news:

Entretenimento e Curiosidade

Sósia de Anderson Silva fatura com aparência e treina voz fina

Publicado por TV Minas em 20/10/2015

foto_principal.jpg

Além de parecer fisicamente com o lutador, mineiro também se chama Anderson Silva e aproveita para complementar renda participando de eventos como se fosse o atleta.

 

No último sábado, Anderson Silva ministrou um seminário de defesa pessoal no evento "Rio Sport and Health", em um hotel na Zona Sul do Rio de Janeiro, mas acabou dividindo os holofotes com um xará e sósia de Minas Gerais. Também batizado de Anderson Silva, o "genérico" do ex-campeão peso-médio do Ultimate posou para fotos com diversas pessoas e se divertia com as reações de cada um que se espantava com a semelhança entre eles.

 

Anderson, o de Minas, é motorista rodoviário, mas aproveita a semelhança com o Spider para complementar a sua renda. Ser parecido com o lutador virou sua segunda profissão. E tudo começou após participar de uma reportagem para um programa de TV em Belo Horizonte. A partir daí, passou a ser chamado para festas e eventos de MMA. Fã do atleta, aproveitou o seminário dele no Rio de Janeiro para viajar para a cidade e, enfim, poder conhecer seu "original".

 

- Ser parecido com o Anderson complementa um pouco a minha renda (risos). Só por eu estar em um evento, fazendo uma presença VIP durante três, quatro horas, comendo e bebendo de graça, ganho um cachê bom (risos). Mas continuo como motorista, trabalho com ônibus rodoviário, vivo viajando. Deus me deu o dom de parecer com uma pessoa que é super humilde, que tem um sucesso tremendo, não é para qualquer um. Fico lisonjeado com isso, pelo carinho e respeito das pessoas  - explicou.

 

 

Sósia de Anderson Silva posa com fã do lutador.

 

 

Apesar da "profissão Spider", Anderson não atua como o lutador apenas quando é pago. Pelo contrário, ao ser parado para atender pedidos de fotos, costuma deixar as pessoas acreditarem que ele é o original, digamos assim.

 

- As pessoas confundem direto, nos bares, casas de show... Às vezes vou ao shopping com a minha noiva para comer uma pizza, antes de tirar o primeiro pedaço levanta alguém de uma mesa para tirar uma foto. Aí eu deixo rolar (risos). Mas muita gente acha estranho pela minha voz, a dele é fina, eu sou mineiro, tenho sotaque, ele é de Curitiba, então isso é diferente. O sotaque entrega, aí eu prefiro ficar calado, prefiro não falar nada. Quando a pessoa fala alguma coisa, respondo baixinho, para minha voz não sair diferente da dele. No evento aqui o pessoal me chamou para apresentação do stand deles, todos ficaram de cara, pensando que era ele, mas eu não comentei nada. Quando o evento começou e ele chegou na sala o pessoal descobriu que eu era a versão genérica dele.

 

Enquanto o Spider, para muitos, é considerado o melhor lutador de MMA da história, seu sósia nunca sequer praticou artes marciais. Apenas procura imitar seu estilo fora do octógono e, certa vez, chegou a entrar em uma festa à fantasia vestido com uma bermuda amarela como a que Anderson usava em suas lutas e precisou simular a entrada do lutador em seus combates, com direito a música "Ain't No Sunshine", do rapper DMX, tocando nas caixas de som.

 

- Tive que entrar na festa todo marrento, e todo mundo batendo palma, ficaram malucos (risos). É bom demais.

 

 

Sósia acompanhou com atenção o seminário de Anderson Silva.

 

 

Sem nunca ter assistido do ginásio uma luta de seu ídolo, Anderson espantou o próprio Spider pela semelhança ao ser notado pelo lutador no início do seminário.

 

- Ele ficou me zoando, "você é o irmão mais velho que estava perdido?". Aí eu sacaneei ele, o mais velho é ele. Eu sou um ano mais novo. Conversei com ele, perguntou de onde eu era. Ele disse que ficou sabendo que eu estava aqui pelo alvoroço que estava lá fora, mas não acreditou, achou que era brincadeira. Quando me viu ficou espantado, mas disse que gostou muito. Disse que se estiver em algum evento muito chato, vai me colocar no lugar dele. 

 

E, para evitar que o sotaque mineiro lhe entregue ao atender os "fãs", Anderson disse que já está até treinando a voz fina do atleta.

 

- Eu estou tentando fazer, mas está difícil. Estou tentando fazer o possível, só que a voz dele é muito cabulosa. Às vezes as pessoas pedem, mas é complicado (risos) - finalizou, em sua tentativa de imitar a voz do Anderson Silva original.

Além de parecer fisicamente com o lutador, mineiro também se chama Anderson Silva e aproveita para complementar renda participando de eventos como se fosse o atleta.


 


No último sábado, Anderson Silva ministrou um seminário de defesa pessoal no evento "Rio Sport and Health", em um hotel na Zona Sul do Rio de Janeiro, mas acabou dividindo os holofotes com um xará e sósia de Minas Gerais. Também batizado de Anderson Silva, o "genérico" do ex-campeão peso-médio do Ultimate posou para fotos com diversas pessoas e se divertia com as reações de cada um que se espantava com a semelhança entre eles.


 


Anderson, o de Minas, é motorista rodoviário, mas aproveita a semelhança com o Spider para complementar a sua renda. Ser parecido com o lutador virou sua segunda profissão. E tudo começou após participar de uma reportagem para um programa de TV em Belo Horizonte. A partir daí, passou a ser chamado para festas e eventos de MMA. Fã do atleta, aproveitou o seminário dele no Rio de Janeiro para viajar para a cidade e, enfim, poder conhecer seu "original".


 


- Ser parecido com o Anderson complementa um pouco a minha renda (risos). Só por eu estar em um evento, fazendo uma presença VIP durante três, quatro horas, comendo e bebendo de graça, ganho um cachê bom (risos). Mas continuo como motorista, trabalho com ônibus rodoviário, vivo viajando. Deus me deu o dom de parecer com uma pessoa que é super humilde, que tem um sucesso tremendo, não é para qualquer um. Fico lisonjeado com isso, pelo carinho e respeito das pessoas  - explicou.


 


 



Sósia de Anderson Silva posa com fã do lutador.


 


 


Apesar da "profissão Spider", Anderson não atua como o lutador apenas quando é pago. Pelo contrário, ao ser parado para atender pedidos de fotos, costuma deixar as pessoas acreditarem que ele é o original, digamos assim.


 


- As pessoas confundem direto, nos bares, casas de show... Às vezes vou ao shopping com a minha noiva para comer uma pizza, antes de tirar o primeiro pedaço levanta alguém de uma mesa para tirar uma foto. Aí eu deixo rolar (risos). Mas muita gente acha estranho pela minha voz, a dele é fina, eu sou mineiro, tenho sotaque, ele é de Curitiba, então isso é diferente. O sotaque entrega, aí eu prefiro ficar calado, prefiro não falar nada. Quando a pessoa fala alguma coisa, respondo baixinho, para minha voz não sair diferente da dele. No evento aqui o pessoal me chamou para apresentação do stand deles, todos ficaram de cara, pensando que era ele, mas eu não comentei nada. Quando o evento começou e ele chegou na sala o pessoal descobriu que eu era a versão genérica dele.


PATROCINADORES

 


Enquanto o Spider, para muitos, é considerado o melhor lutador de MMA da história, seu sósia nunca sequer praticou artes marciais. Apenas procura imitar seu estilo fora do octógono e, certa vez, chegou a entrar em uma festa à fantasia vestido com uma bermuda amarela como a que Anderson usava em suas lutas e precisou simular a entrada do lutador em seus combates, com direito a música "Ain't No Sunshine", do rapper DMX, tocando nas caixas de som.


 


- Tive que entrar na festa todo marrento, e todo mundo batendo palma, ficaram malucos (risos). É bom demais.


 


 


Sósia acompanhou com atenção o seminário de Anderson Silva.


 


 


Sem nunca ter assistido do ginásio uma luta de seu ídolo, Anderson espantou o próprio Spider pela semelhança ao ser notado pelo lutador no início do seminário.


 


- Ele ficou me zoando, "você é o irmão mais velho que estava perdido?". Aí eu sacaneei ele, o mais velho é ele. Eu sou um ano mais novo. Conversei com ele, perguntou de onde eu era. Ele disse que ficou sabendo que eu estava aqui pelo alvoroço que estava lá fora, mas não acreditou, achou que era brincadeira. Quando me viu ficou espantado, mas disse que gostou muito. Disse que se estiver em algum evento muito chato, vai me colocar no lugar dele. 


 


E, para evitar que o sotaque mineiro lhe entregue ao atender os "fãs", Anderson disse que já está até treinando a voz fina do atleta.


 


- Eu estou tentando fazer, mas está difícil. Estou tentando fazer o possível, só que a voz dele é muito cabulosa. Às vezes as pessoas pedem, mas é complicado (risos) - finalizou, em sua tentativa de imitar a voz do Anderson Silva original.


