news:

Entretenimento e Curiosidade

Ana Paula Arósio: "Esse trabalho resgatou meu carinho pela profissão"

Publicado por TV Minas em 11/10/2015

foto_principal.jpg

Após première de 'A Floresta que se Move', na noite de sábado (10), atriz voltou ao Festival do Rio e conversou com a revista QUEM sobre sua dedicação ao hipismo, filhos e o retorno à dramaturgia.

 

Ana Paula Arósio esteve, na tarde de domingo (11), no debate sobre o filme A Floresta que Se Move, seu retorno às telonas. No bate-papo entre atores, imprensa e convidados, no Festival do Rio, a atriz dividiu a cena com colegas de elenco como Gabriel Braga Nunes, Fernando Alves Pinto, Ângelo Antônio e o diretor Vinícius Coimbra.

 

 

GRAVIDEZ

 

Em entrevista a QUEM, Arósio, no auge dos seus 40 anos, falou sobre a possibilidade de ter filhos com o maridão, o cavaleiro Henrique Pinheiro Plombon. "A gente pensa, mas está deixando para Deus resolver, porque Ele tem mais sabedoria para decidir isso", revelou ela.

 

 

TEMPO FORA DOS HOLOFOTES

 

"Esse filme foi um retorno não só para o público, mas para mim também. É um longa difícil, mas doloroso". A atriz, que está vivendo na Inglaterra, disse que aproveitou a temporada fora da dramaturgia para se dedicar a outras paixões. "É preciso um período para você viver também.

 

Você começa uma roda viva, vivendo os personagens e não é mais você mesma, fica só cumprindo funções. Eu precisava de um tempinho pra virar eu de novo", contou Arósio, que deu ainda mais valor a outros pontos fora da vida profissional.

 

"Meu casamento, que é bom. Estou investindo bastante no esporte, montando e competindo na Inglaterra. Apoiando meu marido, que acabou de ganhar medalha de prata [em hipismo] nos jogos Pan-Americanos...É isso: vivendo! Plantando e colhendo"", completou.

 

 

FILMAGEM COM ALTA CARGA EMOCIONAL

 

A Floresta que se Move, inspirado livremente em Macbeth de William Shakespeare foi, para Arósio, um processo de redescoberta como atriz. "Cada cena foi complicada por um motivo. A cena do suicídio tem uma carga dramática, a cena de chuva de sangue foi tecnicamente complicada. Não teve nenhuma cena fácil e até por isso a gente teve muito carinho para fazer.

 

Quando se tem algo difícil para fazer, você presta atenção e tem que acertar. E gosto de coisa difícil. Fazer o quê, né?", disse ela, aos risos.

 

 

E A TV?

 

Sobre a possibilidade de ter sido convidada para estrelar Velho Chico, próxima novela das 9 da TV Globo, Arósio desconversa sobre a possibilidade de voltar à telinha. "Não sei. O futuro só a Deus pertence", finalizou.

 

 

Ana Paula Arósio e o marido, Henrique Pinheiro Plombon (Foto: Selmy Yassuda/QUEM)Ana Paula Arósio e o marido, Henrique Pinheiro Plombon (Foto: Selmy Yassuda/QUEM)

 

 

Fernando Alves Pinto, Ana Paula Arósio, Vinícius Coimbra e Nelson Xavier (Foto: Selmy Yassuda/QUEM)Fernando Alves Pinto, Ana Paula Arósio, Vinícius Coimbra e Nelson Xavier (Foto: Selmy Yassuda/QUEM)

Após première de 'A Floresta que se Move', na noite de sábado (10), atriz voltou ao Festival do Rio e conversou com a revista QUEM sobre sua dedicação ao hipismo, filhos e o retorno à dramaturgia.


 


Ana Paula Arósio esteve, na tarde de domingo (11), no debate sobre o filme A Floresta que Se Move, seu retorno às telonas. No bate-papo entre atores, imprensa e convidados, no Festival do Rio, a atriz dividiu a cena com colegas de elenco como Gabriel Braga Nunes, Fernando Alves Pinto, Ângelo Antônio e o diretor Vinícius Coimbra.


 


 


GRAVIDEZ


 


Em entrevista a QUEM, Arósio, no auge dos seus 40 anos, falou sobre a possibilidade de ter filhos com o maridão, o cavaleiro Henrique Pinheiro Plombon. "A gente pensa, mas está deixando para Deus resolver, porque Ele tem mais sabedoria para decidir isso", revelou ela.


 


 


TEMPO FORA DOS HOLOFOTES


 


"Esse filme foi um retorno não só para o público, mas para mim também. É um longa difícil, mas doloroso". A atriz, que está vivendo na Inglaterra, disse que aproveitou a temporada fora da dramaturgia para se dedicar a outras paixões. "É preciso um período para você viver também.


 


Você começa uma roda viva, vivendo os personagens e não é mais você mesma, fica só cumprindo funções. Eu precisava de um tempinho pra virar eu de novo", contou Arósio, que deu ainda mais valor a outros pontos fora da vida profissional.


 


"Meu casamento, que é bom. Estou investindo bastante no esporte, montando e competindo na Inglaterra. Apoiando meu marido, que acabou de ganhar medalha de prata [em hipismo] nos jogos Pan-Americanos...É isso: vivendo! Plantando e colhendo"", completou.


PATROCINADORES

 


 


FILMAGEM COM ALTA CARGA EMOCIONAL


 


A Floresta que se Move, inspirado livremente em Macbeth de William Shakespeare foi, para Arósio, um processo de redescoberta como atriz. "Cada cena foi complicada por um motivo. A cena do suicídio tem uma carga dramática, a cena de chuva de sangue foi tecnicamente complicada. Não teve nenhuma cena fácil e até por isso a gente teve muito carinho para fazer.


 


Quando se tem algo difícil para fazer, você presta atenção e tem que acertar. E gosto de coisa difícil. Fazer o quê, né?", disse ela, aos risos.


 


 


E A TV?


 


Sobre a possibilidade de ter sido convidada para estrelar Velho Chico, próxima novela das 9 da TV Globo, Arósio desconversa sobre a possibilidade de voltar à telinha. "Não sei. O futuro só a Deus pertence", finalizou.


 


 


Ana Paula Arósio e o marido, Henrique Pinheiro Plombon (Foto: Selmy Yassuda/QUEM)Ana Paula Arósio e o marido, Henrique Pinheiro Plombon (Foto: Selmy Yassuda/QUEM)


 


 


Fernando Alves Pinto, Ana Paula Arósio, Vinícius Coimbra e Nelson Xavier (Foto: Selmy Yassuda/QUEM)Fernando Alves Pinto, Ana Paula Arósio, Vinícius Coimbra e Nelson Xavier (Foto: Selmy Yassuda/QUEM)


Após première de 'A Floresta que se Move', na noite de sábado (10), atriz voltou ao Festival do Rio e conversou com a revista QUEM sobre sua dedicação ao hipismo, filhos e o retorno à dramaturgia.



Ana Paula Arósio esteve, na tarde de domingo (11), no debate sobre o filme A Floresta que Se Move, seu retorno às telonas. No bate-papo entre atores, imprensa e convidados, no Festival do Rio, a atriz dividiu a cena com colegas de elenco como Gabriel Braga Nunes, Fernando Alves Pinto, Ângelo Antônio e o diretor Vinícius Coimbra.



GRAVIDEZ



Em entrevista a QUEM, Arósio, no auge dos seus 40 anos, falou sobre a possibilidade de ter filhos com o maridão, o cavaleiro Henrique Pinheiro Plombon. "A gente pensa, mas está deixando para Deus resolver, porque Ele tem mais sabedoria para decidir isso", revelou ela.



TEMPO FORA DOS HOLOFOTES



PATROCINADORES

"Esse filme foi um retorno não só para o público, mas para mim também. É um longa difícil, mas doloroso". A atriz, que está vivendo na Inglaterra, disse que aproveitou a temporada fora da dramaturgia para se dedicar a outras paixões. "É preciso um período para você viver também.



Você começa uma roda viva, vivendo os personagens e não é mais você mesma, fica só cumprindo funções. Eu precisava de um tempinho pra virar eu de novo", contou Arósio, que deu ainda mais valor a outros pontos fora da vida profissional.



"Meu casamento, que é bom. Estou investindo bastante no esporte, montando e competindo na Inglaterra. Apoiando meu marido, que acabou de ganhar medalha de prata [em hipismo] nos jogos Pan-Americanos...É isso: vivendo! Plantando e colhendo"", completou.



FILMAGEM COM ALTA CARGA EMOCIONAL



A Floresta que se Move, inspirado livremente em Macbeth de William Shakespeare foi, para Arósio, um processo de redescoberta como atriz. "Cada cena foi complicada por um motivo. A cena do suicídio tem uma carga dramática, a cena de chuva de sangue foi tecnicamente complicada. Não teve nenhuma cena fácil e até por isso a gente teve muito carinho para fazer.



PATROCINADORES

Quando se tem algo difícil para fazer, você presta atenção e tem que acertar. E gosto de coisa difícil. Fazer o quê, né?", disse ela, aos risos.



E A TV?



Sobre a possibilidade de ter sido convidada para estrelar Velho Chico, próxima novela das 9 da TV Globo, Arósio desconversa sobre a possibilidade de voltar à telinha. "Não sei. O futuro só a Deus pertence", finalizou.



Ana Paula Arósio e o marido, Henrique Pinheiro Plombon (Foto: Selmy Yassuda/QUEM)Ana Paula Arósio e o marido, Henrique Pinheiro Plombon (Foto: Selmy Yassuda/QUEM)



Fernando Alves Pinto, Ana Paula Arósio, Vinícius Coimbra e Nelson Xavier (Foto: Selmy Yassuda/QUEM)Fernando Alves Pinto, Ana Paula Arósio, Vinícius Coimbra e Nelson Xavier (Foto: Selmy Yassuda/QUEM)



Veja Também