news:

Sul de Minas

Prefeitura corta 20% dos cargos comissionados em Pouso Alegre, MG

Publicado por TV Minas em 03/10/2015

foto_principal.jpg

Medida foi anunciada pelo prefeito Agnaldo Perugini nesta sexta-feira.Corte também atinge horas extras; redução deve ser de R$ 7,3 milhões.

 

A Prefeitura de Pouso Alegre (MG) anunciou na manhã desta sexta-feira (2) a demissão de 20% dos cargos comissionados e também o corte das horas extras para enxugar os gastos da prefeitura. Segundo o prefeito Agnaldo Perugini, a redução total deve chegar a chegar a R$ 7,3 milhões.

 

Além disso, também vai haver redução dos salários. "Estamos enviando uma lei para a Câmara Municipal fazendo com que 10% dos salários dos cargos comissionados de secretários, diretores e chefes de seção sejam reduzidos", disse o prefeito.

 

O prefeito também nomeou Luís Fernando da Fonseca Ribeiro como secretário de Saúde. Ele entra no lugar de Gisele Pelegrine, que assume uma secretaria adjunta.

Medida foi anunciada pelo prefeito Agnaldo Perugini nesta sexta-feira.Corte também atinge horas extras; redução deve ser de R$ 7,3 milhões.


 


A Prefeitura de Pouso Alegre (MG) anunciou na manhã desta sexta-feira (2) a demissão de 20% dos cargos comissionados e também o corte das horas extras para enxugar os gastos da prefeitura. Segundo o prefeito Agnaldo Perugini, a redução total deve chegar a chegar a R$ 7,3 milhões.


PATROCINADORES

 


Além disso, também vai haver redução dos salários. "Estamos enviando uma lei para a Câmara Municipal fazendo com que 10% dos salários dos cargos comissionados de secretários, diretores e chefes de seção sejam reduzidos", disse o prefeito.


 


O prefeito também nomeou Luís Fernando da Fonseca Ribeiro como secretário de Saúde. Ele entra no lugar de Gisele Pelegrine, que assume uma secretaria adjunta.


Medida foi anunciada pelo prefeito Agnaldo Perugini nesta sexta-feira.Corte também atinge horas extras; redução deve ser de R$ 7,3 milhões.



A Prefeitura de Pouso Alegre (MG) anunciou na manhã desta sexta-feira (2) a demissão de 20% dos cargos comissionados e também o corte das horas extras para enxugar os gastos da prefeitura. Segundo o prefeito Agnaldo Perugini, a redução total deve chegar a chegar a R$ 7,3 milhões.



Além disso, também vai haver redução dos salários. "Estamos enviando uma lei para a Câmara Municipal fazendo com que 10% dos salários dos cargos comissionados de secretários, diretores e chefes de seção sejam reduzidos", disse o prefeito.



PATROCINADORES

O prefeito também nomeou Luís Fernando da Fonseca Ribeiro como secretário de Saúde. Ele entra no lugar de Gisele Pelegrine, que assume uma secretaria adjunta.



Veja Também