Mulher denuncia estupro e acaba sendo ameaçada em Poços de Caldas

Publicado por Tv Minas em 12/04/2024 às 02h22

Fonte:

O suspeito do estupro já está preso. Um homem e mulher que estavam ameaçando a vítima foram presos com drogas e dinheiro.

Na manhã desta quinta-feira (11/04) a Polícia Civil (PCMG), em Poços de Caldas, no Sul de Minas, deflagrou a operação Ohana, dando cumprimento a dois mandados de prisão preventiva e dois de busca e apreensão, na zona Leste da cidade, em investigação que apura coação de uma vítima de estupro.

 

As investigações, realizadas pela equipe da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam), apontaram que após a prisão de um indivíduo suspeito de estupro, ocorrida no dia 22 de março, familiares do suspeito passaram a ameaçar a vítima, com a intenção de coagi-la a retirar as acusações.

 

Diante dos fatos reportados, um inquérito policial foi instaurado para apuração do delito de coação no curso do processo, com o agravante de crime contra a dignidade sexual, ameaça e injúria, e foi representado pela prisão preventiva dos suspeitos.

 

Durante o cumprimento dos mandados de busca e apreensão, que contou com o apoio da Ronda Ostensiva Com Cães (ROCCA) da Polícia Militar, foram arrecadados em uma das residências um pé de maconha e uma bucha da mesma substância. O homem conduzido foi liberado após assinatura de Termo de Compromisso de Comparecimento ao Juizado Especial.

 

Já na residência dos alvos dos mandados de prisão preventiva, também com o apoio da Polícia Militar, foram localizados e arrecadados R$3.200, os aparelhos celulares de onde teriam partido as ameaças, além de pedras de crack e materiais comumente utilizados para embalar entorpecentes.

 

Um homem de 20 anos e uma mulher de 48 foram presos em virtude dos mandados de prisão, bem como autuados em flagrante por tráfico ilícito de entorpecentes. Na sequência, foram encaminhados ao sistema prisional e estão à disposição da Justiça.

 

Da Redação

Compartilhe essa matéria: