news:

Notícias

Cristina Kirchner está nove vezes mais rica após 12 anos de governo

Publicado por TV Minas em 02/12/2015

foto_principal.jpg

A fortuna de Cristina Kirchner cresceu em mais do 800% desde que seu marido, Néstor Kirchner, assumiu a presidência, em 2003.

 

A fortuna de Cristina Kirchner, ex-presidente da Argentina, que vai ceder o cargo a Maurício Macri em dez dias, é pelo menos nove vezes maior do que quando seu marido, Néstor Kirchner, assumiu a presidência do país em 2003. Naquele ano, o patrimônio de bens declarados do casal somava 6.851.810 pesos argentinos (US$ 705.899,30), de acordo com o jornal argentino “Clarín”. Hoje a fortuna passa dos 64 milhões de pesos (US$6,5 milhões).  Foi um aumento de 843,25% nos 12 anos de governo

 

A situação dos ministros do gabinete de Kirchner é similar: imóveis, carros, poupanças, sociedades, ações, iates e títulos da YPF, a petroleira estatal, fazem parte dos bens de altos funcionários de Cristina, ainda de acordo com o jornal.

 

O presidente eleito, Mauricio Macri, declarou que sua fortuna de atuais  52 milhões de pesos (cerca de US$ 5,35 milhões ) permanecerá sob vigência de um contrato onde o patrimônio é transferido para terceiros (pessoa física ou jurídica),  que passam a ser os responsáveis pela fortuna. De acordo com Macri, o objetivo é zelar pela transparência.

 

“Estou buscando um instrumento que dê maior transparência à minha situação patrimonial enquanto dure a presidência”, afirmou o novo presidente a um programa de televisão.

A fortuna de Cristina Kirchner cresceu em mais do 800% desde que seu marido, Néstor Kirchner, assumiu a presidência, em 2003.


 


A fortuna de Cristina Kirchner, ex-presidente da Argentina, que vai ceder o cargo a Maurício Macri em dez dias, é pelo menos nove vezes maior do que quando seu marido, Néstor Kirchner, assumiu a presidência do país em 2003. Naquele ano, o patrimônio de bens declarados do casal somava 6.851.810 pesos argentinos (US$ 705.899,30), de acordo com o jornal argentino “Clarín”. Hoje a fortuna passa dos 64 milhões de pesos (US$6,5 milhões).  Foi um aumento de 843,25% nos 12 anos de governo


 


PATROCINADORES

A situação dos ministros do gabinete de Kirchner é similar: imóveis, carros, poupanças, sociedades, ações, iates e títulos da YPF, a petroleira estatal, fazem parte dos bens de altos funcionários de Cristina, ainda de acordo com o jornal.


 


O presidente eleito, Mauricio Macri, declarou que sua fortuna de atuais  52 milhões de pesos (cerca de US$ 5,35 milhões ) permanecerá sob vigência de um contrato onde o patrimônio é transferido para terceiros (pessoa física ou jurídica),  que passam a ser os responsáveis pela fortuna. De acordo com Macri, o objetivo é zelar pela transparência.


 


“Estou buscando um instrumento que dê maior transparência à minha situação patrimonial enquanto dure a presidência”, afirmou o novo presidente a um programa de televisão.


A fortuna de Cristina Kirchner cresceu em mais do 800% desde que seu marido, Néstor Kirchner, assumiu a presidência, em 2003.



A fortuna de Cristina Kirchner, ex-presidente da Argentina, que vai ceder o cargo a Maurício Macri em dez dias, é pelo menos nove vezes maior do que quando seu marido, Néstor Kirchner, assumiu a presidência do país em 2003. Naquele ano, o patrimônio de bens declarados do casal somava 6.851.810 pesos argentinos (US$ 705.899,30), de acordo com o jornal argentino “Clarín”. Hoje a fortuna passa dos 64 milhões de pesos (US$6,5 milhões).  Foi um aumento de 843,25% nos 12 anos de governo



A situação dos ministros do gabinete de Kirchner é similar: imóveis, carros, poupanças, sociedades, ações, iates e títulos da YPF, a petroleira estatal, fazem parte dos bens de altos funcionários de Cristina, ainda de acordo com o jornal.



PATROCINADORES

O presidente eleito, Mauricio Macri, declarou que sua fortuna de atuais  52 milhões de pesos (cerca de US$ 5,35 milhões ) permanecerá sob vigência de um contrato onde o patrimônio é transferido para terceiros (pessoa física ou jurídica),  que passam a ser os responsáveis pela fortuna. De acordo com Macri, o objetivo é zelar pela transparência.



“Estou buscando um instrumento que dê maior transparência à minha situação patrimonial enquanto dure a presidência”, afirmou o novo presidente a um programa de televisão.



Veja Também