news:

Sul de Minas

Pouso Alegre tem saldo positivo de 488 empregos em outubro

Publicado por TV Minas em 01/12/2020 às 00h31 - Atualizado em 02/12/2020 às 20h41

foto_principal.jpg

Matéria extraída do Terra do Mandu

 

Esse é o melhor resultado desde janeiro. Com os novos empregos Pouso Alegre está quase zerando o déficit de vagas do ano. 

 

Pouso Alegre tem saldo positivo na criação de empregos, pelo quarto mês consecutivo, conforme mostram os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados na última semana.

 

O mês de outubro teve + 488 pessoas admitidas em relação aos demitidos no mês. No total, foram feitas 2.023 admissões e 1.535 desligamentos. Desde julho o município não tem saldo negativo de empregos.

 

Os setores que mais contribuíram neste período foram serviços no geral, com 230 vagas criadas, o comércio com 113, a indústria com 91, e construção com 61 vagas.

 

No início da Pandemia do Coronavírus, Pouso Alegre teve grande redução nas vagas de trabalho, com mais pessoas sendo demitidas do que contratadas. Foram quatro meses consecutivos de saldo negativo de emprego.

 

O município chegou a ter saldo negativo em -1.015, somente no mês de abril, onde foram realizadas 703 admissões contra 1.702 demissões no segundo mês da pandemia. Com os novos dados do mês, Pouso Alegre está quase zerando o déficit de vagas no ano e o saldo negativo agora é de – 9.

 

 

Veja abaixo o quadro mês a mês:

 

 

 

Extrema e Poços de Caldas tiveram o maior desempenho na geração de empregos no Sul de Minas

 

Extrema lidera a lista dos municípios que mais gerou empregos no mês de outubro. O município ficou com saldo de 930 vagas criadas.

 

Poços de Caldas gerou 683 novas vagas no mês de outubro. Apesar do saldo, o município ainda acumula um déficit de 3.174 vagas de trabalho no ano.

 

 

Patrocinador:

Matéria extraída do Terra do Mandu


 


Esse é o melhor resultado desde janeiro. Com os novos empregos Pouso Alegre está quase zerando o déficit de vagas do ano. 


 


Pouso Alegre tem saldo positivo na criação de empregos, pelo quarto mês consecutivo, conforme mostram os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados na última semana.


 


O mês de outubro teve + 488 pessoas admitidas em relação aos demitidos no mês. No total, foram feitas 2.023 admissões e 1.535 desligamentos. Desde julho o município não tem saldo negativo de empregos.


 


Os setores que mais contribuíram neste período foram serviços no geral, com 230 vagas criadas, o comércio com 113, a indústria com 91, e construção com 61 vagas.


 


No início da Pandemia do Coronavírus, Pouso Alegre teve grande redução nas vagas de trabalho, com mais pessoas sendo demitidas do que contratadas. Foram quatro meses consecutivos de saldo negativo de emprego.


 


O município chegou a ter saldo negativo em -1.015, somente no mês de abril, onde foram realizadas 703 admissões contra 1.702 demissões no segundo mês da pandemia. Com os novos dados do mês, Pouso Alegre está quase zerando o déficit de vagas no ano e o saldo negativo agora é de – 9.


 


PATROCINADORES

 


Veja abaixo o quadro mês a mês:


 



 


 


Extrema e Poços de Caldas tiveram o maior desempenho na geração de empregos no Sul de Minas


 


Extrema lidera a lista dos municípios que mais gerou empregos no mês de outubro. O município ficou com saldo de 930 vagas criadas.


 


Poços de Caldas gerou 683 novas vagas no mês de outubro. Apesar do saldo, o município ainda acumula um déficit de 3.174 vagas de trabalho no ano.


 


 


Patrocinador:



Matéria extraída do Terra do Mandu



Esse é o melhor resultado desde janeiro. Com os novos empregos Pouso Alegre está quase zerando o déficit de vagas do ano. 



Pouso Alegre tem saldo positivo na criação de empregos, pelo quarto mês consecutivo, conforme mostram os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados na última semana.



O mês de outubro teve + 488 pessoas admitidas em relação aos demitidos no mês. No total, foram feitas 2.023 admissões e 1.535 desligamentos. Desde julho o município não tem saldo negativo de empregos.



Os setores que mais contribuíram neste período foram serviços no geral, com 230 vagas criadas, o comércio com 113, a indústria com 91, e construção com 61 vagas.



PATROCINADORES

No início da Pandemia do Coronavírus, Pouso Alegre teve grande redução nas vagas de trabalho, com mais pessoas sendo demitidas do que contratadas. Foram quatro meses consecutivos de saldo negativo de emprego.



O município chegou a ter saldo negativo em -1.015, somente no mês de abril, onde foram realizadas 703 admissões contra 1.702 demissões no segundo mês da pandemia. Com os novos dados do mês, Pouso Alegre está quase zerando o déficit de vagas no ano e o saldo negativo agora é de – 9.



Veja abaixo o quadro mês a mês:





PATROCINADORES

Extrema e Poços de Caldas tiveram o maior desempenho na geração de empregos no Sul de Minas



Extrema lidera a lista dos municípios que mais gerou empregos no mês de outubro. O município ficou com saldo de 930 vagas criadas.



Poços de Caldas gerou 683 novas vagas no mês de outubro. Apesar do saldo, o município ainda acumula um déficit de 3.174 vagas de trabalho no ano.



Patrocinador:





Veja Também