news:

Sul de Minas

Milton Nascimento acusa candidato sul-mineiro de usar música sua sem permissão

Publicado por TV Minas em 30/11/2020 às 13h01 - Atualizado às 10h10

973032764.jpg

Carlos Lindomar, que foi candidato a prefeito em Lavras, foi tema de matéria do Fantástico neste domingo.

 

O vereador que foi candidato a prefeito de Lavras, Carlos Lindomar (PSL), foi tema de matéria no programa Fantástico, da Rede Globo, neste domingo, dia 29, devido a uma polêmica em que se envolveu na reta final de campanha.

 

Lindomar, que é Advogado, foi acusado pelo cantor e compositor Milton Nascimento de usar na campanha, indevidamente, uma das músicas que ele interpreta. A denúncia foi feita às vésperas das eleições municipais. A música usada pelo candidato Carlos Lindomar foi "Caçador de Mim".

 

Tão logo tomou conhecimento da denúncia, o candidato retirou do ar o vídeo de campanha com a música, e foi postado em suas redes sociais, em seguida, que aquele vídeo era uma homenagem ao cantor.

 

No post de denúncia, a equipe do cantor disse que utilizar a música sem autorização foi uma atitude "nojenta e abjeta" e afirmou que seus advogados adotariam medidas processuais contra o candidato, pois o uso indevido infringe a Lei de Direitos Autorais. Milton disse ao Fantástico que não permite uso de suas músicas por pessoas que ele não conhece.

 

Lindomar disse, no Fantástico, que quem escreveu em suas redes socias que a utilização da música era uma homenagem ao artista, foi sua assessoria de comunicação, mas que, politicamente, Milton não é um cantor que o represente. E ele assumiu: "houve um erro, o erro aconteceu, era a minha assessoria, e eu respondo por ele".

 

A ex-deputada Maria Lúcia Cardoso, ex-mulher do ex-governador Newton Cardoso, que concorreu à prefeitura de Pitangui (MG) e se elegeu, também foi acusada de usar indevidamente uma música, a "Maria Maria", de autoria de Milton e Fernando Brant, sem autorização prévia. 

 

 

 

Patrocinador:

Carlos Lindomar, que foi candidato a prefeito em Lavras, foi tema de matéria do Fantástico neste domingo.


 


O vereador que foi candidato a prefeito de Lavras, Carlos Lindomar (PSL), foi tema de matéria no programa Fantástico, da Rede Globo, neste domingo, dia 29, devido a uma polêmica em que se envolveu na reta final de campanha.


 


Lindomar, que é Advogado, foi acusado pelo cantor e compositor Milton Nascimento de usar na campanha, indevidamente, uma das músicas que ele interpreta. A denúncia foi feita às vésperas das eleições municipais. A música usada pelo candidato Carlos Lindomar foi "Caçador de Mim".


 


Tão logo tomou conhecimento da denúncia, o candidato retirou do ar o vídeo de campanha com a música, e foi postado em suas redes sociais, em seguida, que aquele vídeo era uma homenagem ao cantor.


 


No post de denúncia, a equipe do cantor disse que utilizar a música sem autorização foi uma atitude "nojenta e abjeta" e afirmou que seus advogados adotariam medidas processuais contra o candidato, pois o uso indevido infringe a Lei de Direitos Autorais. Milton disse ao Fantástico que não permite uso de suas músicas por pessoas que ele não conhece.


PATROCINADORES

 


Lindomar disse, no Fantástico, que quem escreveu em suas redes socias que a utilização da música era uma homenagem ao artista, foi sua assessoria de comunicação, mas que, politicamente, Milton não é um cantor que o represente. E ele assumiu: "houve um erro, o erro aconteceu, era a minha assessoria, e eu respondo por ele".


 


A ex-deputada Maria Lúcia Cardoso, ex-mulher do ex-governador Newton Cardoso, que concorreu à prefeitura de Pitangui (MG) e se elegeu, também foi acusada de usar indevidamente uma música, a "Maria Maria", de autoria de Milton e Fernando Brant, sem autorização prévia. 


 


 


 


Patrocinador:



Carlos Lindomar, que foi candidato a prefeito em Lavras, foi tema de matéria do Fantástico neste domingo.



O vereador que foi candidato a prefeito de Lavras, Carlos Lindomar (PSL), foi tema de matéria no programa Fantástico, da Rede Globo, neste domingo, dia 29, devido a uma polêmica em que se envolveu na reta final de campanha.



Lindomar, que é Advogado, foi acusado pelo cantor e compositor Milton Nascimento de usar na campanha, indevidamente, uma das músicas que ele interpreta. A denúncia foi feita às vésperas das eleições municipais. A música usada pelo candidato Carlos Lindomar foi "Caçador de Mim".



PATROCINADORES

Tão logo tomou conhecimento da denúncia, o candidato retirou do ar o vídeo de campanha com a música, e foi postado em suas redes sociais, em seguida, que aquele vídeo era uma homenagem ao cantor.



No post de denúncia, a equipe do cantor disse que utilizar a música sem autorização foi uma atitude "nojenta e abjeta" e afirmou que seus advogados adotariam medidas processuais contra o candidato, pois o uso indevido infringe a Lei de Direitos Autorais. Milton disse ao Fantástico que não permite uso de suas músicas por pessoas que ele não conhece.



Lindomar disse, no Fantástico, que quem escreveu em suas redes socias que a utilização da música era uma homenagem ao artista, foi sua assessoria de comunicação, mas que, politicamente, Milton não é um cantor que o represente. E ele assumiu: "houve um erro, o erro aconteceu, era a minha assessoria, e eu respondo por ele".



PATROCINADORES

A ex-deputada Maria Lúcia Cardoso, ex-mulher do ex-governador Newton Cardoso, que concorreu à prefeitura de Pitangui (MG) e se elegeu, também foi acusada de usar indevidamente uma música, a "Maria Maria", de autoria de Milton e Fernando Brant, sem autorização prévia. 



Patrocinador:





Veja Também