news:

Notícias

Homem de 120 kg é preso após matar filho esmagado nos EUA

Publicado por TV Minas em 06/01/2016

foto_principal.jpg

Um homem foi indiciado após ser acusado de matar seu filho esmagado nos Estados Unidos. James Dearman, de 32 anos, pesa 120 kg e teria sentado em cima do menino de 6 anos enquanto jogava videogame com sua namorada.  

 

Em depoimento à polícia, o homem disse que mandou o menino deitar no sofá com o rosto virado para a almofada. Em seguida, sentou em cima dele como castigo e não se moveu mesmo após os apelos da criança, que dizia não conseguir respirar.

 

Segundo Ashley Cole, namorada do acusado, eles teriam pedido para as crianças irem para a cama às 19h30, mas elas teriam continuado a correr pelo quarto. Diante disso, o pai os deixou de castigo olhando para a parede, mas o mais novo ignorou por querer assistir à partida de videogame que ele e a mulher jogavam.

 

Sem paciência, o homem sentou em cima do garoto e após cinco minutos, a criança parou de mover. Achando que o menino havia dormido, James foi até a garagem para fumar com a namorada e voltou 10 minutos depois. Ao encontrar a criança desacordada e com os lábios azuis, o pai ligou para a emergência e realizou procedimentos de ressuscitação, mas sem sucesso.

 

Paramédicos chegaram a tentar salvar a criança, mas ela chegou já sem vida ao hospital. Em testemunha para a polícia, o irmão da vítima disse “quando o papai o esmagou, ele morreu”. James está preso e responderá por abuso infantil e homicídio.

Um homem foi indiciado após ser acusado de matar seu filho esmagado nos Estados Unidos. James Dearman, de 32 anos, pesa 120 kg e teria sentado em cima do menino de 6 anos enquanto jogava videogame com sua namorada.  


 


Em depoimento à polícia, o homem disse que mandou o menino deitar no sofá com o rosto virado para a almofada. Em seguida, sentou em cima dele como castigo e não se moveu mesmo após os apelos da criança, que dizia não conseguir respirar.


 


PATROCINADORES

Segundo Ashley Cole, namorada do acusado, eles teriam pedido para as crianças irem para a cama às 19h30, mas elas teriam continuado a correr pelo quarto. Diante disso, o pai os deixou de castigo olhando para a parede, mas o mais novo ignorou por querer assistir à partida de videogame que ele e a mulher jogavam.


 


Sem paciência, o homem sentou em cima do garoto e após cinco minutos, a criança parou de mover. Achando que o menino havia dormido, James foi até a garagem para fumar com a namorada e voltou 10 minutos depois. Ao encontrar a criança desacordada e com os lábios azuis, o pai ligou para a emergência e realizou procedimentos de ressuscitação, mas sem sucesso.


 


Paramédicos chegaram a tentar salvar a criança, mas ela chegou já sem vida ao hospital. Em testemunha para a polícia, o irmão da vítima disse “quando o papai o esmagou, ele morreu”. James está preso e responderá por abuso infantil e homicídio.


Um homem foi indiciado após ser acusado de matar seu filho esmagado nos Estados Unidos. James Dearman, de 32 anos, pesa 120 kg e teria sentado em cima do menino de 6 anos enquanto jogava videogame com sua namorada.  



Em depoimento à polícia, o homem disse que mandou o menino deitar no sofá com o rosto virado para a almofada. Em seguida, sentou em cima dele como castigo e não se moveu mesmo após os apelos da criança, que dizia não conseguir respirar.



Segundo Ashley Cole, namorada do acusado, eles teriam pedido para as crianças irem para a cama às 19h30, mas elas teriam continuado a correr pelo quarto. Diante disso, o pai os deixou de castigo olhando para a parede, mas o mais novo ignorou por querer assistir à partida de videogame que ele e a mulher jogavam.



PATROCINADORES

Sem paciência, o homem sentou em cima do garoto e após cinco minutos, a criança parou de mover. Achando que o menino havia dormido, James foi até a garagem para fumar com a namorada e voltou 10 minutos depois. Ao encontrar a criança desacordada e com os lábios azuis, o pai ligou para a emergência e realizou procedimentos de ressuscitação, mas sem sucesso.



Paramédicos chegaram a tentar salvar a criança, mas ela chegou já sem vida ao hospital. Em testemunha para a polícia, o irmão da vítima disse “quando o papai o esmagou, ele morreu”. James está preso e responderá por abuso infantil e homicídio.



Veja Também