news:

Sul de Minas

Distribuidora é interditada pela Vigilância Sanitária em Pouso Alegre

Publicado por TV Minas em 21/12/2015

foto_principal.jpg

Agentes de saúde encontraram focos do mosquito Aedes aegypti no local. Estabelecimento havia sido notificado várias vezes e não tomou providências.

 

Uma distribuidora de bebidas foi interditada nesta segunda-feira (21) pela Vigilância Sanitária no bairro Árvore Grande, em Pouso Alegre (MG). Segundo os agentes de saúde, o estabelecimento já tinha sido notificado várias vezes por irregularidades e por manter materiais que poderiam servir de criadouro para o Aedes aegypti.

 

Os agentes chegaram ao local após receber denúncias de focos do mosquito no depósito. Como nada foi feito após as notificações, o caso foi encaminhado para a Vigilância Sanitária e a Polícia Militar foi chamada para dar suporte à ação.

 

Em uma área coberta do depósito, foram encontradas milhares de garrafas destampadas, algumas com água dentro. Além disso, no comércio não foi só isso que estava irregular, já que faltavam documentos para o funcionamento. Também foram encontradas garrafas de energético e bebidas alcoólicas vencidas no estoque. Os produtos foram apreendidos e encaminhados para a sede da Vigilância.

 

"Um ambiente propício à proliferação de larvas do mosquito da dengue. Foram encontradas, além disso, diversas irregularidades no quesito falta de alvará sanitário, falta de alvará de localização, estrutura física irregular", afirma Renata Rezende Borges, chefe da Vigilância Sanitária em Pouso Alegre.

 

A distribuidora foi interditada e só poderá ser reaberta depois da regularização.

Agentes de saúde encontraram focos do mosquito Aedes aegypti no local. Estabelecimento havia sido notificado várias vezes e não tomou providências.


 


Uma distribuidora de bebidas foi interditada nesta segunda-feira (21) pela Vigilância Sanitária no bairro Árvore Grande, em Pouso Alegre (MG). Segundo os agentes de saúde, o estabelecimento já tinha sido notificado várias vezes por irregularidades e por manter materiais que poderiam servir de criadouro para o Aedes aegypti.


 


Os agentes chegaram ao local após receber denúncias de focos do mosquito no depósito. Como nada foi feito após as notificações, o caso foi encaminhado para a Vigilância Sanitária e a Polícia Militar foi chamada para dar suporte à ação.


PATROCINADORES

 


Em uma área coberta do depósito, foram encontradas milhares de garrafas destampadas, algumas com água dentro. Além disso, no comércio não foi só isso que estava irregular, já que faltavam documentos para o funcionamento. Também foram encontradas garrafas de energético e bebidas alcoólicas vencidas no estoque. Os produtos foram apreendidos e encaminhados para a sede da Vigilância.


 


"Um ambiente propício à proliferação de larvas do mosquito da dengue. Foram encontradas, além disso, diversas irregularidades no quesito falta de alvará sanitário, falta de alvará de localização, estrutura física irregular", afirma Renata Rezende Borges, chefe da Vigilância Sanitária em Pouso Alegre.


 


A distribuidora foi interditada e só poderá ser reaberta depois da regularização.


Agentes de saúde encontraram focos do mosquito Aedes aegypti no local. Estabelecimento havia sido notificado várias vezes e não tomou providências.



Uma distribuidora de bebidas foi interditada nesta segunda-feira (21) pela Vigilância Sanitária no bairro Árvore Grande, em Pouso Alegre (MG). Segundo os agentes de saúde, o estabelecimento já tinha sido notificado várias vezes por irregularidades e por manter materiais que poderiam servir de criadouro para o Aedes aegypti.



Os agentes chegaram ao local após receber denúncias de focos do mosquito no depósito. Como nada foi feito após as notificações, o caso foi encaminhado para a Vigilância Sanitária e a Polícia Militar foi chamada para dar suporte à ação.



PATROCINADORES

Em uma área coberta do depósito, foram encontradas milhares de garrafas destampadas, algumas com água dentro. Além disso, no comércio não foi só isso que estava irregular, já que faltavam documentos para o funcionamento. Também foram encontradas garrafas de energético e bebidas alcoólicas vencidas no estoque. Os produtos foram apreendidos e encaminhados para a sede da Vigilância.



"Um ambiente propício à proliferação de larvas do mosquito da dengue. Foram encontradas, além disso, diversas irregularidades no quesito falta de alvará sanitário, falta de alvará de localização, estrutura física irregular", afirma Renata Rezende Borges, chefe da Vigilância Sanitária em Pouso Alegre.



A distribuidora foi interditada e só poderá ser reaberta depois da regularização.



Veja Também