news:

Sul de Minas

Sul de Minas: Prefeito eleito é julgado pela Justiça Eleitoral

Publicado por TV Minas em 20/11/2020 às 13h10 - Atualizado às 10h11

foto_principal.jpg

Eloi Radin, do PSB, teve 48,48% dos votos e a candidatura contestada, mas recorreu da decisão; sessão de julgamento do Tribunal Regional Eleitoral (TER) foi remarcada.

 

Eloi Radin, do PSB, eleito prefeito de São Gonçalo do Sapucaí teve 48,48% dos votos, mas a homologação do resultado ainda depende da Justiça Eleitoral. Uma sessão de julgamento do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), aconteceu nesta quinta-feira (19), mas foi remarcada após desembargadora pedir vista do processo.

 

Quatro candidatos concorreram à Prefeitura de São Gonçalo do Sapucaí nessas eleições municipais. O prefeito eleito recebeu 6.718 votos e derrotou Brian Drago (PSL), que ficou em segundo lugar com 22,42% (3.106 votos).

 

“Que a justiça seja feita, e que São Gonçalo tenha um prefeito eleito, seja ele ou não, pois a cidade está, hoje, sem prefeito eleito para o próximo mandato, isto é muito ruim pra cidade, essa é minha preocupação”, afirma Brian Drago, segundo colocado.

 

Eloi teve o registro indeferido antes das eleições, mas recorreu da decisão da Justiça Eleitoral. “Todos os candidatos, que tem registro indeferido e recorrem, têm o direito a concorrer da mesma forma”, explica Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

 

Uma sessão de julgamento do TRE aconteceu nesta quinta-feira, mas foi remarcada para a próxima quarta-feira (25) após uma desembargadora pedir vista do processo.

 

O Jornal Estado de Minas entrou em contato com o advogado de defesa do prefeito eleito, Luiz Tarcísio de Paiva Costa, mas até o fechamento desta reportagem, não teve retorno sobre o caso.

 

 

Patrocinador:

Eloi Radin, do PSB, teve 48,48% dos votos e a candidatura contestada, mas recorreu da decisão; sessão de julgamento do Tribunal Regional Eleitoral (TER) foi remarcada.


 


Eloi Radin, do PSB, eleito prefeito de São Gonçalo do Sapucaí teve 48,48% dos votos, mas a homologação do resultado ainda depende da Justiça Eleitoral. Uma sessão de julgamento do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), aconteceu nesta quinta-feira (19), mas foi remarcada após desembargadora pedir vista do processo.


 


Quatro candidatos concorreram à Prefeitura de São Gonçalo do Sapucaí nessas eleições municipais. O prefeito eleito recebeu 6.718 votos e derrotou Brian Drago (PSL), que ficou em segundo lugar com 22,42% (3.106 votos).


 


“Que a justiça seja feita, e que São Gonçalo tenha um prefeito eleito, seja ele ou não, pois a cidade está, hoje, sem prefeito eleito para o próximo mandato, isto é muito ruim pra cidade, essa é minha preocupação”, afirma Brian Drago, segundo colocado.


 


PATROCINADORES

Eloi teve o registro indeferido antes das eleições, mas recorreu da decisão da Justiça Eleitoral. “Todos os candidatos, que tem registro indeferido e recorrem, têm o direito a concorrer da mesma forma”, explica Tribunal Regional Eleitoral (TRE).


 


Uma sessão de julgamento do TRE aconteceu nesta quinta-feira, mas foi remarcada para a próxima quarta-feira (25) após uma desembargadora pedir vista do processo.


 


O Jornal Estado de Minas entrou em contato com o advogado de defesa do prefeito eleito, Luiz Tarcísio de Paiva Costa, mas até o fechamento desta reportagem, não teve retorno sobre o caso.


 


 


Patrocinador:



Eloi Radin, do PSB, teve 48,48% dos votos e a candidatura contestada, mas recorreu da decisão; sessão de julgamento do Tribunal Regional Eleitoral (TER) foi remarcada.



Eloi Radin, do PSB, eleito prefeito de São Gonçalo do Sapucaí teve 48,48% dos votos, mas a homologação do resultado ainda depende da Justiça Eleitoral. Uma sessão de julgamento do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), aconteceu nesta quinta-feira (19), mas foi remarcada após desembargadora pedir vista do processo.



Quatro candidatos concorreram à Prefeitura de São Gonçalo do Sapucaí nessas eleições municipais. O prefeito eleito recebeu 6.718 votos e derrotou Brian Drago (PSL), que ficou em segundo lugar com 22,42% (3.106 votos).



PATROCINADORES

“Que a justiça seja feita, e que São Gonçalo tenha um prefeito eleito, seja ele ou não, pois a cidade está, hoje, sem prefeito eleito para o próximo mandato, isto é muito ruim pra cidade, essa é minha preocupação”, afirma Brian Drago, segundo colocado.



Eloi teve o registro indeferido antes das eleições, mas recorreu da decisão da Justiça Eleitoral. “Todos os candidatos, que tem registro indeferido e recorrem, têm o direito a concorrer da mesma forma”, explica Tribunal Regional Eleitoral (TRE).



PATROCINADORES

Uma sessão de julgamento do TRE aconteceu nesta quinta-feira, mas foi remarcada para a próxima quarta-feira (25) após uma desembargadora pedir vista do processo.



O Jornal Estado de Minas entrou em contato com o advogado de defesa do prefeito eleito, Luiz Tarcísio de Paiva Costa, mas até o fechamento desta reportagem, não teve retorno sobre o caso.



Patrocinador:





Veja Também