Além de parecer fisicamente com o lutador, mineiro também se chama Anderson Silva e aproveita para complementar renda participando de eventos como se fosse o atleta.



No último sábado, Anderson Silva ministrou um seminário de defesa pessoal no evento "Rio Sport and Health", em um hotel na Zona Sul do Rio de Janeiro, mas acabou dividindo os holofotes com um xará e sósia de Minas Gerais. Também batizado de Anderson Silva, o "genérico" do ex-campeão peso-médio do Ultimate posou para fotos com diversas pessoas e se divertia com as reações de cada um que se espantava com a semelhança entre eles.



Anderson, o de Minas, é motorista rodoviário, mas aproveita a semelhança com o Spider para complementar a sua renda. Ser parecido com o lutador virou sua segunda profissão. E tudo começou após participar de uma reportagem para um programa de TV em Belo Horizonte. A partir daí, passou a ser chamado para festas e eventos de MMA. Fã do atleta, aproveitou o seminário dele no Rio de Janeiro para viajar para a cidade e, enfim, poder conhecer seu "original".



- Ser parecido com o Anderson complementa um pouco a minha renda (risos). Só por eu estar em um evento, fazendo uma presença VIP durante três, quatro horas, comendo e bebendo de graça, ganho um cachê bom (risos). Mas continuo como motorista, trabalho com ônibus rodoviário, vivo viajando. Deus me deu o dom de parecer com uma pessoa que é super humilde, que tem um sucesso tremendo, não é para qualquer um. Fico lisonjeado com isso, pelo carinho e respeito das pessoas  - explicou.





PATROCINADORES

Sósia de Anderson Silva posa com fã do lutador.



Apesar da "profissão Spider", Anderson não atua como o lutador apenas quando é pago. Pelo contrário, ao ser parado para atender pedidos de fotos, costuma deixar as pessoas acreditarem que ele é o original, digamos assim.



- As pessoas confundem direto, nos bares, casas de show... Às vezes vou ao shopping com a minha noiva para comer uma pizza, antes de tirar o primeiro pedaço levanta alguém de uma mesa para tirar uma foto. Aí eu deixo rolar (risos). Mas muita gente acha estranho pela minha voz, a dele é fina, eu sou mineiro, tenho sotaque, ele é de Curitiba, então isso é diferente. O sotaque entrega, aí eu prefiro ficar calado, prefiro não falar nada. Quando a pessoa fala alguma coisa, respondo baixinho, para minha voz não sair diferente da dele. No evento aqui o pessoal me chamou para apresentação do stand deles, todos ficaram de cara, pensando que era ele, mas eu não comentei nada. Quando o evento começou e ele chegou na sala o pessoal descobriu que eu era a versão genérica dele.



Enquanto o Spider, para muitos, é considerado o melhor lutador de MMA da história, seu sósia nunca sequer praticou artes marciais. Apenas procura imitar seu estilo fora do octógono e, certa vez, chegou a entrar em uma festa à fantasia vestido com uma bermuda amarela como a que Anderson usava em suas lutas e precisou simular a entrada do lutador em seus combates, com direito a música "Ain't No Sunshine", do rapper DMX, tocando nas caixas de som.



- Tive que entrar na festa todo marrento, e todo mundo batendo palma, ficaram malucos (risos). É bom demais.



PATROCINADORES

Sósia acompanhou com atenção o seminário de Anderson Silva.



Sem nunca ter assistido do ginásio uma luta de seu ídolo, Anderson espantou o próprio Spider pela semelhança ao ser notado pelo lutador no início do seminário.



- Ele ficou me zoando, "você é o irmão mais velho que estava perdido?". Aí eu sacaneei ele, o mais velho é ele. Eu sou um ano mais novo. Conversei com ele, perguntou de onde eu era. Ele disse que ficou sabendo que eu estava aqui pelo alvoroço que estava lá fora, mas não acreditou, achou que era brincadeira. Quando me viu ficou espantado, mas disse que gostou muito. Disse que se estiver em algum evento muito chato, vai me colocar no lugar dele. 



E, para evitar que o sotaque mineiro lhe entregue ao atender os "fãs", Anderson disse que já está até treinando a voz fina do atleta.



- Eu estou tentando fazer, mas está difícil. Estou tentando fazer o possível, só que a voz dele é muito cabulosa. Às vezes as pessoas pedem, mas é complicado (risos) - finalizou, em sua tentativa de imitar a voz do Anderson Silva original.



Veja Também