news:

Sul de Minas

MEC suspende vagas em curso de Lavras por baixo desempenho

Publicado por TV Minas em 24/12/2015

foto_principal.jpg

Curso de educação física da Faculdade Gammon teve vestibular suspenso. Resultado inferior a 2 no CPC provocou decisão; instituição vai recorrer.

 

O Ministério da Educação divulgou que 68 cursos superiores em todo o país foram suspensos por baixo desempenho, e entre eles, está uma faculdade do Sul de Minas. Na lista, publicada nesta quarta-feira (23) no Diário Oficial da União, consta o curso de licenciatura em educação física da Faculdade Presbiteriana Gammon, de Lavras (MG). A instituição informou que vai entrar com recurso.

 

A suspensão de novas vagas pelo ministério são para os cursos que tiveram conceito insatisfatório no CPC - Conceito Preliminar de Curso - um indicador de qualidade do ensino superior. Os cursos tiraram 1 e 2 numa escala que vai até 5, nas duas últimas avaliações do MEC, em 2011 e 2014.

 

A partir da publicação, os cursos tiveram o vestibular suspenso, e o ingresso de novos alunos está proibido.

 

O curso da faculdade de Lavras conseguiu nota 1,52 em 2011 e nota 1,55 em 2014. A direção do Instituto Gammon informou que vai analisar o resultado e, se for cabível, vai entrar com recurso contra a decisão. A instituição afirmou ainda que nenhum aluno que já esteja cursando educação física vai ser prejudicado.

 

 

Suspende novas vagas

 

O Ministério da Educação publicou no Diário Oficial da União desta quarta-feira uma lista de 68 cursos proibidos de abrir vagas em vestibular em 2016. (confira a lista completa)

 

Entre os vestibulares suspensos estão cursos de química, pegagogia, engenharia, educação física, letras, música, arquitetura e urbanismo, história, ciências da computação e matemática de várias instituições. O estado com o maior número de cursos fechados é São Paulo (22), seguido de Rio de Janeiro (9) e Bahia (8).

 

Na última sexta-feira (18), o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, anunciou que outros 756 cursos tiveram desempenho insatisfatório no CPC, com nota inferior a 3. Os que tiveram médias entre 1 e 2 nas avalações de 2011 e de 2014 foram fechados agora.

 

Para voltar a abrir vagas em vestibular, os cursos punidos devem atender a uma série de exigências do ministério. "Os cursos que tiveram média decrescente também não poderão ingressar novos estudantes. Esses cursos não terão possibilidade de revisão da medida antes da assinatura de Protoloco de Compromisso e da avaliação in loco", disse Mercadante na última sexta-feira.

Curso de educação física da Faculdade Gammon teve vestibular suspenso. Resultado inferior a 2 no CPC provocou decisão; instituição vai recorrer.


 


O Ministério da Educação divulgou que 68 cursos superiores em todo o país foram suspensos por baixo desempenho, e entre eles, está uma faculdade do Sul de Minas. Na lista, publicada nesta quarta-feira (23) no Diário Oficial da União, consta o curso de licenciatura em educação física da Faculdade Presbiteriana Gammon, de Lavras (MG). A instituição informou que vai entrar com recurso.


 


A suspensão de novas vagas pelo ministério são para os cursos que tiveram conceito insatisfatório no CPC - Conceito Preliminar de Curso - um indicador de qualidade do ensino superior. Os cursos tiraram 1 e 2 numa escala que vai até 5, nas duas últimas avaliações do MEC, em 2011 e 2014.


 


A partir da publicação, os cursos tiveram o vestibular suspenso, e o ingresso de novos alunos está proibido.


 


O curso da faculdade de Lavras conseguiu nota 1,52 em 2011 e nota 1,55 em 2014. A direção do Instituto Gammon informou que vai analisar o resultado e, se for cabível, vai entrar com recurso contra a decisão. A instituição afirmou ainda que nenhum aluno que já esteja cursando educação física vai ser prejudicado.


 


PATROCINADORES

 


Suspende novas vagas


 


O Ministério da Educação publicou no Diário Oficial da União desta quarta-feira uma lista de 68 cursos proibidos de abrir vagas em vestibular em 2016. (confira a lista completa)


 


Entre os vestibulares suspensos estão cursos de química, pegagogia, engenharia, educação física, letras, música, arquitetura e urbanismo, história, ciências da computação e matemática de várias instituições. O estado com o maior número de cursos fechados é São Paulo (22), seguido de Rio de Janeiro (9) e Bahia (8).


 


Na última sexta-feira (18), o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, anunciou que outros 756 cursos tiveram desempenho insatisfatório no CPC, com nota inferior a 3. Os que tiveram médias entre 1 e 2 nas avalações de 2011 e de 2014 foram fechados agora.


 


Para voltar a abrir vagas em vestibular, os cursos punidos devem atender a uma série de exigências do ministério. "Os cursos que tiveram média decrescente também não poderão ingressar novos estudantes. Esses cursos não terão possibilidade de revisão da medida antes da assinatura de Protoloco de Compromisso e da avaliação in loco", disse Mercadante na última sexta-feira.


Curso de educação física da Faculdade Gammon teve vestibular suspenso. Resultado inferior a 2 no CPC provocou decisão; instituição vai recorrer.



O Ministério da Educação divulgou que 68 cursos superiores em todo o país foram suspensos por baixo desempenho, e entre eles, está uma faculdade do Sul de Minas. Na lista, publicada nesta quarta-feira (23) no Diário Oficial da União, consta o curso de licenciatura em educação física da Faculdade Presbiteriana Gammon, de Lavras (MG). A instituição informou que vai entrar com recurso.



A suspensão de novas vagas pelo ministério são para os cursos que tiveram conceito insatisfatório no CPC - Conceito Preliminar de Curso - um indicador de qualidade do ensino superior. Os cursos tiraram 1 e 2 numa escala que vai até 5, nas duas últimas avaliações do MEC, em 2011 e 2014.



PATROCINADORES

A partir da publicação, os cursos tiveram o vestibular suspenso, e o ingresso de novos alunos está proibido.



O curso da faculdade de Lavras conseguiu nota 1,52 em 2011 e nota 1,55 em 2014. A direção do Instituto Gammon informou que vai analisar o resultado e, se for cabível, vai entrar com recurso contra a decisão. A instituição afirmou ainda que nenhum aluno que já esteja cursando educação física vai ser prejudicado.



Suspende novas vagas



PATROCINADORES

O Ministério da Educação publicou no Diário Oficial da União desta quarta-feira uma lista de 68 cursos proibidos de abrir vagas em vestibular em 2016. (confira a lista completa)



Entre os vestibulares suspensos estão cursos de química, pegagogia, engenharia, educação física, letras, música, arquitetura e urbanismo, história, ciências da computação e matemática de várias instituições. O estado com o maior número de cursos fechados é São Paulo (22), seguido de Rio de Janeiro (9) e Bahia (8).



Na última sexta-feira (18), o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, anunciou que outros 756 cursos tiveram desempenho insatisfatório no CPC, com nota inferior a 3. Os que tiveram médias entre 1 e 2 nas avalações de 2011 e de 2014 foram fechados agora.



Para voltar a abrir vagas em vestibular, os cursos punidos devem atender a uma série de exigências do ministério. "Os cursos que tiveram média decrescente também não poderão ingressar novos estudantes. Esses cursos não terão possibilidade de revisão da medida antes da assinatura de Protoloco de Compromisso e da avaliação in loco", disse Mercadante na última sexta-feira.



Veja Também