Idosa morre após cair em fosso e ser prensada por elevador em Minas Gerais

Publicado por Tv Minas em 21/01/2021 às 18h24

A idosa chamou o elevador e, ao entrar, não percebeu que ele não estava no andar. 

 

Uma idosa foi surpreendida ao entrar no elevador em uma clínica em Contagem. O equipamento abriu a porta sem estar no andar e a mulher caiu no fosso.

 

O Corpo de Bombeiros e o Samu foram acionados, mas a vítima já não respondia e o óbito foi constatado no local.

 

Segundo informações preliminares, o elevador desceu e a prensou contra o chão. O acidente foi na Rua Vasco Azevedo, no Bairro Jardim Industrial, em Contagem. A altura da queda não foi informada.

 

A vítima foi identificada como Noeme Ferreira da Cruz, de 85 anos. 

 

De acordo com os militares, trata-se de um elevador usado para o transporte de cadeirantes e pessoas com dificuldade de locomoção. Ainda segundo os bombeiros, na estrutura do equipamento, há um vão em vez de um fosso, como em elevadores tradicionais.

 

"Ele apresentava um degrau, um desnível de alguns centímetros, em que essa mulher caiu. (...) O elevador esmagou ela", disse o tenente Iâncor Pereira.

 

Conforme a corporação, a idosa chamou o elevador e, ao entrar, não percebeu que ele não estava no andar. Ainda segundo os bombeiros, além de cair no vão, ela acabou sendo prensada pelo elevador.

 

 

Corte feito em elevador para retirada do corpo.

 

 

O Corpo de Bombeiros suspeita que tenha havido uma série de falhas no elevador, hipótese que será investigada pela Polícia Civil. Uma equipe da perícia também foi mobilizada após o acidente.

 

 

Idosa morre prensada por elevador em Contagem.

 

 

"Então, o que aconteceu aqui foi uma sucessão de falhas técnicas. A porta abriu, o elevador não estava ali. Essa senhora caiu no local e o elevador continuou em movimentação com a porta aberta e conseguiu prender ela e, enfim, se deu essa tragédia", afirmou o tenente.


Segundo os proprietários do prédio, o elevador foi instalado há pelo menos cinco anos e recebia manutenção periódica. A empresa responsável pelo equipamento também esteve no local.

 

Patrocinador:

Fonte: G1

Compartilhe essa matéria: