news:

Esporte

Corinthians goleia o São Paulo por 6 a 1 na festa do título brasileiro

Publicado por TV Minas em 22/11/2015

foto_principal.jpeg

Vitória corintiana ocorreu com a equipe desfalcada de seis titulares; são-paulinos seguem no G4 mesmo após a derrota.

 

Em tarde de festa nas arquibancadas pela conquista do Campeonato Brasileiro, o Corinthians levou a comemoração também para o gramado e derrotou o São Paulo por 6 a 1. Bruno Henrique, Romero (2), Edu Dracena, Lucca e Cristian de pênalti) fizeram os gols da vitória. Carlinhos descontou, e o goleiro corintiano Cássio ainda defendeu um pênalti batido por Alan Kardec.

 

O São Paulo foi recebido em Itaquera com festa. Bastou a equipe do treinador interino Milton Cruz entrar em campo, no aquecimento, para os gritos de "é campeão" ecoarem das arquibancadas. No telão, mais uma provocação - era exibido o gol de Tupãzinho na final do Campeonato Brasileiro de 1990, o primeiro dos seis que o Corinthians já conquistou.

 

No primeiro jogo como hexacampeão nacional, o time do técnico Tite entrou sem muitos titulares - Gil, Elias, Jadson, Renato Augusto, Malcom e Vagner Love. Apenas a boa movimentação, com a intensa troca de passes característica dos titulares, não fez com que os reservas do Corinthians encantassem rapidamente. O São Paulo ficava mais tempo com a bola nos pés, porém não tinha Paulo Henrique Ganso, lesionado, nem criatividade. Luis Fabiano estava no banco de reservas.

 

A partir dos 25 minutos, o Corinthians começou a construir a goleada. Na cobrança de escanteio, o volante Bruno Henrique aproveitou o rebote que o goleiro Denis deu em uma cabeçada firme de Felipe e completou para dentro. O Corinthians foi para o intervalo co a vantagem de 3 a 0, depois dos gols de Romero e Edu Dracena.

 

O segundo tempo iniciou com os gritos de "olé" como trilha sonora. O gol mais bonito da partida foi marcado aos 15 minutos da etapa final por Lucca, depois de passe de calcanhar de Danilo. Três minutos depois, Romero ampliou. Carlinhos diminuiu a diferença aos 24 minutos, mas Cristian, de pênalti, fechou o placar.

 

O resultado levou o Corinthians a 80 pontos, abrindo inéditos 14 pontos para o segundo colocado, o Atlético-MG. O São Paulo permaneceu com 56, mas, coms os demais resultados da rodada, segue no G4, o grupos clubes com vaga na Copa Libertadores de 2016. O Internacional também chegou a 56 com a vitória por 1 a 0 no clássico disputado no Estádio Beira Rio contra o Grêmio. Os colorados estão atrás do São Paulo, no entanto, por causa dos critérios de desempate.

Vitória corintiana ocorreu com a equipe desfalcada de seis titulares; são-paulinos seguem no G4 mesmo após a derrota.


 


Em tarde de festa nas arquibancadas pela conquista do Campeonato Brasileiro, o Corinthians levou a comemoração também para o gramado e derrotou o São Paulo por 6 a 1. Bruno Henrique, Romero (2), Edu Dracena, Lucca e Cristian de pênalti) fizeram os gols da vitória. Carlinhos descontou, e o goleiro corintiano Cássio ainda defendeu um pênalti batido por Alan Kardec.


 


O São Paulo foi recebido em Itaquera com festa. Bastou a equipe do treinador interino Milton Cruz entrar em campo, no aquecimento, para os gritos de "é campeão" ecoarem das arquibancadas. No telão, mais uma provocação - era exibido o gol de Tupãzinho na final do Campeonato Brasileiro de 1990, o primeiro dos seis que o Corinthians já conquistou.


 


PATROCINADORES

No primeiro jogo como hexacampeão nacional, o time do técnico Tite entrou sem muitos titulares - Gil, Elias, Jadson, Renato Augusto, Malcom e Vagner Love. Apenas a boa movimentação, com a intensa troca de passes característica dos titulares, não fez com que os reservas do Corinthians encantassem rapidamente. O São Paulo ficava mais tempo com a bola nos pés, porém não tinha Paulo Henrique Ganso, lesionado, nem criatividade. Luis Fabiano estava no banco de reservas.


 


A partir dos 25 minutos, o Corinthians começou a construir a goleada. Na cobrança de escanteio, o volante Bruno Henrique aproveitou o rebote que o goleiro Denis deu em uma cabeçada firme de Felipe e completou para dentro. O Corinthians foi para o intervalo co a vantagem de 3 a 0, depois dos gols de Romero e Edu Dracena.


 


O segundo tempo iniciou com os gritos de "olé" como trilha sonora. O gol mais bonito da partida foi marcado aos 15 minutos da etapa final por Lucca, depois de passe de calcanhar de Danilo. Três minutos depois, Romero ampliou. Carlinhos diminuiu a diferença aos 24 minutos, mas Cristian, de pênalti, fechou o placar.


 


O resultado levou o Corinthians a 80 pontos, abrindo inéditos 14 pontos para o segundo colocado, o Atlético-MG. O São Paulo permaneceu com 56, mas, coms os demais resultados da rodada, segue no G4, o grupos clubes com vaga na Copa Libertadores de 2016. O Internacional também chegou a 56 com a vitória por 1 a 0 no clássico disputado no Estádio Beira Rio contra o Grêmio. Os colorados estão atrás do São Paulo, no entanto, por causa dos critérios de desempate.


Vitória corintiana ocorreu com a equipe desfalcada de seis titulares; são-paulinos seguem no G4 mesmo após a derrota.



Em tarde de festa nas arquibancadas pela conquista do Campeonato Brasileiro, o Corinthians levou a comemoração também para o gramado e derrotou o São Paulo por 6 a 1. Bruno Henrique, Romero (2), Edu Dracena, Lucca e Cristian de pênalti) fizeram os gols da vitória. Carlinhos descontou, e o goleiro corintiano Cássio ainda defendeu um pênalti batido por Alan Kardec.



O São Paulo foi recebido em Itaquera com festa. Bastou a equipe do treinador interino Milton Cruz entrar em campo, no aquecimento, para os gritos de "é campeão" ecoarem das arquibancadas. No telão, mais uma provocação - era exibido o gol de Tupãzinho na final do Campeonato Brasileiro de 1990, o primeiro dos seis que o Corinthians já conquistou.



PATROCINADORES

No primeiro jogo como hexacampeão nacional, o time do técnico Tite entrou sem muitos titulares - Gil, Elias, Jadson, Renato Augusto, Malcom e Vagner Love. Apenas a boa movimentação, com a intensa troca de passes característica dos titulares, não fez com que os reservas do Corinthians encantassem rapidamente. O São Paulo ficava mais tempo com a bola nos pés, porém não tinha Paulo Henrique Ganso, lesionado, nem criatividade. Luis Fabiano estava no banco de reservas.



A partir dos 25 minutos, o Corinthians começou a construir a goleada. Na cobrança de escanteio, o volante Bruno Henrique aproveitou o rebote que o goleiro Denis deu em uma cabeçada firme de Felipe e completou para dentro. O Corinthians foi para o intervalo co a vantagem de 3 a 0, depois dos gols de Romero e Edu Dracena.



O segundo tempo iniciou com os gritos de "olé" como trilha sonora. O gol mais bonito da partida foi marcado aos 15 minutos da etapa final por Lucca, depois de passe de calcanhar de Danilo. Três minutos depois, Romero ampliou. Carlinhos diminuiu a diferença aos 24 minutos, mas Cristian, de pênalti, fechou o placar.



O resultado levou o Corinthians a 80 pontos, abrindo inéditos 14 pontos para o segundo colocado, o Atlético-MG. O São Paulo permaneceu com 56, mas, coms os demais resultados da rodada, segue no G4, o grupos clubes com vaga na Copa Libertadores de 2016. O Internacional também chegou a 56 com a vitória por 1 a 0 no clássico disputado no Estádio Beira Rio contra o Grêmio. Os colorados estão atrás do São Paulo, no entanto, por causa dos critérios de desempate.



Veja Também