até a padaria em horário específico e de menor movimento, para facilitar a ação criminosa. O papel foi apreendido pelo Conselho Tutelar, que acompanhou o desenvolvimento da ocorrência.

 

Devido ao fato de o autor já cumprir pena na Apac, este não foi encaminhado para a delegacia. No entanto, a direção da associação informou que as devidas providências serão tomadas para que o caso seja repassado ao juiz da vara competente, o qual deve determinar a possível sanção para o crime.

 

 

Patrocinador:

A equipe da Polícia Militar (PM) de Passos, no Sul de Minas, foi acionada após a mãe de uma menina de 10 anos, registrar a denúncia de que sua filha teria sido vítima de uma tentativa de estupro nas dependências da padaria da Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (Apac), por um atendente do local.


 


De acordo com as informações apresentadas no Boletim de Ocorrência (B.O.), uma amiga da menina presenciou o momento em que o autor segurou as mãos da criança por trás e se forçou contra suas nádegas.


 


Em conversa com a vítima, a responsável pela menina ainda descobriu que, em outra ocasião, o menor condenado já a havia beijado e passado as mãos em sua região íntima.


 


PATROCINADORES

Ainda foi entregue à criança um bilhete, supostamente escrito pelo autor, o qual pedia para que a menina fosse até a padaria em horário específico e de menor movimento, para facilitar a ação criminosa. O papel foi apreendido pelo Conselho Tutelar, que acompanhou o desenvolvimento da ocorrência.


 


Devido ao fato de o autor já cumprir pena na Apac, este não foi encaminhado para a delegacia. No entanto, a direção da associação informou que as devidas providências serão tomadas para que o caso seja repassado ao juiz da vara competente, o qual deve determinar a possível sanção para o crime.


 


 


Patrocinador:



A equipe da Polícia Militar (PM) de Passos, no Sul de Minas, foi acionada após a mãe de uma menina de 10 anos, registrar a denúncia de que sua filha teria sido vítima de uma tentativa de estupro nas dependências da padaria da Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (Apac), por um atendente do local.



De acordo com as informações apresentadas no Boletim de Ocorrência (B.O.), uma amiga da menina presenciou o momento em que o autor segurou as mãos da criança por trás e se forçou contra suas nádegas.



Em conversa com a vítima, a responsável pela menina ainda descobriu que, em outra ocasião, o menor condenado já a havia beijado e passado as mãos em sua região íntima.



PATROCINADORES

Ainda foi entregue à criança um bilhete, supostamente escrito pelo autor, o qual pedia para que a menina fosse até a padaria em horário específico e de menor movimento, para facilitar a ação criminosa. O papel foi apreendido pelo Conselho Tutelar, que acompanhou o desenvolvimento da ocorrência.



Devido ao fato de o autor já cumprir pena na Apac, este não foi encaminhado para a delegacia. No entanto, a direção da associação informou que as devidas providências serão tomadas para que o caso seja repassado ao juiz da vara competente, o qual deve determinar a possível sanção para o crime.



Patrocinador:





Veja Também