news:

Sul de Minas

Mais de 30 mandados são cumpridos contra o tráfico no Sul de Minas

Publicado por TV Minas em 23/10/2015

foto_principal.jpg

Ação policial ocorreu em Lavras, São Lourenço, Três Corações e Varginha. Segundo Ministério Público, quadrilha era investigada há 1 ano.

 

Mais de 30 mandados judiciais foram cumpridos na manhã desta quinta-feira (22) em Lavras (MG), São Lourenço (MG), Três Corações (MG) e Varginha (MG). A operação conjunta entre Ministério Público, Polícia Civil e Polícia Militar é resultado de um ano de investigações sobre a atuação de uma quadrilha de traficantes de drogas nas quatro cidades. Pelo menos quatro pessoas foram presas apenas em Varginha.

 

Segundo o Ministério Público, as investigações começaram há um ano e identificaram que o mandante da quadrilha residia em Varginha. Além de 22 mandados de busca e apreensão, outros 15 mandados de prisão foram cumpridos. Um helicóptero da PM de Juiz de Fora (MG) colaborou com a operação, que recebeu o nome de "Prodígio".

 

"É uma organização criminosa bem definida, com diversas tarefas, com um número razoável de pessoas. O cabeça era da região", disse o promotor César Lima.

 

Em Varginha, um homem de 61 anos e uma mulher de 54 foram presos no Bairro Barcelona. Já no Bairro Imaculada, foram detidos um homem de 32 anos e a esposa. Todos os detidos foram encaminhados para a delegacia. Para a polícia, a quadrilha que foi presa tem envolvimento com casos de violência que foram registrados nessas cidades.

 

"Nós temos alguns homicídios que estão relacionados ao tráfico de drogas. Muitas das vezes são usuários que deixam de quitar suas dívidas ou às vezes até furtam ou roubam drogas desses traficantes e acabam sendo vítimas de homicídios. Então a importância de tirá-los de circulação é baixar o índice de criminalidade, como o homicídio e o próprio roubo, que acabam contribuindo com essas modalidades criminosas", diz o delegado regional Eduardo da Silva.

Ação policial ocorreu em Lavras, São Lourenço, Três Corações e Varginha. Segundo Ministério Público, quadrilha era investigada há 1 ano.


 


Mais de 30 mandados judiciais foram cumpridos na manhã desta quinta-feira (22) em Lavras (MG), São Lourenço (MG), Três Corações (MG) e Varginha (MG). A operação conjunta entre Ministério Público, Polícia Civil e Polícia Militar é resultado de um ano de investigações sobre a atuação de uma quadrilha de traficantes de drogas nas quatro cidades. Pelo menos quatro pessoas foram presas apenas em Varginha.


 


Segundo o Ministério Público, as investigações começaram há um ano e identificaram que o mandante da quadrilha residia em Varginha. Além de 22 mandados de busca e apreensão, outros 15 mandados de prisão foram cumpridos. Um helicóptero da PM de Juiz de Fora (MG) colaborou com a operação, que recebeu o nome de "Prodígio".


PATROCINADORES

 


"É uma organização criminosa bem definida, com diversas tarefas, com um número razoável de pessoas. O cabeça era da região", disse o promotor César Lima.


 


Em Varginha, um homem de 61 anos e uma mulher de 54 foram presos no Bairro Barcelona. Já no Bairro Imaculada, foram detidos um homem de 32 anos e a esposa. Todos os detidos foram encaminhados para a delegacia. Para a polícia, a quadrilha que foi presa tem envolvimento com casos de violência que foram registrados nessas cidades.


 


"Nós temos alguns homicídios que estão relacionados ao tráfico de drogas. Muitas das vezes são usuários que deixam de quitar suas dívidas ou às vezes até furtam ou roubam drogas desses traficantes e acabam sendo vítimas de homicídios. Então a importância de tirá-los de circulação é baixar o índice de criminalidade, como o homicídio e o próprio roubo, que acabam contribuindo com essas modalidades criminosas", diz o delegado regional Eduardo da Silva.


Ação policial ocorreu em Lavras, São Lourenço, Três Corações e Varginha. Segundo Ministério Público, quadrilha era investigada há 1 ano.



Mais de 30 mandados judiciais foram cumpridos na manhã desta quinta-feira (22) em Lavras (MG), São Lourenço (MG), Três Corações (MG) e Varginha (MG). A operação conjunta entre Ministério Público, Polícia Civil e Polícia Militar é resultado de um ano de investigações sobre a atuação de uma quadrilha de traficantes de drogas nas quatro cidades. Pelo menos quatro pessoas foram presas apenas em Varginha.



Segundo o Ministério Público, as investigações começaram há um ano e identificaram que o mandante da quadrilha residia em Varginha. Além de 22 mandados de busca e apreensão, outros 15 mandados de prisão foram cumpridos. Um helicóptero da PM de Juiz de Fora (MG) colaborou com a operação, que recebeu o nome de "Prodígio".



PATROCINADORES

"É uma organização criminosa bem definida, com diversas tarefas, com um número razoável de pessoas. O cabeça era da região", disse o promotor César Lima.



Em Varginha, um homem de 61 anos e uma mulher de 54 foram presos no Bairro Barcelona. Já no Bairro Imaculada, foram detidos um homem de 32 anos e a esposa. Todos os detidos foram encaminhados para a delegacia. Para a polícia, a quadrilha que foi presa tem envolvimento com casos de violência que foram registrados nessas cidades.



"Nós temos alguns homicídios que estão relacionados ao tráfico de drogas. Muitas das vezes são usuários que deixam de quitar suas dívidas ou às vezes até furtam ou roubam drogas desses traficantes e acabam sendo vítimas de homicídios. Então a importância de tirá-los de circulação é baixar o índice de criminalidade, como o homicídio e o próprio roubo, que acabam contribuindo com essas modalidades criminosas", diz o delegado regional Eduardo da Silva.



Veja Também