news:

Sul de Minas

Número de furto de gado aumenta em 18% de janeiro a outubro no Sul de Minas

Publicado por TV Minas em 03/12/2020 às 01h04

foto_principal.jpg

As ocorrências relacionadas a furto de gado aumentaram no Sul de Minas. A Polícia Civil acredita na atuação de quadrilhas especializadas. O número de registros aumentou quase 18% quando comparado o período de janeiro a outubro deste ano em relação ao mesmo período do ano passado, segundo o Observatório da 6ª Região Integrada de Segurança Pública.


Segundo o delegado Vitor Becker, de São Gonçalo do Sapucaí, onde existem quatro inquéritos do tipo em andamento, a forma de agir dessas quadrilhas já é conhecida pela polícia.

 

"É perfeitamente possível traçar um perfil de ação, um 'modus operandis', dessas quadrilhas ou associações criminosas especializadas na subtração do gado. Notadamente eles escolhem propriedades que ficam em um interregno temporal muito grande de vigilância naquelas propriedades ou um interregno considerável para que eles possam agir de maneira mais cautelosa na hora de tocar o gado.

 

Além disso utilizam sempre do período da madrugada, optam muitas vezes por períodos de lua cheia para facilitar a visão do pasto. Obviamente o perfil desses criminosos já foi traçado e a Polícia Civil irá identificá-los nos próximos dias", disse o delegado.

 

 

Patrocinador:

As ocorrências relacionadas a furto de gado aumentaram no Sul de Minas. A Polícia Civil acredita na atuação de quadrilhas especializadas. O número de registros aumentou quase 18% quando comparado o período de janeiro a outubro deste ano em relação ao mesmo período do ano passado, segundo o Observatório da 6ª Região Integrada de Segurança Pública.



Segundo o delegado Vitor Becker, de São Gonçalo do Sapucaí, onde existem quatro inquéritos do tipo em andamento, a forma de agir dessas quadrilhas já é conhecida pela polícia.


 


"É perfeitamente possível traçar um perfil de ação, um 'modus operandis', dessas quadrilhas ou associações criminosas especializadas na subtração do gado. Notadamente eles escolhem propriedades que ficam em um interregno temporal muito grande de vigilância naquelas propriedades ou um interregno considerável para que eles possam agir de maneira mais cautelosa na hora de tocar o gado.


 


PATROCINADORES

Além disso utilizam sempre do período da madrugada, optam muitas vezes por períodos de lua cheia para facilitar a visão do pasto. Obviamente o perfil desses criminosos já foi traçado e a Polícia Civil irá identificá-los nos próximos dias", disse o delegado.


 


 


Patrocinador:



As ocorrências relacionadas a furto de gado aumentaram no Sul de Minas. A Polícia Civil acredita na atuação de quadrilhas especializadas. O número de registros aumentou quase 18% quando comparado o período de janeiro a outubro deste ano em relação ao mesmo período do ano passado, segundo o Observatório da 6ª Região Integrada de Segurança Pública.




Segundo o delegado Vitor Becker, de São Gonçalo do Sapucaí, onde existem quatro inquéritos do tipo em andamento, a forma de agir dessas quadrilhas já é conhecida pela polícia.



"É perfeitamente possível traçar um perfil de ação, um 'modus operandis', dessas quadrilhas ou associações criminosas especializadas na subtração do gado. Notadamente eles escolhem propriedades que ficam em um interregno temporal muito grande de vigilância naquelas propriedades ou um interregno considerável para que eles possam agir de maneira mais cautelosa na hora de tocar o gado.



PATROCINADORES

Além disso utilizam sempre do período da madrugada, optam muitas vezes por períodos de lua cheia para facilitar a visão do pasto. Obviamente o perfil desses criminosos já foi traçado e a Polícia Civil irá identificá-los nos próximos dias", disse o delegado.



Patrocinador:





Veja Também