Sargento da PM de cidade sul-mineira e esposa morrem em acidente na BR-040 em Minas

Publicado por Tv Minas em 27/01/2022 às 14h56

Tragédia deixou um bebê de um ano e meio órfão. Bebê foi salvo pela cadeirinha; mãe foi arremessada para fora do veículo.

Uma tragédia matou um jovem casal na noite dessa quarta-feira (26/1) e deixou um bebê de um ano órfão. Ludmilla e Jonathas, de 27 e 30 anos, morreram após o carro onde estavam bater de frente com outro veículo e ainda atingir um terceiro após rodar na pista. O acidente ocorreu na BR-040, na altura da cidade de Santos Dumont, na Zona da Mata.

O militar do 8º Batalhão, sargento Jonathas de Souza Medeiros, de 30 anos, dirigia o automóvel com sua esposa Ludmila Silva Tomé, de 27 anos, seu cunhado Renan Henrique da Silva, e seu filho, um bebê de apenas 18 meses.

Montagem com o casal ludmilla medeiros e jonathas medeiros e carro destruido apos acidente que os matou 1 110012Sargento Jonathas de Souza Medeiros, de 30 anos,  com sua esposa Ludmila Silva Tomé, de 27 anos.

Eles estavam viajando para Lavras, quando no km 738 da BR-040, às 21h40, no local conhecido como Curva do Bambu, o veículo chocou de frente com um caminhão. O automóvel rodou e atingiu um terceiro veículo. Jonathas ficou preso às ferragens, enquanto Ludmilla, que estava no banco de trás, foi arremessada para fora do carro. O óbito do casal foi constatada ainda na rodovia.

Jonathas e sua esposa Ludmila morreram no local. Ele era músico da banda da Sexta Região de Polícia Militar, o casal morava em Lavras. O militar era também maestro da banda da Assembleia de Deus, igreja que o casal frequentava.

Casal de Lavras morreu no local do acidente.
Bebê de 18 meses foi salvo por estar preso à cadeirinha.

A criança foi salva por estar presa à cadeirinha de bebê. O cunhado do militar sofreu ferimentos, mas não corre risco de morte.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF), ao identificar a vítima, entrou em contato com o Centro de Operação da Polícia Militar (Copom) de Juiz de Fora, depois com o Copom de Barbacena e finalmente com o Copom de Lavras, que confirmou que o militar era lotado no 8º Batalhão de Polícia Militar.

Até às 11h da manhã desta quinta-feira, 27, ainda não havia informações sobre o sepultamento do casal e nem se seria em Lavras.

Compartilhe essa matéria: