Verallia investe R$ 400 milhões em ampliação da fábrica de Jacutinga

Publicado por Tv Minas em 02/03/2021 às 10h04

Gigante da fabricação de garrafas de vidro para mercado cervejeiro instalará novo forno que dobrará capacidade produtiva para 2,5 milhões de garrafas por dia.

A Verallia, multinacional francesa e terceira maior produtora global de embalagens de vidro para alimentos e bebidas, acaba de anunciar um investimento de 60 milhões de euros na ampliação de sua fábrica de Jacutinga, no Sul de Minas. Convertendo para a moeda brasileira, o investimento passa dos R$ 400 milhões.

De acordo com sua assessoria, a empresa irá instalar um segundo forno, mais que dobrando a capacidade produtiva da planta mineira: de 1,2 milhão de garrafas diárias para 2,5 milhões a partir de 2023, quando o forno estará funcionando em plena capacidade.

A ampliação da fábrica de Jacutinga visa atender principalmente ao aumento da demanda dos segmentos cervejeiro e alcoólico com embalagens de vidro nas cores âmbar e verde. O foco da produção neste momento é para o mercado interno.

“Aumentar a nossa capacidade produtiva já estava nos planos. A Verallia é uma empresa muito sólida no Brasil e globalmente, que investe projetando o longo prazo. Esperávamos o momento certo levando em conta, inclusive, as condições de mercado e contratos com nossos clientes”, comenta Quintin Testa, diretor geral na América do Sul.

 

Geração de empregos

Com a construção do segundo forno, a fábrica da Verallia em Jacutinga deve gerar cerca de 90 empregos diretos e 50 indiretos, ou seja, praticamente vai dobrar o total de colaboradores na planta. Durante a obra de construção do forno, o contingente de terceiros deve chegar a 1000 colaboradores.

 

Maior investimento de uma única empresa na cidade

A fábrica da multinacional foi inaugurada em Jacutinga em julho de 2019. De acordo com a prefeitura de Jacutinga, o investimento inicial de R$ 330 milhões já tinha sido o maior feito por uma única empresa no município.

A planta da Verallia em Jacutinga tem tecnologia de ponta, o que permite responder às demandas de qualidade e de crescimento nos próximos anos, segundo a empresa.

Para evitar a poluição do ar, a empresa instalou um sistema de tratamento de emissões atmosféricas (precipitador eletroestático) de última geração e também uma moderna estação de tratamento de efluentes, doméstico e industrial, em circuito fechado. Todo efluente tratado neste sistema é reaproveitado internamente, sem descarte externo.

 

Porque Jacutinga

O principal motivo da empresa ter escolhido Jacutinga é a disponibilidade de gás natural, fornecido pelo Gasoduto Paulínia (SP) – Jacutinga (MG), que chega no município do Sul de Minas. Também contribuíram a localização de Jacutinga, com proximidade com a Ambev em Jaguariúna, além do acesso fácil de caminhões pela rodovia MG-290.

Além de Jacutinga, a Verallia mantém em operação no Brasil fábricas localizadas nas cidades de Porto Ferreira (SP) e Campo Bom (RS), e um Centro de Criações para desenvolvimento de novos produtos em São Paulo.

 

Sobre a Verallia

Segundo a empresa, seu objetivo é reinventar o vidro para um futuro sustentável. Com cerca de 10 mil colaboradores e 32 fábricas em 11 países, a empresa é líder europeu e o terceiro maior produtor global de embalagens de vidro para alimentos e bebidas, fornecendo soluções inovadoras, personalizadas e ecologicamente corretas para mais de 10 mil empresas em todo o mundo. A Verallia produziu mais de 16 bilhões de garrafas e potes e obteve receitas de € 2,5 bilhões em 2020.

Compartilhe essa matéria: